PORTO VELHO

Brasil

Terça-feira ensolarada e extremamente seca, com noite fria, no Acre e parte de Rondônia, Amazonas e Mato Grosso. Tempo seco, com ventos intensos, no Distrito Federal e Goiás.

Brasil

ESTADOS DE ALERTA E DE EMERGÊNCIA

A onda de frio polar que chegou na última sexta-feira (2/8/2019) é extremamente seca. Assim, alertamos a população para a baixa umidade extrema durante esta semana, quando os percentuais poderão ficar próximos ou inferiores a 15% no Acre, Rondônia, Mato Grosso, sul e oeste do Amazonas, planícies da Bolívia e região de selva do Peru. Assim, fica caracterizado o estado de alerta para a saúde humana. Se ficar inferior a 12%, caracteriza o estado de emergência para as pessoas. Portanto, deve-se ingerir muito líquido e evitar ficar exposto ao Sol. Também deve-se evitar fazer exercícios físicos excessivos.

SOL

Rio Branco: Nasce às 5h45min e se põe às 17h28min.

Cruzeiro do Sul (Acre): Nasce às 6h2min e se põe às 17h50min.

Porto Velho: Nasce às 6h28min e se põe às 18h14min.

Manaus: Nasce às 6h6min e se põe às 18h5min.

Brasília: Nasce às 6h33min e se põe às 18h2min.

RONDÔNIA

Em Rondônia, tempo muito seco e ensolarado. Noite fria, principalmente no sul e no oeste rondoniense.
A umidade ar mínima, durante a tarde, oscila, entre 12 e 25%, no sul e no oeste rondoniense, e, entre 15 e 30%, nas demais áreas.
Os ventos sopram, entre fracos e calmos, da direção sudeste e variações do sul e de leste.
Temperaturas:
– Porto Velho, mínima, entre 15 e 17ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC;
– Ariquemes, mínima, entre 14 e 16ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC;
– Vilhena, mínima, entre 14 e 16ºC, e máxima, entre 30 e 32ºC;
– Costa Marques e Guajará-Mirim, mínima, entre 9 e 11ºC, e máxima, entre 29 e 31ºC;
– Cacoal, Ji-Paraná e Jaru, mínima, entre 12 e 14ºC, e máxima, entre 31 e 33ºC.

Leia Também:  PIMENTA BUENO RECEBE EMPENHO DE R$ 1.2 MILHÕES DE REAIS PARA RECUPERAÇÃO DAS ESTRADAS VICINAIS.

ALERTAS

FRIO

Acre, Rondônia, Mato Grosso (Cuiabá e Pantanal), Amazonas (sudeste, sul, sudoeste e oeste) e Goiás (sul e sudoeste): A temperatura cai acentuadamente durante a noite. No leste e no sul do Acre, as mínimas, ao amanhecer, deverão oscilar entre 5 e 10ºC.

ALERTA NÍVEL ALTO DE BAIXA UMIDADE DO AR

1. Acre, Rondônia, Amazonas (sudeste, sul e sudoeste), Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Bolívia (planícies) e Peru (centro e sul da região de selva): Durante esta semana, a umidade do ar ficará muito baixa, entre 12 e 20%, na parte da tarde, caracterizando estado de alerta para a saúde humana. No entanto, em algumas cidades, principalmente, do Acre, de Rondônia e do sul do Amazonas, poderá ficar abaixo de 12%, caracterizando o estado de emergência para as pessoas. Deve-se ingerir muito líquido e evitar ficar exposto ao Sol entre 10h e 16h, sem a devida proteção. Evitar, também, fazer exercícios físicos.

ALERTA NÍVEL MÉDIO

Amazonas (nordeste e leste): Média probabilidade de ocorrência de temporais, com chuvas fortes, raios e ventanias, em vários pontos isolados.

CONDIÇÕES GERAIS NO MOMENTO

1. Uma imensa massa de ar extremamente seco, de origem polar, deixa o tempo bom e ensolarado, com noite fria, no Acre, Rondônia, sudeste, sul, sudoeste e oeste do Amazonas, Mato Grosso, centro, sul e sudoeste de Goiás, planícies da Bolívia e região de selva do Peru.

2. Uma massa de ar seco e um centro de alta pressão atmosférica no oceano Atlântico deixam o tempo bom, com ventos intensos e noite amena, no Distrito Federal, em Goiás e no leste de Mato Grosso.

Leia Também:  São Paulo: Itu inicia rodízio no fornecimento de água

3. Elevada umidade do ar e chuvas diárias, mas passageiras, que podem ser fortes e acompanhadas de raios em alguns pontos, predominam no norte, nordeste e leste do Amazonas.

4. Temperaturas noturnas baixas nos Andes bolivianos e peruanos. Em Lima e no centro e sul do litoral do Peru, o tempo mantem-se ameno, com céu encoberto e garoa leve.

PRÓXIMOS DIAS

1. Uma imensa massa de ar polar deixa o tempo ensolarado e extremamente seco, com noites frias, até, pelo menos, o amanhecer da próxima quinta-feira (8/8/2019), no Acre, Rondônia, Mato Grosso, Goiás (sul e sudoeste), Amazonas (sudeste, sul, sudoeste e oeste), Bolívia (planícies) e Peru (centro e sul da região de selva).

2. Mato Grosso (leste), Goiás e Distrito Federal: Tempo bom e seco, com ventos intensos, vai predominar, pelo menos até a próxima quinta-feira (8/8/2019). As noites ficam amenas no Distrito Federal e em boa parte de Goiás e de Mato Grosso.

3. Amazonas (centro, noroeste, norte, nordeste, leste e sudeste): Calor abafado e chuvas pontuais e passageiras, que podem ser fortes e acompanhadas de raios, vão predominar até, pelo menos, a próxima quinta-feira (8/8/2019).

4. Bolívia (Andes), Peru (centro e sul dos Andes): Noites muito frias, até, pelo menos, a próxima quinta-feira (8/8/2019).

 

 

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

Museu da Língua Portuguesa é reaberto com presença de autoridades

Publicados

em


O Museu da Língua Portuguesa, instalado na histórica Estação da Luz, foi reinaugurado hoje (31) com a presença de representantes de países lusófonos, entre eles os presidentes de Cabo Verde e Portugal. O português Marcelo Rebelo de Sousa condecorou a instituição com a Ordem de Camões, a honraria foi concedida pela primeira vez. O público poderá visitar o espaço a partir deste domingo (1º).

O prédio sofreu um incêndio de grandes proporções em 21 de dezembro de 2015 e teve que ser completamente reformado. Além do conteúdo das exposições, que foi revisto e ampliado, o museu contará, a partir da reabertura, com um novo terraço, com vista para o Jardim da Luz e a torre do relógio, e instalações de reforço da segurança contra incêndio.

“Aqui viemos para dizer que uma língua é uma alma feita de milhões de almas, pela qual se ama, se sofre, se cria, se chora, se ri, se pensa, se escreve, se fala”, celebrou Sousa. O presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, destacou a união dos países lusófonos e as contribuições de escritores. “Uma língua que foi cada vez mais apropriada e reconstruída e acarinhada, afagada pelos deuses, os deuses da nossa língua comum são, para além dos nossos povos humildes, aquelas que a melhor a trabalham e divulgam.”

Leia Também:  DPVAT pode ser solicitado por telefone nesta pandemia; saiba seus direitos

Foram investidos cerca de R$ 85 milhões nas obras de reconstrução com diversos apoiadores privados e do governo do estado de São Paulo e do governo federal, pela Lei de Incentivo à Cultura. As obras começaram em 2017 e foram acompanhadas pelos órgãos federais, estaduais e municipais de proteção do patrimônio histórico e artístico.

“Este é o primeiro museu do mundo dedicado a um idioma e que está de volta depois de um longo período de reforma. (…) Voltou melhor, com mais recursos, mais tecnologia, ampliado e fortalecido com todos os cuidados que foram objeto dessa reconstrução do museu”, declarou o governador de São Paulo, João Doria.

Exposições

Novas instalações entre as exposições de longa duração marcam a reabertura do museu. Elas ficam dispostas no segundo e no terceiro andar do prédio. Entre as novidades, está a “Línguas do mundo”, na qual mastros se espalham pelo hall com áudios em 23 diferentes idiomas. Foram escolhidas línguas, entre as mais de 7 mil existentes, que tenham relação com o Brasil, incluindo expressões originárias, como yorubá, quimbundo, quéchua e guarani-mbyá.

Leia Também:  STJ decide futuro de Lula. Veja os possíveis cenários do julgamento desta terça

Os sotaques e as expressões do português no Brasil ganham espaço na instalação “Falares”. E os “Nós da Língua Portuguesa” mostram os laços e a diversidade cultural entre os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). O idioma é falado em cinco continentes por 261 milhões de pessoas.

Continuam a ser exibidas, assim como nos quase 10 anos em que o museu esteve ativo, a instalação “Palavras Cruzadas”, que mostra influências históricas no português falado no Brasil e a “Praça da Língua”, que homenageia a língua falada, escrita e cantada com um espetáculo de som e luz. A praça, uma espécie de planetário, traz poemas e músicas interpretados por nomes como Maria Bethânia e Matheus Nachtergaele. 

O museu tem curadoria de Isa Grinspum Ferraz e Hugo Barreto e contou com a colaboração de artistas, músicos, linguistas, entre outros profissionais.

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA