PORTO VELHO

Brasil

Chacina: polícia identifica duas mulheres achadas em carro carbonizado

Brasil

Outro carro carbonizado foi encontrado em Goiás com 4 corpos dentro
Divulgação/Polícia Militar de Goiás

Outro carro carbonizado foi encontrado em Goiás com 4 corpos dentro


A Polícia Civil de Minas Gerais confirmou, nesta terça-feira (24), que dois corpos encontrados em uma carro carbonizado na cidade mineira de Unaí são de duas mulheres pertencentes à  família do Distrito federal alvo de uma chacina. 

Em coletiva de imprensa, foi informado que os cadáveres são de Renata Luciene Belchior, mãe de Thiago Gabriel Belchior de Oliveira e sogra de Elizamar da Silva, e Gabriela Belchior, irmã de Thiago.

O veículo onde estavam mãe e filha foi achado no dia 14 de janeiro, um dia após outro carro relacionado aos desaparecimentos da família ter sido encontrado, também carbonizado. 


De acordo com Naray Jesimar, diretora do Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte, ainda não é possível afirmar se as mulheres estavam vivas ou mortas quando colocadas no veículo incendiado. 

“A anatomopatologia vai tentar identificar se essas pessoas estavam vivas e foram alvejadas ou se essas pessoas foram queimadas depois de mortas. Isso leva um tempinho um pouco maior para ser definido”, destacou durante a coletiva. 

Leia Também:  Saúde assina contratos para obter 138 milhões de doses de vacinas da Pfizer e Janssen

Também foi informado que foi necessário utilizar um método conhecido como identificação em trio, onde foram coletadas amostras de DNA de Renata, Gabriela e  Macos Antônio Lopes de Oliveira, marido e pai, respectivamente, das vítimas. Ele também foi encontrado morto ao longo das investigações da chacina. 

“Para a gente ter uma análise mais robusta, eles encaminharam para a gente esses dados genéticos do Marcos e a gente conseguiu fechar a paternidade dele em relação àquele corpo mais jovem, e a maternidade daquele corpo feminino que foi identificado aqui no IML como o corpo de uma mulher de uma idade maior do que a do segundo corpo”, explicou Giovani Vitrtal, perito criminal.

Nove pessoas identificadas

A polícia agora já identificou 9 das 10 pessoas encontradas. No total, 10 pessoas estavam desaparecidas desde o dia 12 de janeiro. As vítimas identificadas são: 

– Elizamar da Silva, cabeleireira; – Thiago Gabriel Belchior, marido de Elizamar; – Rafael da Silva, filho de Elizamar e Thiago; – Rafaela da Silva, filha de Elizamar e Thiago; – Gabriel da Silva,  filho de Elizamar e Thiago; – Marcos Antônio Lopes de Oliveira, pai de Thiago e sogro de Elizamar; – Claudia Regina Marques de Oliveira, ex-mulher de Marcos Antônio Lopes de Oliveira; – Renata Luciene Belchior, mãe de Thiago e esposa de Marcos Antônio; – Gabriela Belchior, irmã de Thiago, filha de Renata e de Marcos Antônio.

Leia Também:  Plano Urbanístico para Centro de SP nasce com R$ 100 milhões em caixa

Ao todo, três suspeitos por envolvimento na chacina já foram detidos, são eles: Gideon Batista de Menezes, Horácio Carlos Ferreira Barbosa e Fabrício Silva Canhedo.

Horácio, inclusive, admitiu em depoimento prestado que matou, junto com Thiago e Gideon Batista, a cabeleireira e seus filhos . Ele explicou que foi contratato pelo marido e pelo sogro de Elizamar para dar um “susto” na mulher.

Contudo, ao chegar na chácara da família na região do Paranoá, no dia 12 de janeiro, foi surpreendido pelo fato de que as crianças também estavam no carro. Mesmo assim decidiram seguir com o plano.

A situação teria saído de controle quando a mulher teve um infarto e, sem saber o que fazer, Thiago ligou para o pai para buscar ajuda. A decisão posterior foi de executar as crianças, dado que a cabeleireira já estava sem vida pouco tempo depois. 

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 75 milhões

Publicados

em

O Concurso 2.559 da Mega-Sena, que será realizado hoje (28) à noite em São Paulo, pagará o prêmio de R$ 75 milhões a quem acertar as seis dezenas. O sorteio será às 20h no Espaço da Sorte.

O último concurso (2.558), na última quarta-feira (25), não teve ganhadores na faixa principal, e o prêmio ficou acumulado. Foram sorteadas as dezenas: 02 – 10 – 18 – 25 – 34 – 44.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Defesa Civil de MG contabiliza 16 óbitos em decorrência das chuvas
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA