PORTO VELHO

Brasil

ProUni divulga resultado da segunda chamada nesta quarta-feira (20); saiba mais

Brasil

O resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) será divulgado hoje (20) na internet. Os pré-selecionados têm até o dia 27 para fazer a matrícula.

Os estudantes devem comparecer às instituições com os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição. Cabe aos candidatos verificar os horários e o local de comparecimento para a aferição das informações. A lista da documentação necessária está disponível na página do programa.

Algumas instituições podem exigir dos candidatos aprovados que façam uma prova. Os estudantes devem verificar, no momento da inscrição, se a instituição vai aplicar processo seletivo próprio.

Aqueles que não forem selecionados na segunda chamada têm ainda a chance de integrar a lista de espera nos dias 7 e 8 de março.

Inscrições

Ao todo, 946.979 candidatos se inscreveram na primeira edição do ProUni deste ano, de acordo com o Ministério da Educação. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446.

Nesta edição, são ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais, de 50% do valor das mensalidades.

Leia Também:  Contas de energia em Rondônia terão redução de 4,74% no mês de abril

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, o programa oferece isenção de tributos às instituições que aderem ao programa.

Os estudantes selecionados podem pleitear ainda Bolsa Permanência, para ajudar nos custos dos estudos, e podem também usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para garantir parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Brasil

Rio restabelece parte dos serviços atingidos por ataque hacker

Publicados

em

A Prefeitura do Rio de Janeiro vai utilizar, a partir de hoje (19), o site prefeitura.rio como plataforma para transmitir informação à população até que os serviços do portal estejam totalmente restabelecidos. Para tentar amenizar os problemas enfrentados pelos usuários, a prefeitura já vinha usando todos os perfis do município nas redes sociais para prestar os serviços, uma vez que eles não foram atingidos por um ataque cibernético da madrugada de segunda-feira (15).

Segundo a administração municipal, o ataque hacker na segunda-feira ao Datacenter foi registrado na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) para que o responsável possa ser identificado e punido. “Mais informações estão sendo levantadas e serão repassadas às autoridades policiais”, informou a prefeitura.

Ontem (18) à noite, além da consulta às edições anteriores, a equipe da Empresa Municipal de Informática (IplanRio) conseguiu fazer a publicação do Diário Oficial do Município. Conforme a prefeitura, com isso, a edição de ontem e a desta sexta-feira já estão à disposição da população e podem ser acessadas no endereço do Diário Oficial.

O trabalho para o restabelecimento total do Datacenter municipal e a volta de todos os sistemas tem sido feito de maneira ininterrupta pelos servidores da IplanRio. “Os sistemas já recuperados vão permanecer offline até que o ambiente digital esteja seguro em sua totalidade”, disse a prefeitura.

“A prefeitura pede a compreensão dos cariocas e ressalta que os servidores seguem trabalhando 24 horas para recuperar o sistema na sua integralidade o mais rápido possível”, assegurou.

Apesar dos avanços, tanto o retorno online do Portal da Prefeitura, como todas as páginas de serviços aos cidadãos, segue sem previsão.

Leia Também:  SP lança programa de fomento à cultura com investimento recorde

Saúde

Na Secretaria de Saúde, o atendimento aos pacientes não foi afetado. O Sistema de Regulação (Sisreg), hospedado no datacenter do Ministério da Saúde, continua funcionando normalmente.

A situação é diferente em algumas unidades de saúde, que funcionam com a rede do Iplan. Nesses locais, não é possível inserir novos pedidos de exames e consultas nos sistemas de regulação. “Neste caso, o processo está sendo registrado manualmente para depois ser inserido. Nas unidades de urgência e emergência, o atendimento segue normal, mas foi preciso retornar ao prontuário de papel”, informou a prefeitura.

O Instituto de Vigilância Sanitária (Ivisa-Rio) está temporariamente sem os serviços de Licenciamento Sanitário Online, consulta aos processos eletrônicos, emissão de documentos online, agendamento de castração e sistema de chipagem animal. Já os atendimentos nas unidades veterinárias e as demandas de zoonoses, além de fiscalizações, ocorrem sem interrupções.

Fazenda

Os sistemas fazendários continuam fora do ar, incluindo arrecadação de IPTU e de emissão de nota fiscal, pagamento do imposto sobre a transmissão de bens imóveis (ITBI). A Secretaria de Fazenda e Planejamento informou que mesmo com o problema no portal, a arrecadação não deve ser atingida pelo período de paralisação.

“As guias de ITBI emitidas no site podem ser pagas até a data de vencimento, que é o prazo de 30 dias após a emissão. Quem não imprimiu com antecedência uma guia, sem mora ou multa, que tenha vencimento nesses dias, pode simplesmente gerar um novo protocolo para receber outra guia com nova data de vencimento. As guias de ITBI que são emitidas após a escritura do imóvel, com incidência de mora ou multa, têm o mesmo valor até o último dia útil do mês”, informou.

Leia Também:  Resultado do ProUni já está disponível na internet

A prefeitura lembra que as guias de pagamento do Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e do Imposto sobre Serviços (ISS) vencem no início do mês. “Caso o contribuinte não tenha realizado o pagamento dentro da data de vencimento, é importante lembrar que o valor da multa é mensal e vale até o último dia útil de agosto”.

Já os contribuintes que emitem a Nota Carioca podem preencher um Recibo Provisório de Serviço (RPS), obtido virtualmente ou em papelarias, e realizar a substituição pela Nota Carioca posteriormente.

“Para não prejudicar o contribuinte, a Secretaria de Fazenda e Planejamento publicará uma resolução em que não vai considerar como dias úteis os dias de paralisação do sistema”, informou a prefeitura.

Assistência e educação

O atendimento de CadÚnico nos centros de referência de assistência social (Cras) foi suspenso pela Secretaria de Assistência Social, mas os outros atendimentos estão funcionando normalmente.

Na área da educação, as aulas não foram suspensas em consequência do ataque hacker na rede municipal de ensino e nem houve prejuízos à vida acadêmica.

Os serviços do Centro de Operações (COR), o 1746 e o aplicativo Táxi.Rio operam normalmente.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA