PORTO VELHO

Brasil

OFICINA SOBRE CÓDIGO FLORESTAL PARA JORNALISTAS E ESTUDANTES DE COMUNICAÇÃO DIA 23/05, SEGUNDA-FEIRA, DAS 10H ÀS 12H

Brasil

Workshop online e gratuito, coorganizado pela BVRio e Imaflora, faz parte de eventos dos 10 anos do Código Florestal promovido pelo OCF

 

Com o objetivo de contribuir para formação de jornalistas, jovens comunicadores e estudantes de Comunicação de todo o Brasil, a BVRio organizou junto do Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola) a oficina online “(Des)Cobrindo o Código Florestal”. O workshop gratuito acontecerá dia 23 de maio (segunda-feira), das 10h às 12h, e faz parte das atividades do ‘Código Florestal +10’, evento promovido pelo Observatório do Código Florestal (OCF) para marcar os 10 anos da legislação ambiental brasileira.

O objetivo é ajudar na formação de jovens profissionais que se interessam por temas relacionados ao meio ambiente, tanto para a cobertura de imprensa quanto para a criação de conteúdos para mídias sociais e outros canais. “Identificamos que há muitas dúvidas sobre o entendimento e a implementação do Código Florestal. A proposta da oficina é “traduzir” alguns conceitos e termos relevantes, além de permitir a troca de conhecimento entre profissionais experientes na área e os jornalistas da grande imprensa e especializados”, destaca Flávia Ribeiro, Gerente de Comunicação da BVRio. Inscreva-se já!

Leia Também:  Unesco inclui duas áreas do Brasil na lista de geoparques mundiais

A oficina também será transmitida pelo canal do Observatório do Código Florestal no YouTube. Para receber o certificado, é preciso se inscrever e assistir ao evento pela plataforma oficial do evento, ingressando no horário previsto.
 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

Sesc-RJ investirá R$ 30 milhões em produções artísticas

Publicados

em

Terminam no dia 8 de julho as inscrições de propostas artísticas de todo o país para o Edital de Cultura Sesc-RJ Pulsar 2022/2023. A iniciativa quer fomentar e apoiar a produção artística e cultural em suas diversas manifestações, estimulando os processos artísticos em desenvolvimento com a formação de público e a inclusão social. Serão distribuídos, no total, R$ 30 milhões para as produções artísticas selecionadas, incluindo o edital principal e seus desdobramentos, que serão lançados ainda este ano, para outros projetos culturais estratégicos.

O presidente do Sesc-RJ e do Sistema Fecomércio-RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior, lembrou que, no ano passado, foi lançada a primeira edição do Edital Sesc-RJ Pulsar. “O sucesso da iniciativa pode ser observado hoje nos nossos equipamentos culturais, que estão recebendo uma enorme variedade de obras artísticas, de elevada qualidade técnica e com conteúdos de grande relevância social”. Queiroz Junior destacou que, este ano, o Sesc-RJ está consolidando o edital como uma ferramenta de democratização da cultura e de fomento a esse setor da economia que foi bastante afetado durante a pandemia, merecendo, por isso, toda a nossa atenção”.

Leia Também:  Presidente inaugura obra de duplicação de contorno rodoviário no RS

O edital se baseia em três pilares, representados pelos verbos reconectar, movimentar e impulsionar. A intenção é reconectar o artista com o palco, movimentar a relação dele com o público do Sesc-RJ e impulsionar o fazer artístico em todas as suas esferas. O título Pulsar remete à ideia de “estar vivo”, numa alusão à resistência da cultura diante da pandemia da covid-19, informou o presidente do Sesc-RJ.

Pessoas jurídicas

Podem se inscrever no edital projetos de todo o Brasil de exposições de artes visuais; de audiovisual expandido; espetáculos teatrais, circenses e de dança; temporadas de teatro, dança e circo; realizações literárias; apresentações musicais; além de licenciamento de curtas-metragens, destinados aos públicos adulto e infantil. As inscrições são feitas por meio de formulário eletrônico disponível no site do Sesc RJ (www.sescrio.org.br) e estão abertas a pessoas jurídicas estabelecidas no Brasil, com ou sem fins lucrativos, de natureza cultural, legalmente constituídas, além de microempreendedores individuais (MEI).

A seleção ocorrerá em duas etapas, sendo a primeira de caráter eliminatório, quando serão avaliadas a documentação e adequação técnica da proposta. Na segunda etapa, os projetos serão analisados pela Comissão de Seleção e Avaliação do Sesc-RJ. A divulgação dos resultados está prevista para acontecer no dia 28 de outubro.

Leia Também:  Bolão de assessores do PT ganha Mega-Sena; veja resultado

As obras selecionadas serão apresentadas em diferentes ambientes como espaços expositivos, salas de teatro, auditórios e espaços abertos dentro das unidades do Sesc no território fluminense. Os valores destinados a cada produção dependem do porte e da linguagem artística, informou o Sesc-RJ.

Edição: Kelly Oliveira

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA