PORTO VELHO

Brasil

Lista de espera do ProUni começa a ser liberada para as instituições nesta quinta

Brasil

Começou a ser liberada nesta quinta-feira, 18 de julho, a lista de espera dos estudantes que manifestaram interesse em participar do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os candidatos podem verificar o resultado nas próprias instituições de ensino nas quais fizeram a opção.

A lista de espera é a última oportunidade para candidatos que não foram pré-selecionados na primeira e segunda chamadas conseguirem uma bolsa pelo programa. Os estudantes são classificados por curso e turno, seguindo as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018.

Como são feitas duas opções de curso, são dois tipos de lista de espera. No caso da primeira opção, pode participar o candidato:

– não pré-selecionado nas chamadas regulares;

– pré-selecionado na segunda opção de curso, reprovado por não formação de turma.

– Para a segunda opção, pode participar o candidato:

– não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não ter ocorrido formação de turma na primeira opção de curso;

– não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não haver bolsas disponíveis na primeira opção de curso;

Leia Também:  Prefeitura do Rio faz ação para demolir prédio na Muzema

– pré-selecionado na primeira opção de curso, reprovado por não formação de turma.

Os participantes da relação devem comparecer de sexta-feira, 19 de julho, a segunda-feira, 22, às instituições para apresentar a documentação comprobatória das informações prestadas na hora da inscrição.

Fonte: Portal MEC

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Brasil

Suplente de Gabriel Monteiro na Câmara do Rio figura ‘lista do Ceperj’

Publicados

em

Matheus Floriano, suplente de Gabriel Monteiro na Câmara do Rio
Reprodução Facebook / 19.08.2022

Matheus Floriano, suplente de Gabriel Monteiro na Câmara do Rio

Matheus Floriano foi eleito suplente pelo PSD nas eleições de 2020 com um total de 7.086 votos. Após a cassação de Gabriel Monteiro (PL) na tarde de ontem, Floriano assume a cadeira.

O Palácio Pedro Ernesto não é local estranho a Floriano, que foi vereador de abril de 2019 a maio de 2020. A previsão é que a posse seja realizada já na próxima terça-feira.

Segundo reportagem de O GLOBO, Matheus é filho do ex-deputado Francisco Floriano e recebeu R$ 51,4 mil da fundação Ceperj. O órgão é alvo de investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro sob suspeitas de irregularidades na folha de pagamento. 

“Floriano foi um dos nomes ligados a políticos que o GLOBO mapeou que constam na lista de saques feitos na “boca do caixa” pagos pelo Ceperj”, denuncia a matéria. 

A investigação revela que Matheus Floriano recebeu quantias em sete pagamentos, de fevereiro a julho, em uma agência bancária na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.  O valor dos saques foi de R$ 7,3 mil cada. 

Leia Também:  Em entrevista, Laerte Gomes destaca ações nos primeiros meses como gestor da Assembleia

O GLOBO revela que Matheus concorreu a vereador no Rio usando o nome “Matheus Floriano” na urna em 2020, em referência ao nome do pai.

“De setembro do ano passado a janeiro deste ano, antes de entrar na lista secreta do Ceperj, Matheus figurou na folha de pagamento regular da Secretaria Estadual de Trabalho, com vencimentos de R$ 10 mil”.

A reportagem não conseguiu contato com Matheus e nem seu pai.

Evangélica, a família Floriano é ligada a Igreja Mundial do Poder de Deus, do apóstolo Valdemiro Santiago. Pai e filho se aproximaram do prefeito Eduardo Paes durante as eleições de 2020.

Matheus Floriano é o 2º suplente na chapa de Gabriel Monteiro. Porém o primeiro substituto, Eliseu Kessler, assumiu o mandato de Jones Moura, que entrou com deputado federal após a cassação de Flordelis liberar cadeira na câmara federal.

Leia Também:  Igreja mais antiga em funcionamento no Brasil é reaberta em Pernambuco

Floriano disputou sua primeira eleição em 2014 numa disputa vaga para deputado estadual. Na época Matheus teve apenas 85 votos em todo estado.

Na eleição de 2016, dois anos seguintes, concorreu para vereador da capital e teve 8.620 votos.

Matheus Floriano era assessor do ex-prefeito Marcelo Crivella até assumir seu mandato na Câmara em 2019. Ele foi exonerado na época do impeachment que Crivella enfrentou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA