PORTO VELHO

Brasil

Falta uma semana para Inep divulgar cartão de confirmação do Revalida 2020

Brasil

imagem ilustrativa

Para acessar é preciso ter cadastro no portal do Governo Federal

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai disponibilizar o Cartão de Confirmação da Inscrição para o Revalida 2020 no dia 23 de novembro. No documento, os participantes poderão consultar número de inscrição, data, hora e local do exame.

O cartão de confirmação poderá ser acessado na Página do Participante e, apesar de não ser obrigatório, o Inep recomenda que o participante leve o documento no dia de aplicação.

Para acessar a Página do Participante do Revalida é necessário ter cadastro no portal do Governo Federal. O login e a senha, únicos para todos os serviços federais, são necessários para acompanhar a situação da inscrição, assim como para acessar o cartão de confirmação.

As provas da primeira etapa do Revalida 2020 serão aplicadas no dia 6 de dezembro. Ao todo, 16.452 médicos se inscreveram para esta edição do exame. Do total de inscrições, 15.498 foram confirmadas. O Inep conta com uma página, em seu portal oficial, com perguntas e respostas frequentes sobre o exame.

Leia Também:  #MEGASENA: concurso 2.080: ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 22 milhões

Revalida
O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) é aplicado pelo Inep desde 2011, a profissionais formados em Medicina no exterior, com o objetivo de verificar conhecimentos, habilidades e competências requeridos para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do SUS, em nível equivalente ao exigido dos médicos formados no país.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

Receita e Anatel apreendem 16 mil desbloqueadores de TV por assinatura

Publicados

em


Equipes de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Alfândega da Receita Federal em Santos apreenderam, esta semana, 16.620 aparelhos desbloqueadores de TV por assinatura, comumente conhecidos como receptores FTA, no valor de R$ 8,31 milhões. A atuação foi em parceria com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

De acordo com a Receita, os aparelhos foram adulterados de fábrica para realizar pirataria de canais pagos, filmes e outros conteúdos restritos.

“Ao longo da fiscalização, constatou-se que a totalidade da carga importada era composta por aparelhos que continham software instalado destinado a acesso ilegal e não autorizado a inúmeros canais de TV por assinatura (TV a cabo) e a outros aplicativos pagos”, informa a Receita.

A Receita Federal informa que já apreendeu 36.620 aparelhos desse tipo este ano no Porto de Santos. No ano passado, foram apreendidos 42 mil aparelhos.

“Os infratores cometem crime de violação aos direitos autorais e contra a propriedade imaterial e contrabando, além de concorrerem de forma desleal com empresas idôneas. Como estão conectados à internet, esses aparelhos possibilitam a invasão das redes domésticas e o roubo de dados pessoais”, explica o órgão.

Leia Também:  #GREVE: Caminhoneiros anunciam nova paralisação depois do feriado

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA