PORTO VELHO

Brasil

Instituições culturais de São Paulo participam da Museum Week

Brasil


As instituições culturais de São Paulo iniciam hoje (7) a 8ª edição da Museum Week. Durante toda essa semana, até domingo (13), museus, bibliotecas, fábricas de cultura, teatros e salas de espetáculo de São Paulo têm uma programação especial pela internet.

A Museum Week é um evento internacional que conecta estabelecimentos artísticos do mundo todo pela internet. Esta será a primeira vez em São Paulo que, além dos museus, outros espaços de cultura estaduais vão integrar a campanha.

O objetivo, segundo a Secretaria de Cultura e Economia Criativa, é estimular as instituições e o público a serem criativos e reforçar a imagem dos artistas como atores que transformam a sociedade.

A cada dia, um tema diferente será abordado, com uma hashtag diferente. Nesta segunda-feira, o tema é Era uma Vez, que aparece nas redes sociais com a hastag #EraUmaVezMW. O Memorial da Resistência, por exemplo, abre hoje o evento com uma animação em stop motion, que vai contar a história do prédio onde o museu está instalado.

O público pode participar, escrevendo histórias, lendo trechos de livros ou iniciando histórias que podem ser terminadas de forma compartilhada nas redes sociais.

Leia Também:  Alíquota zero no diesel pode resultar em queda de 14% no preço

Já amanhã (8), a hashtag é #NosBastidoresMW e quem participa do evento é o Auditório Cláudio Santoro, em Campos do Jordão, mostrando a estrutura do seu palco, a coxia, os camarins e o fosso. Com esse tema, a ideia é que as pessoas conheçam os bastidores e a estrutura dos museus ou espaços culturais.

#PelosOlhosDasCriançasMW é o tema de quarta-feira (9) e o espaço que vai participar é o Museu Casa de Portinari, que vai mostrar o olhar de uma criança sobre o museu.

Na quinta-feira (10), o tema é #EurecaMW, que vai mostrar fotografias do Museu Índia Vanuíre. Nesse mesmo dia, as bibliotecas de São Paulo vão divulgar, por exemplo, um vídeo sobre como fazer livros artesanais. A sugestão do evento é que o público também participe com essa hashtag para mostrar dicas e truques de seus trabalhos culturais.

O Museu Catavento participa na sexta-feira (11) e o mote é Legende Isto. Com a hashtag #LegendeIstoMW, o internauta pode participar de brincadeiras de adivinhação e caixas de perguntas sobre o nome de itens do acervo. As respostas serão dadas somente no final do dia. Nesse dia, participam também as Fábricas de Cultura, que vão promover uma espécie de batalha no Instagram, com postagem de fotos referente ao tema do dia.

Leia Também:  Receita Federal antecipa pagamento de lotes de restituição do Imposto de Renda

No sábado (12), os museus literários Casa das Rosas, Guilherme de Almeida e Casa Mário de Andrade promovem a hastag #ArteEmTodaParteMW. Convidando o público a compartilhar registros do espaço, revelando uma arte do local.

No domingo (13), dia do encerramento, a organização da #MuseumWeek2021 convida os participantes da ação a deixar uma mensagem para o futuro pela hastag #PalavrasProFuturoMW. Valem frases, poesias, pensamentos, um texto, uma imagem ou qualquer outra manifestação artística.

Além destes espaços culturais de São Paulo, o Museu do Futebol, a Pinacoteca, o Museu da Imagem e do Som (MIS), o Paço das Artes e o MIS Experience também participam do evento.

Confira a programação completa no site oficial do evento

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

Operação da PF combate fraudes contra benefícios previdenciários

Publicados

em


A Polícia Federal (PF), juntamente com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, deflagrou hoje (23) a Operação Senha Forte, para combater um grupo criminoso que fraudava benefícios previdenciários em vários estados, com prejuízos aos cofres públicos.

De acordo com a PF, os investigados promoviam a inclusão fraudulenta de dependentes/curadores fictícios nos sistemas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), com vistas a levantamento de valores indevidos.

A investigação teve início com a prisão em flagrante de falsos dependentes/curadores, na cidade de Feira de Santana, na Bahia, em maio do ano passado, quando, fraudulentamente, tentavam sacar cerca de R$ 80 mil, referente a um benefício manipulado.

 Nesta nova ação policial foram cumpridas seis medidas judiciais: três mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária, nas cidades de Guarulhos, Ferraz de Vasconcelos e São Paulo, no estado de São Paulo, tendo como alvo pessoas que tinham por função arregimentar os falsos dependentes/curadores.

A PF estima que o prejuízo já supera R$ 31 milhões, em relação a mais de 100 benefícios previdenciários suspeitos. Valor que pode aumentar com o decorrer das investigações.

Leia Também:  Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado de R$ 33 milhões

Edição: Aécio Amado

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA