PORTO VELHO

Colunistas

ENVERGONHADOS  E ENTRISTECIDOS, TEMOS QUE PEDIR PERDÃO PELO QUE O INSS FEZ AO SENHOR, SEU JORGE!

Colunistas

 

Perdão, Seu Jorge! Todos os brasileiros decentes se sentiram, mais uma vez, muito envergonhados com o que aqueles quem comandam esse país, fazem como gente com problemas assemelhados aos seus, permitindo que servidores relapsos e irresponsáveis, tratem pessoas em situações como a que todos nós vimos, indignados, naquela escada horrorosa em que o senhor se arrastou. O INSS, criado há mais de meio século, acabou engolido pela burocracia e pela falta de humanidade. Por atos relapsos e por desleixo. Transformou o senhor, seu Jorge e outros iguais, apenas em números. Tornou-se, gente pobre e deficiente como o senhor, verdadeiros inconvenientes, que frequentam  agências do órgão apenas para levaram problemas. Claro que não são todos, mas há muitos servidores, de cima até em baixo, que não têm mais sentimentos de humanidade e de solidariedade. Quando  um velho  professor,  hoje doente e deficiente, ele mesmo que dedicou toda a sua vida a ensinar, tem que se arrastar em escadas de um prédio sem elevador (porque ele está sem funcionar há mais de seis meses e ninguém fez nada, ninguém pensou em gente como o senhor), para passar por uma perícia médica, só podemos nos envergonhar.  O sentimento é uma mescla de tristeza com raiva; de pena com indignação. Ao se ver o quanto o idoso professor, cadeirante, teve que arrastar-se escada acima, penosamente, em cenas que envergonham a todos os brasileiros de bem que as assistiram,  num vídeo que viralizou nas redes sociais, sem ajuda de qualquer servidor e sem pena dos funcionários, atendentes e médicos, esperava-se que a tragédia já era suficiente. Não era. Além do vídeo dantesco, após o lamentável episódio registrado dias atrás numa agência do INSS no Rio de Janeiro, pessoas e autoridades tentaram explicar o inexplicável,. Sequer comentaram porque o pobre coitado ainda teve que suportar um castigo de três horas, antes de ser atendido. E, pior ainda: houve quem ainda tentasse culpar a vítima. Um escárnio.

É esse o Brasil que temos. É assim que muitos órgãos (e não só o INSS) tratam as pessoas comuns e principalmente os deficientes. Se todos os envolvidos, do porteiro aos médicos, assim como os chefes deles, fossem demitidos a bem do serviço público, se poderia ainda ter alguma esperança de que as coisas estariam mudando mesmo. Mas o que restou, seu Jorge, foram apenas explicações pífias, idiotas, sem nexo e, em alguns depoimentos, quase a tentativa de colocar a culpa no senhor, uma vítima, um  deficiente, um doente. Como nada vai acontecer a esses ineptos, não nos resta outra coisa a não ser nos desculparmos, em nome deles, com o senhor e todos como o senhor. Que nos perdoe, por aceitarmos gente assim no serviço público e, no comando deste pais, tantos demagogos, irresponsáveis e desumanos! Quem não viu o  vídeo, pode assistir no link  https://globoplay.globo.com/v/7756103/

 

APROVEITA E CAI FORA, DEPUTADA!

Deu xabu! A mentalidade retrógrada do PDT ficou muito clara, mais uma vez, quando o partido começa a fazer barulho, avisando que pode até expulsar oito parlamentares , porque eles votaram a favor da Reforma da Previdência, ou seja, votaram a favor de uma chance de o Brasil não quebrar, em poucos anos. Ainda com discurso nos anos 70 e querendo manter políticas sindicalistas que já perderam sua força há décadas, a cúpula pedetista exige que seus membros não vislumbrem o futuro, mas vivam apenas para o passado. Nesse contexto, há que se destacar, por exemplo, a coragem da deputada rondoniense Silvia Cristina, eleita pela região e Ji-Paraná. Ela e outros sete parlamentares deram uma banana para o atraso defendido pelo partido, que em convenção no final do ano passado fechou questão contra uma reforma previdenciária cujo projeto final só foi apresentado quase oito meses depois. Ou seja, dane-se o país! É importante dizer que, caso seja expulsa com outros companheiros seus que votaram a favor do projeto do governo, Silvia Cristina não perde o mandato. Pode até ser um prêmio. Ela pode se livrar desse ranço engessado de políticas que já morreram, embora ainda insepultas. Quem sabe Silvia Cristina não vá para um partido mais moderno, mais comprometido com o futuro do seu país? Vamos esperar para ver…

Leia Também:  STF DECIDE HOJE SE RONDÔNIA TERÁ QUE PAGAR DÍVIDA PORNOGRÁFICA DO BERON OU SE NOS LIVRAREMOS DESSA PRAGA

 

PAGAMOS A LUZ NA CASA DOS OUTROS

Assim não tem quem aguente! Mais de 110 mil rondonienses roubam energia, fazendo gatos e passando para o restante dos consumidores, o preço da conta que eles não pagam. Numa população aproximada de 1 milhão e 700 pessoas,  com perto de 650 mil clientes cadastrados na Energisa/Ceron,  há quase 17 por cento de usuários do sistema que simplesmente furtam a energia, deixando seu consumo ser rateado entre todos aqueles que a pagam. O usuário que cumpre suas obrigações e paga a energia consumida é, ainda, duplamente prejudicado. Não só vê subir cada vez mais o preço da sua conta de luz, também para compensar as perdas com os que gastam, mas não pagam, como ainda, na condição de cidadãos, ficam a ver navios com os impostos não recolhidos. Isso mesmo. Impostos que poderia reverter em serviços para todos. Só em ICMS, segundo dados divulgados dias atrás pela Energisa, Rondônia deixa de faturar nada menos do que 25 milhões de reais por ano, uma grana muito alta que deixa de entrar nos cofres públicos. Não há como zerar o furto de energia, mas há como diminuí-lo. A Energisa/Ceron está fazendo uma caça aos ilegais, incluindo no período noturno, com seus funcionários acompanhados por policiais, para lhes dar proteção. É que tem muita gente que, além de furtar a energia, ainda se acha cheia de razão. Não quer pagar e quer que continue tendo luz em abundância. Seria cômico, não fosse trágico!

 

HILDON MOSTRA SUAS OBRAS

Acompanhado por jornalistas de vários veículos da mídia rondoniense, o prefeito Hildon Chaves liderou uma série de visitas a obras que estão sendo executadas, ao mesmo tempo, em diferentes bairros da Capital, nesse sábado de manhã. Destaque-se a ampla reforma que, finalmente, está sendo feita no colégio Padrão, um dos mais queridos da cidade e que estava abandonado há anos. Investimentos de mais de 3 milhões e 300 mil reais estão sendo feitos, num gigantesco trabalho que tem mais de 25 mil metros quadrados. Também merecem destaques o asfaltamento em pelo menos cinco ruas do bairro Cohab: Maçã, Hortelã, São Miguel, São Sebastião e Murici, com mais de dois quilômetros de asfalto de qualidade sendo colocados. Trecho de um quilômetro da avenida Raimundo Cantuária, no bairro Socialista, também está sendo asfaltado, além de receber obras de calçadas, sarjetas e meio fio. O quarto serviço da Prefeitura visitado,  foi a de drenagem e pavimentação da Rua do Canal, no bairro Areal da Floresta. É uma obra reivindicada pelos moradores há mais de 45 anos, segundo a Prefeitura. Hildon Chaves disse que vai investir pesado no asfaltamento dos bairros e melhoria em várias regiões da Capital, ampliando o pacote de obras que tem realizado.

 

BOLSONARO DÁ OK À DUAS BRS

O governador Marcos Rocha anunciou, essa semana, pelo menos duas grandes obras para Rondônia, confirmadas a ele em encontro recente com o presidente Jair Bolsonaro. A primeira delas é de extrema importância não só para nosso Estado, mas para toda a região. O governo federal vai começar a tratar da concessão, ainda em 2019, para privatizar a BR 364, com o intuito de que, já no ano que vem, começarem as obras de duplicação da principal rodovia federal que nos liga desde a fronteira com o Mato Grosso e nos leva mais de 1.200 quilômetros, até a capital do nosso vizinho Acre. Para Marcos Rocha, só com a concorrência para entregar a BR a empresas, se poderá conseguir recursos necessários para construir uma segunda pista em toda a extensão da BR 364. A segunda grande obra que deve andar já neste ano, segundo garantiu o Presidente da República ao Governador rondoniense, é o início do asfaltamento da parte central – em torno de 450 quilômetros – da BR 319, ligando Porto Velho a Manaus. Rocha confirmou as duas decisões do Planalto em entrevista à SICTV/Record, nessa semana.

Leia Também:  20 nomes na briga pela prefeitura da capital

 

DNIT: DEFENDENDO OS COLEGAS

Um inédito manifesto de servidores, em defesa dos seus companheiros e chefes, foi divulgado no final de semana, manifestando “profundo pesar” pela forma como foi realizada a Operação Mão Dupla, da Polícia Federal, que culminou com a prisão de vários dirigentes e servidores do alto escalão do órgão, em Rondônia. Num longo texto, onde resumem as atividades do Dnit e os avanços conquistados nos últimos tempos, o protesto do grupo de servidores afirma, num dos trechos, que “é importante ressaltar que essa investigação iniciou com a denúncia a partir da representante de uma empresa que vem gerindo seu contrato de forma insatisfatória, irregular e com um baixo desempenho, sendo alvo de inúmeras notificações, assim como respondendo a  Processo Administrativo de Apuração de Responsabilidade”. Ou seja, repetiram que as acusações contra o grupo denunciado que houve uma espécie de vingança, repetindo o que já vinham dizendo advogados e representantes dos denunciados no caso. Os representantes do Dnit continuam detidos. A  acusação é sobre  desvios de 10 milhões de reais, das obras de recuperação da BR 364.  Até agora, não foi apresentada prova concreta de que isso tenha ocorrido, mas as investigações continuam.

 

OS TUCANOS ANDAM SE BICANDO

Claro que a crise não é tão grande quanto o é no MDB, mas também os tucanos daqui andam se bicando entre si. Pelo menos em Porto Velho. O vereador Alan Queiroz, um dos nomes de destaque no partido, recebeu uma reprimenda pública do presidente do diretório municipal do PSDB, Lindomar do Sanduba´s, porque teria o Alan comentado publicamente, de que houve uma troca de diretora de uma escola, por decisão da cúpula do partido. A confusão começou com a troca do comando da Escola Jerusalém da Amazônia. Sairia a professora Francisca das Chagas Sobreira e entraria uma outra pessoa, dona Taciana, indicada por Alan. Houve forte reação da comunidade escolar, protestando publicamente contra a troca, inclusive por abaixo-assinado com grande participação. Questionado, Alan teria afirmado que a decisão teria sido da cúpula do PSDB, porque Francisca estaria atacando o prefeito Hildon Chaves pelas redes sociais. O presidente do diretório municipal dos tucanos ficou revoltado com a afirmação do vereador. Negou qualquer ingerência do partido na troca de direção da escola e avisou que denunciará seu companheiro à comissão de ética do partido. A política é assim: quando não há crise, cria-se uma, porque senão as coisas parecem não ter graça!

 

PERGUNTINHA

Nos 29 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, o ECA, você acha que a situação dos menores no Brasil melhorou realmente ou a legislação serve mais é para proteger menores que praticam crimes se tornarem inimputáveis?

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Artigos

O DIA MAIS FELIZ DA MINHA VIDA

Publicados

em

Ele esperava por aquela data como se fosse casar ou se formar. Milhões, para não dizer bilhões, na verdade, esperavam. Em todo o mundo.

Desde fevereiro ou março ele desejara ardentemente que gostaria de se vacinar contra a COVID-19 até o seu aniversário, dali a três, quatro meses. Por volta de maio, há algumas semanas da sonhada data, ele passara a profetizar que iria ser vacinado no dia de seu nascimento.

Cadastrou-se no aplicativo da Prefeitura de Porto Velho/RO e ficou aguardando. Ansiosamente.

Foi acompanhando, passo a passo, o ritmo da vacinação e não é que, pela lógica do andamento, bem como sua faixa etária, não seria possível conciliar as duas tão relevantes datas?

No entanto, a confirmação efetiva veio apenas na noite anterior. Sua noiva deu-lhe a boa nova e ainda comentou: “Meu Amor, você vai ser vacinado no dia do aniversário, como você havia dito. Olha só como Deus é bom com você?”

Mais algumas informações básicas obtidas com a Secretária Municipal de Saúde e tudo pronto. No dia 22 de junho ele realizaria o sonho de bilhões ao redor do mundo. Seria, finalmente, imunizado!

No felizardo dia, colocou a sua melhor roupa; “roupa de tirar sangue” – como os antigos chamavam. Além de ser roupa de trabalhar.

Chamou o UBER e só nessa hora percebera que o cartão cadastrado havia sido recusado. Os poucos trocados que tinha na carteira foram o suficiente para pagar a corrida e dar uma boa gorjeta (quase o dobro) para o gentil motorista, Sr. Ênisom.

Chegou lá bem antes do início da vacinação. Queria mesmo ser vacinado na data em questão. No entanto, tinham alguns mais ansiosos. Para ser mais exato, de 800 a 1000 pessoas. Não importava. Aguardaria o que fosse preciso. Por precaução, levara consigo um livro (Roosevelt, de Lord Roy Jenkins) para ler.

Na fila, parecia que a capital inteira estava lá. Divertira-se bastante conversando com muitas pessoas. Que dia agradabilíssimo!

Lembrara-se que vira, num jornal qualquer, que, nos Estados Unidos, o governo estava premiando e mesmo dando dinheiro para quem fosse se vacinar. Por aqui, as pessoas se acotovelavam para conseguir o imunizante. Cerca de meia hora depois que chegara a fila já havia dobrado!

Neste ponto, que me perdoe nosso Presidente da República, os brasileiros têm razão!

A conversa com as pessoas, aliada à eficiência do pessoal da Prefeitura, fez com que nem necessitasse abrir o livro.

Chegou a aguardada hora. Primeira dose, três dias sem beber e ponto final. Imunizado!

Estava radiante. Tão feliz que se sentiu na “obrigação” de fazer um discurso. Pediu a atenção de todos e disse algo mais ou menos assim:

Leia Também:  A PROBLEMÁTICA PORTO VELHO TEM  120 MIL  NOVOS MORADORES A MAIS EM SETE ANOS

“Atenção, sou Reginaldo Trindade, do Ministério Público Federal.

O mundo inteiro está de joelhos e mesmo de luto diante dessa pandemia.

No entanto, isso vai passar, como tudo na vida.

Gostaria de parabenizar, com toda a força do meu coração, todos vocês.

Vocês, profissionais da saúde, são soldados! Soldados de branco a serviço da vida!”

As breves palavras (o serviço não podia parar!) foram sucedidas de caloroso aplauso de todos que ali estavam.

Não perguntem o porquê, mas justamente na hora em que iria vacinar-se havia uma equipe de televisão no local que registrou tudo. Deve ter sido uma dessas coincidências que só Deus explica, na medida em que somente sua noiva, familiares e servidores que trabalhavam consigo sabiam que ele receberia sua vacina naquela data.

Pediram-lhe e ele concedeu uma entrevista.

Falou da sensação de alívio e, talvez até exagerando um pouquinho, comparou o dia com a data de sua formatura, de seu casamento, do seu divórcio, do seu noivado e do nascimento dos filhos.

Chegou até a concitar as pessoas a tomarem a segunda dose. Segundo viu no noticiário, são milhões que não voltaram para o reforço.

Lamentou apenas o fato de que perdera seu irmão há pouco mais de dois meses para o maldito vírus.

Findos os trabalhos – vacinação, discurso, entrevista –, foi embora.

Embora pudesse cadastrar outro cartão no aplicativo do UBER, preferiu voltar a pé.

Nada melhor que uma boa caminhada para pensar na vida – em como ela era generosa consigo.

O clima de “quase neve” no dia ajudou muito na incomum decisão. Se fosse dia de sol abrasivo na Capital das Terras de Rondon ou, como diria o Prefeito Dr. Hildon Chaves, “com um sol para cada cidadão”, de certo que não ousaria tanto. Não haveria felicidade, nem empolgação que permitisse a façanha.

No caminho, meditara bastante.

Relembrara que, certa feita, fora a um Stand Up Comedy em São Paulo/SP e o comediante contou uma piada assim: que o lugarejo era tão pobre, mas tão pobre que o sonho de uma criança de oito anos era tomar uma vacina. Jamais imaginara que o mundo inteiro estaria nessa condição tão singular dali a tantos anos.

Não se cansava de dizer que quando os números de mortes, por mais horrendos que fossem, começassem a alcançar pessoas próximas, as estatísticas virariam lágrimas.

Até a Páscoa deste ano falava, com muito alívio e gratidão, que sua família e até mesmo amigos mais próximos haviam sido todos poupados.

A partir daquele domingo, porém, seu discurso mudou.

Seu irmão caçula, o mais próximo de si, foi levado precocemente pelo flagelo do novo milênio – ao menos até agora.

Leia Também:  20 nomes na briga pela prefeitura da capital

Ele foi internado no domingo de Páscoa; dali a oito dias foi entubado e bastaram dois dias de UTI para o implacável vírus levá-lo.

Apesar da dor da perda, lembrava não com raiva por eventual atraso/ausência na compra das vacinas. Não culpava ninguém.

Jesus Cristo, Nosso Senhor, tem desígnios que estão muito acima de nossa vã compreensão – tentava confortar-se.

Seria hora de celebrar a vida. E uma vida extraordinária, recém-renascida, é para ser muito celebrada!

Quanto ao irmão, sua passagem, curiosamente, teve um significado todo especial para ele. Aprendera muito com o caçula da família. Sua gratidão era tamanha que resolvera até fazer uma homenagem em camisetas e outdoor:

“Homem que viveu quase meio século da forma mais feliz possível.

Ele demonstrou, diuturnamente, também pela beleza radiante e iluminada do seu sorriso, que O SER HUMANO PRECISA DE MUITO POUCO PARA SER FELIZ E, MENOS AINDA, PARA VIVER.

Marido, Pai, Filho, Irmão, Amigo que levou ao extremo, em cada momento de sua abençoada vida, a máxima de Gandhi…

NÃO EXISTE UM CAMINHO PARA A FELICIDADE. A FELICIDADE É O CAMINHO!

Sua presença jamais morrerá com o seu corpo!

Muito obrigado, Meu Querido e Amado Irmão, por ter ensinado que nossas vidas têm que ser vividas de forma leve, gostosa, amena – porque viver é assim!

Muito obrigado por ME ENSINAR A SER FELIZ!!!!!!

Sou tão grato ao Altíssimo por ter convivido 45 anos, 07 meses e 14 dias contigo. Foram tantos momentos felizes e inesquecíveis…

Hei de, com a Graça de Deus, até o fim dos tempos, dar o meu melhor para retribuir, principalmente esforçando-me para, ao menos, tentar imitar-lhe a beleza da vida!!!!

Com MUITO AMOR,

Reginaldo Trindade”

_______________

Uma hora e quinze depois chegara em casa.

Estava alegre, aliviado, em êxtase.

Sua vida nunca mais seria a mesma…

____________

Dedicado ao Jovem Gilberto Trindade, o “Beto”, que partira tão cedo, menos de meio século de vida; mas que, mesmo assim, foi o bastante para aproveitá-la ao máximo. Tudo o que poderia….

_____________

REGINALDO TRINDADE

Procurador da República. Responsável, no Estado de Rondônia, pela Defesa do Povo Indígena Cinta Larga, de abril de 2004 a dezembro de 2017. Pós-Graduado em Direito Constitucional. Membro da Academia Rondoniense de Letras. Idealizador da Caravana da Esperança, do Bazar da Solidariedade, do Fórum do Amor e do Movimento FAROL DE ESPERANÇA – Resgatando VIDAS! (anteriormente denominado Dio: O resgate de uma vida). Futuro doador do Médico sem Fronteiras e do Greenpeace. Colaborador da Associação Pestalozzi, da Casa Família Rosetta e da Confrontando Gigantes. Ser humano abençoado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA