PORTO VELHO

Brasil

A uma semana das inscrições para o Fies 2017, saiba tudo sobre o programa

Brasil

A partir do dia 7 de fevereiro (terça-feira), os jovens que em sonham cursar uma faculdade poderão se cadastrar para concorrer a uma vaga no Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Mas é bom ficar atento porque o período de inscrição é de apenas três dias e acaba na sexta-feira, 10 de fevereiro. Até agora, o MEC não divulgou o número de vagas que serão disponibilizadas. No entanto, o Ministro da Educação, Mendonça Filho, já adiantou que pelo menos as 250 mil vagas da primeira edição do ano passado serão mantidas.

Para quem se interessou, mas não está muito familiarizado com o programa, o Stoodi – startup que fornece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo – preparou um texto contendo todas as informações importantes. Confira:

1) O que é o Fies?

O Fies é um programa do Ministério da Educação que oferece contrato de financiamento para estudantes que vão cursar graduação em faculdade privada e não têm como pagar. Se o estudante participou do Sisu e não conseguiu obter uma vaga para instituições públicas ou se ele não atendia a todos os pré-requisitos para ganhar uma bolsa no ProUni, o Estado empresta o dinheiro para o pagamento da graduação a juros de 6,5% ao ano.

Leia Também:  ALERTA: FRIO E BAIXA UMIDADE EXTREMA

2) Quais são os critérios de seleção?

Esse programa usa a nota do ENEM como critério de avaliação dos participantes, por isso é preciso ter feito o exame a partir da edição de 2010 – com média mínima de 450 pontos, além de não ter zerado na redação. Outro fator que é considerado é a renda per capita bruta mensal, que deve ser equivalente a 2,5 salários mínimos.

3) Como faz para se inscrever?

Se o jovem quer se inscrever e ainda não sabe como, o processo é bem parecido com o Sisu e com o Prouni: a inscrição é online e gratuita. Ele deve entrar no site oficial do Fies http://sisfiesportal.mec.gov.br/ e realizar o cadastro, assim que estiver disponível. Para isso, ele precisará informar o seu CPF e alguns outros dados. Depois, o estudante pré–selecionado deverá acessar o SisFIES para efetivar sua inscrição, em até cinco dias corridos a contar da divulgação de sua pré–seleção, informando os dados de financiamento a ser contratado. Somente depois disso, ele precisará partir para a validação dos seus documentos.

Leia Também:  Cadastro de Pessoa Física de dependentes a partir de 8 anos será exigência em declaração de IRPF

Sobre o Stoodi

Lançado em 2013, o Stoodi é uma startup de educação a distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo. A plataforma nasceu com o objetivo de democratizar o acesso à educação no país, oferecendo uma plataforma intuitiva e acessível para facilitar a vida dos estudantes em fase pré-vestibular e de alunos do ensino médio que precisam de reforço escolar. A plataforma já conta com aproximadamente 220 mil cadastrados e 17,5 milhões de aulas assistidas, que correspondem a 3,2 milhões de horas de conteúdo.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Brasil

PF deflagra operação contra importação ilegal de agrotóxicos

Publicados

em


A Polícia Federal deflagrou, hoje (4), a segunda fase da Operação Terra Envenenada, com o objetivo de combater o ingresso, transporte e comercialização de agrotóxicos ilegalmente importados do Paraguai e da China. O produto entrava no Brasil pelo norte de Mato Grosso.

A Justiça Federal expediu 15 mandados de busca e apreensão e dez mandados de prisão, que foram cumpridos nas cidades de Sinop, Sorriso, Feliz Natal, todas em Mato Grosso, além de São Paulo, Campo Grande (MS) e Terra Roxa (PR).

Em nota, a PF informou que a investigação originou-se da análise do material e depoimentos colhidos na primeira fase da operação, quando foi desmantelada organização criminosa e apreendida mais de uma tonelada de agroquímicos contrabandeados ou adulterados.

“Desde essa etapa inicial, a Polícia Federal intensificou as investigações e identificou grandes grupos de fornecedores regionais e nacionais, cujos líderes e integrantes foram presos nesta data. Foram apreendidos documentos e materiais de interesse para investigação, agrotóxicos, além de armas irregulares”, informou a PF.

De acordo a PF, os investigados responderão por comercialização e transporte de agroquímicos de uso proscrito, constituição de organização criminosa, lavagem de dinheiro “e outros crimes que vierem a ser descobertos”. As penas variam de dois a dez anos de reclusão.

Leia Também:  Cadastro de Pessoa Física de dependentes a partir de 8 anos será exigência em declaração de IRPF

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA