PORTO VELHO

Acre

No Acre, uso de máscaras volta a ser obrigatório em eventos e escolas

Acre

Atendendo a recomendação do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, por conta do aumento considerável no registro de casos positivos de coronavírus no Acre, o Estado voltou a adotar medidas restritivas temporárias para evitar a disseminação da doença. Conforme o Decreto 11.089, publicado na edição do Diário Oficial desta segunda-feira, 25, o uso de máscaras faciais tornou-se obrigatório em algumas situações.

A proteção deverá ser utilizada, continuamente, em estabelecimentos de ensino públicos e privados. A mesma regra é válida para trabalhadores que manuseiam alimentos. A máscara ficará dispensada a crianças menores de cinco anos de idade, pessoas diagnosticadas com transtornos sociais ou que tenham prescrição médica contraindicando o acessório.

No caso de eventos sociais, culturais, recreativos, esportivos, religiosos e similares, com capacidade de lotação superior a 300 pessoas, além da proteção da boca e nariz, será obrigatória a exigência do comprovante de esquema vacinal completo para ter acesso ao local. Crianças entre cinco e onze anos de idade devem ter tomado uma dose do imunizante, já adolescentes com até dezessete anos precisam apresentar duas doses da vacina, e três doses no caso de maiores de dezoito anos.

Leia Também:  Justiça autoriza governo do Acre contratar médicos formados no exterior sem CRM

Como alternativa, pessoas não imunizadas poderão apresentar teste antígeno para covid-19, com resultado negativo, realizado com 24 horas de antecedência ao evento. O decreto tem validade de 30 dias, podendo ser alterado, se houver necessidade, pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Acre

Aliados de Bittar são exonerados de seus cargos no governo

Publicados

em

Com a confirmação da candidatura do senador licenciado Márcio Bittar ao governo do Acre pelo União Brasil, cargos comissionados de sua indicação começam a ser exonerados do governo do estado.

No Diário Oficial desta terça-feira, 9, Luiz Felipe Aragão Werklaenhg, que ocupava o cargo de Secretário de Desenvolvimento Urbano e Regional do Acre (SEDUR) desde fevereiro do ano passado, indicado por Bittar foi exonerado.

Além de Luiz Felipe, foram exonerados ainda o diretor Marcelo Augusto Alves Freire, os chefes de departamento Eduardo Queiroz Yarzon e Robson Diego Vidal Barros, e ainda Paula Lauandra Guimarães Oliveira, que era nomeada em uma CEC-5.

O governo não anunciou quem será o substituto de Luiz Felipe no cargo de secretário e os demais substitutos dos cargos exonerados.

AC 24 HORAS

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Brasil tem 6 mil novos casos e 30 mortes por covid-19 em 24 horas
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA