PORTO VELHO

Concurso Público

VEJA O EDITAL: MPF-RO ABRE INSCRIÇÕES PARA CONCURSO EM 6 ÁREAS

Concurso Público

Estudantes de Administração, Direito, Engenharia Civil, Informática e Jornalismo poderão se inscrever no concurso de estágio do Ministério Público Federal em Rondônia (MPF/RO). Poderão participar do processo seletivo somente os alunos devidamente matriculados e com frequência regular em curso de educação superior, nas instituições de ensino credenciadas, em conformidade com os convênios firmados com o MPF/RO.

A pré-inscrição pode ser feita no site do órgão e os candidatos deverão confirmar a inscrição na sede das unidades do Ministério Público até 21 de setembro. Na ocasião da confirmação de inscrição, o MPF/RO receberá (de forma facultativa) de cada candidato um pacote de fraldas, que será doado a instituições sociais sem fins lucrativos. O estágio é de quatro horas diárias e conta com bolsa de 850 reais e sete reais de auxílio-transporte por dia estagiado.

A prova está marcada para o dia 15 de outubro. Os locais de prova serão divulgados no site de inscrição até uma semana antes da aplicação da prova. Os candidatos podem disputar as vagas de ampla concorrência, de cotas para pessoas com deficiência ou de cotas para pessoas integrantes de minorias étnico-raciais. Serão formados três tipos de cadastros de reserva, um para cada grupo de concorrência.

Leia Também:  Saiba de onde vieram os votos de cada deputado federal e quais foram os mais votados em sua cidade

Para Porto Velho, são oferecidas vagas para o curso de Direito e cadastro de reserva para os cursos de Administração, Direito, Engenharia Civil, Informática e Jornalismo. Já para Ji-Paraná e Vilhena, o estágio é apenas para o curso de Direito.
O MPF/RO em Porto Velho está localizado na Rua José Camacho, 3307, bairro Embratel. Em Ji-Paraná a unidade fica na Rua Presidente Vargas, 925, 1º andar, Centro. O endereço da unidade em Vilhena é na avenida Major Amarante, 4040, 3º andar (prédio da TV Color), Centro. Para mais informações veja o edital.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Concurso Público

Concurso do Senado Federal: saiba como se preparar para o novo edital

Publicados

em

Trata-se apenas de 19 vagas e ,certamente, como de praxe, será altamente concorrido e de alta exigência

 

Essa semana, os concurseiros ficaram polvorosos com a notícia da autorização do concurso Senado Federal. Não é por menos, afinal, ser aprovado no concurso do Senado é o desejo de muitos. Mas, claro, tudo tem seu preço. Trata-se apenas de 19 vagas e ,certamente, como de praxe, será altamente concorrido e de alta exigência.

Vamos aos cargos autorizados:

  • Técnico Legislativo, na especialidade Policial Legislativo: 6 vagas;
  • Advogado, na especialidade Advocacia: 1 vaga;
  • Consultor Legislativo, na especialidade Assessoramento em Orçamentos: 1 vaga;
  • Consultor Legislativo, na especialidade Assessoramento Legislativo: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Administração: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Arquivologia: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Assistência Social: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Contabilidade: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Enfermagem: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Informática Legislativa: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Processo Legislativo: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Registro e Redação Parlamentar: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Engenharia do Trabalho: 1 vaga;
  • Analista Legislativo, na especialidade Engenharia Eletrônica e Telecomunicações: 1 vaga.

Consoante autorização do concurso do Senado, as oportunidades serão para cargos de Advogado, Consultor Legislativo, Analista Legislativo (várias especialidades) e Técnico Legislativo (Policial Legislativo). O que mais gerou espanto em alguns, foi a questão de o cargo de Policial Legislativo exigir nível superior, até o último concurso do órgão, exigia-se apenas nível médio.

Matérias que são praticamente certas de cobrança para o cargo de Policial Legislativo:

  • Português
  • Informática
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Legislação Penal
  • Segurança Institucional
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo

Para o cargo de consultor, certamente, as matérias abaixo serão objeto de cobrança:

  • Língua Portuguesa
  • Conhecimentos Gerais
  • Direito Constitucional e Administrativo
  • Administração e Políticas Públicas
  • Raciocínio Lógico
  • Língua Inglesa
  • Conhecimentos Específicos
Leia Também:  TSE terá segurança reforçada para julgamento da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer

Devido às regras eleitorais, as nomeações somente devem ocorrer no ano de 2023. Possivelmente, a data de validade do certame será de 2 anos com possibilidade de prorrogação por mais 2 anos. Assim, serão 4 LOAs, fato que permite chamar mais candidatos além do previsto na autorização.

Atualmente, apenas para o cargo de Policial Legislativo são 189 cargos vagos.

O último concurso do Senado foi realizado pela banca FGV no ano de 2011, ou seja, há 11 anos. Não seria exagero dizer que o certame de 2022 é o concurso da década! Ainda não se tem a definição da banca, mas arriscaria palpitar que a FGV tem grandes chances novamente.

Pessoal, não estamos aqui para dourar a pílula, então, se prepare, pois, o concurso do Senado não é para amadores. Tem que se dedicar de verdade. Levar o estudo a sério. Não se engane! Você estará concorrendo com pessoas de alto nível. Então, se prepare também em alto nível.

Concurso Senado – dicas para uma boa preparação

  • Invista no português: Na última prova, que teve banca da FGV, foram cobrados conhecimentos gramaticais raros. Então dedique-se bem a essa disciplina. Pontuação está entre as principais questões do conteúdo de português.
  • Ciclo de estudos: Dedique mais blocos do ciclo às matérias que você tem mais dificuldade e também às que caem mais na prova. Ao encerrar um ciclo você deve, em regra, reiniciá-lo, sem precisar mudar as matérias, nem o número de horas dedicadas a elas.
  • Faça muitos exercícios: Fazer as provas dos certames passados é uma ótima dica para memorizar os estudos e ainda aplicar o conhecimento teórico.
  • Inicie os estudos antes da publicação do edital: Esse período pré-edital é importante para você iniciar o estudo de disciplinas gerais que estiveram presentes nas provas passadas . O processo de se preparar para o concurso do Senado exige uma dedicação especial do concurseiro, já que, são provas que chamam muita atenção do público, devido à alta remuneração e qualidade de vida.
Leia Também:  Viagem de ônibus mais longa do mundo passa por Rondônia

Diante de tudo o que foi falado neste artigo, é melhor pecar pelo excesso e se aprofundar nas matérias O aprofundamento requer que você busque o seu conteúdo em mais de uma fonte de informação. Assista à videoaula, vá para o PDF e, ainda, se você achar pertinente, estude aquele conteúdo em um bom livro. Se a prova vier em um nível menos aprofundado, ponto para você. Estabeleça desde já uma rotina de estudos que seja factível para você. Lembrando que no pós edital, você precisa intensificar um pouco mais. Eu costumo comparar o pós edital àquele sprint final de uma corrida. É o seu momento de dar o seu máximo.

Se você tem dificuldade em estabelecer um cronograma de estudos, o Direção Concursos disponibiliza uma consultoria para estudar com alto rendimento. Você aprenderá a utilizar com máxima eficiência as técnicas de estudo mais eficazes no estudo para concursos. Seu consultor também fará um planejamento de estudos personalizado, apontando quais tópicos do conteúdo devem ser estudados e qual a prioridade de cada um.

E o mais importante, pessoal: mantenha o equilíbrio emocional. Sei que muitas vezes isso é bem difícil, mas sem esse equilíbrio, tudo fica mais complicado. Mantenha-se firme no seu propósito sem descuidar da sua saúde mental.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA