PORTO VELHO

Agronegócio

A força do Agronegócio em evidência em campanha publicitária

Agronegócio

 

Com o tema ‘Agronegócio’, o Banco da Amazônia (BASA) dá início nesta semana à sua mais nova campanha publicitária. Integrada aos principais meios de comunicação do Brasil, como TV, portais, jornais, rádio, aeroportos e redes sociais. A campanha será veiculada a nível regional e nacional.
De acordo com a coordenadora de Comunicação o Banco, Ruth Helena Lima, a nova campanha mostra que o BASA possui soluções de crédito para os setores da economia da Amazônia, com ênfase para o setor rural e ainda pretende mostrar a importância e a força do Banco para o setor do agronegócio da Amazônia.
O BASA investiu somente no agronegócio até o final de 2020 mais de R$ 5,3 bilhões. Somente em crédito de fomento a Instituição destinou mais de 11 bilhões de reais somente em 2020 para a toda a Amazônia.
“O conceito da campanha é referendar que somos o principal parceiro do Agronegócio Regional e que somos o Banco que mais acredita na região Norte e no sonho de milhares de produtores, sempre apoiando projetos sustentáveis e contribuindo para o futuro da região”, afirmou.

O novo vídeo da campanha Parceria – A Semente do Amanhã na Amazônia

Leia Também:  Família se une em Fundão (ES) para montar agroindústria

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Turmas da Faculdade CNA participam de solenidade de colação de grau

Publicados

em


Na noite da quinta-feira (23.09), a turma 2021.1 da Faculdade CNA celebrou a outorga de grau dos quatro Cursos Superiores em Tecnologia: Gestão Ambiental; Processos Gerenciais, Gestão de Recursos Humanos e Gestão do Agronegócio. A solenidade ocorreu virtualmente e reuniu estudantes de todos os polos de ensino do país.  

De Mato Grosso, três pessoas se formaram. Adriano Tavares da Silva em Gestão de Recursos Humanos; Edivon Xavier dos Santos e Thomas Paschoal Alves Corrêa em Gestão do Agronegócio, ambos pelo polo de Cuiabá. 

Aos 53 anos, concluir uma graduação foi uma felicidade para Thomas Corrêa, de Paranatinga. “Foi só alegria por ter conseguido. Voltar a estudar e concluir um curso desse é uma grande vitória”. Presidente de Sindicato Rural entre 2013 e 2019, Thomas acredita que essa seja uma forma de atualizar os conhecimentos. “A gente abre a visão, melhora as habilidades, lê muito. Estudar é sempre muito bom. Agradeço ao Senar-MT por todo o apoio”.

De acordo com o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia, os cursos de ensino superior contribuem para o desenvolvimento do setor.  

Leia Também:  Família se une em Fundão (ES) para montar agroindústria

“É importantíssimo que a Faculdade CNA leve conhecimento sobre o agronegócio ao maior número de pessoas possível. O Senar-MT também trabalha com muito afinco para fortalecer a Faculdade CNA e o agronegócio que compõe a maior participação do PIB do nosso estado”, afirmou.  

O diretor-geral da Faculdade CNA, André Sanches, esteve presente na cerimônia e ressaltou a importância da data escolhida para a formatura. “Hoje é o Dia Nacional da Educação Profissional Tecnológica e diante de um quadro que precisa melhorar muito, me deu muito orgulho de fazer parte desta instituição que tanto contribui para a formação na área rural, junto ao Senar que também oferta vários cursos destinados à melhoria da mão de obra no campo”, destacou. 

Em MT – Desde janeiro de 2021, Mato Grosso possui quatro novos polos de ensino da Faculdade CNA, além de Cuiabá: Tangará da Serra, Nova Mutum, Barra do Garças e Rondonópolis. Os interessados devem procurar o Sindicato Rural destes municípios para saber mais sobre os cursos e as vagas.

Leia Também:  "Escorregando no banheiro": Governador Marcos Rocha esquece da reforma da previdência no Estado
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA