PORTO VELHO

Brasil

Funafro realizará congresso sobre empreendedorismo para jovens negros

Brasil


A Fundação Instituto de Negócios e Afroempreendedorismo (Funafro) e o Núcleo de Aprendizagem Profissional e Assistência Social (Nurap) realizam, em julho (dias 13, 14 e 15), o 1° Congresso Nacional de Empreendedorismo e Empregabilidade da Juventude Negra. O evento – destinado a afrodescendentes de 16 a 29 anos – será totalmente gratuito digital, com transmissão ao vivo pelo YouTube e pelo Facebook da instituição (Funafro).

I Congresso Nacional de Empreendedorismo e Empregabilidade da Juventude Negra | Online I Congresso Nacional de Empreendedorismo e Empregabilidade da Juventude Negra | Online

I Congresso Nacional de Empreendedorismo e Empregabilidade da Juventude Negra | Online – I Congresso Nacional de Empreendedorismo e Empregabilidade da Juventude Negra | Online

Com a participação de referências do cenário jovem brasileiro e internacional, o objetivo do congresso é levar informações que ajudem a juventude negra do país a construir um futuro mais próspero. O evento será dividido em cinco painéis: primeiro emprego; empreendedorismo na juventude; a importância da formação educacional; tecnologias e inovação; oportunidades de carreiras e debate.

“Acreditamos que compartilhando histórias e trazendo novas perspectivas, conseguiremos incentivar os jovens a saírem da invisibilidade. Tenho certeza de que a partir do congresso, eles poderão sonhar com novas possibilidades de trabalho, pois o conteúdo será de grande aprendizagem e todos poderão colocar na prática tudo que verão nos três dias de imersão absoluta”, disse a presidente da Funafro e idealizadora do congresso, Marilene Lima. 

Leia Também:  Em formato festival, São Paulo Fashion Week avança em debates raciais 

No último dia do evento serão anunciados os vencedores dos prêmios “Jovem Empreendedor”, “Jovem Liderança” e para a “Empresa Top Contratação”, todos de 2021.

As inscrições são gratuitas e podem feitas pelo https://www.sympla.com.br/i-congresso-nacional-de-empreendedorismo-e-empregabilidade-da-juventude-negra–online__1218021 onde também é possível conferir a programação completa.

Edição: Nélio Neves de Andrade

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

Preso na Paraíba suspeito de envolvimento na morte de Marielle Franco

Publicados

em


Foi preso na Paraíba, nesta quarta-feira (28), um homem suspeito de envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. A prisão foi realizada pela Polícia Civil da Paraíba, que apontou Almir Rogério Gomes da Silva como sendo pertencente a uma milícia do Rio de Janeiro. Segundo a polícia paraibana, o grupo foi citado pela viúva do capitão Adriano Magalhães da Nóbrega, morto na Bahia e suspeito de envolvimento no assassinato da vereadora, ao falar sobre quem teria matado Marielle.

“A prisão foi realizada por policiais da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), no município de Queimadas/PB. O alvo estava na companhia de outro homem, que também foi preso. O nome do alvo principal está no site www.disquedenuncia.org.br, do Rio de Janeiro. Ele já foi denunciado pelo Ministério Público do RJ, que pediu a condenação do investigado com base no assassinato de Eliezio Victor do Santos Lima, em outubro de 2018”, detalhou, em nota, a Policia Civil da Paraíba.

Leia Também:  Mega-Sena pode pagar R$ 4 milhões nesta quarta-feira

De acordo com o delegado Diego Beltrão, da Draco, as investigações descobriram que Almir cometeu outro assassinado no Rio de Janeiro, no dia 3 de junho, o que pode ter sido o motivo para ele fugir para a Paraíba.

“Parte dos milicianos ligados ao homem capturado em Queimadas hoje foi presa em operações policiais naquele estado. Mas ele, que é um dos chefes desse grupo, conseguiu escapar dessas investidas. Trata-se de um criminoso muito perigoso, com indícios fortes de que estava traficando drogas e planejando ataques a instituições financeiras no nosso estado”, disse o delegado.

Segundo a nota da Polícia Civil da Paraíba, autoridades policiais do Rio de Janeiro já tomaram conhecimento da prisão e confirmaram a periculosidade do criminoso. “É um dos chefes de milícia mais procurados aqui no Rio de Janeiro”, declarou o delegado Henrique Damaceno, de acordo com a nota.

O suspeito capturado em Queimadas será levado sob escolta policial até o Rio de Janeiro, onde deverá responder pelos seus crimes. Marielle e Anderson foram mortos no dia 14 de março de 2018, emboscados no carro onde estavam, no bairro do Estácio, na região central do Rio. Estão presos e aguardam julgamento pelos assassinatos o sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa, e o ex-PM Élcio Queiroz.

Leia Também:  Em formato festival, São Paulo Fashion Week avança em debates raciais 

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA