PORTO VELHO

Brasil

São Paulo tem queda de latrocínios e de homicídios dolosos em maio

Brasil

Em maio, as ocorrências de homicídios dolosos (com intenção) e latrocínios (roubo seguido de morte) caíram em todo o estado de São Paulo na comparação com o mesmo mês de 2021, segundo balanço que foi divulgado hoje (24) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Os homicídios passaram de 257 para 228 casos, enquanto os latrocínios caíram de 16 para 13 ocorrências, na mesma base de comparação.

O total de casos de estupros cresceu, passando de 889 ocorrências no ano passado para 1.073 em maio deste ano.

A secretaria, no entanto, prefere fazer essa comparação com o ano de 2019, antes da pandemia, alegando que, naquele momento, não havia restrição de circulação de pessoas nas ruas. Tendo essa base como comparação, houve queda no número de latrocínios (com o registro de dois casos a menos) e de estupros (com cinco ocorrências a menos). Já os homicídios cresceram 6,5% quando comparado ao mesmo mês de 2019. As mortes intencionais passaram de 214 para 228.

Leia Também:  Rio: PF prende suspeito de atentado contra consulado da China 

Furtos e roubos

Em maio, a secretaria recebeu 19.644 notificações de roubos em todo o estado. Isso representa aumento em relação ao ano passado, quando 18.318 ocorrências foram registradas em São Paulo, e queda em relação a 2019, quando foram computados 21.390 casos.

Em relação a furtos em geral, foram abertos 48.725 boletins de ocorrências em maio, bem acima dos 36.665 furtos contabilizados há um ano. Em 2019, foram 46.625.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

‘Virou minha inimiga’, diz idosa que sofreu golpe milionário da filha

Publicados

em

Obra de Tarsila do Amaral desviada por golpe de filha contra mãe no Rio
Reprodução Redes Sociais – 10.08.2022

Obra de Tarsila do Amaral desviada por golpe de filha contra mãe no Rio

Vítima de um golpe milionário envolvendo obras de arte, a viúva do colecionador Jean Boghici disse ontem ao Fantástico, da TV Globo, que a filha Sabine, responsável pelo plano e presa na última quarta-feira, se tornou sua “inimiga”. Inicialmente enganada por falsas videntes, Geneviève Boghici, de 82 anos, chegou a transferir mais de R$ 5 milhões em duas semanas antes de desconfiar da trama. Quando decidiu parar com os depósitos — pagamentos para um suposto tratamento espiritual para evitar que Sabine morresse por conta de uma maldição —, ela passou a ser ameaçada, até de morte, e a ter quadros e joias roubados.

Por trás do esquema, estão Sabine e Rosa Stanesco Nicolau, conhecida como Mãe Valéria de Oxossi, que mantêm um relacionamento. Rosa, que incluiu parentes no golpe, também foi presa pela Polícia Civil, na Operação Sol Poente. Geneviève não quer dar entrevistas, mas leu uma carta com “algumas reflexões”:

“Não procurei mais cedo a Justiça porque meu estado físico e emocional estava muito abalado. E eu estava também com muito medo. Não é fácil falar de filha, ainda mais numa situação dessa. Filha que foi criada com muito amor, com carinho e todo o conforto. E que, de repente, vira seu maior inimigo e pesadelo, lhe fazendo temer pela sua própria vida. Mas, graças a Deus e aos meus amigos, a Justiça foi feita. Me sinto agora protegida e livre de uma situação que poderia ser macabra.”

Os prejuízos à idosa somariam mais de R$ 700 milhões. Ela diz ainda sentir medo:

“É um processo que está acontecendo, e o meu medo não passou totalmente.”

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Leia Também:  Ceará e Bahia lideram reclamações sobre preço de combustíveis

Fonte: IG Nacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA