PORTO VELHO

Saúde

Edição 965 – Boletim diário sobre o coronavírus em Rondônia

Saúde

 

O Estado de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde – Agevisa, Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação – Setic e Secretaria de Estado da Saúde – Sesau, divulga balanço de dados referentes aos casos da covid-19 no Estado.

Nesta Terça-feira (22) foram consolidados os seguintes dados para a covid-19:

Casos confirmados – 458.454

Curados – 440.321 (96,04%)

Ativos – 10.769 (2,33%)

Óbitos – 7.364 (1,61%)

Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 17

Pacientes internados na Rede Privada – 00

Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 01

Pacientes internados na Rede Filantrópica – 00

Total de pacientes internados – 18

Pacientes em processo de regulação para leitos – 00

Testes Realizados – 1.345.869 (dados do dia 21/11/2022)

Aguardando resultados do Lacen – 27

População vacinada (dados de 22/11/2022)

Atualização do painel em 21/11/2022 às 23:01:25, com dados contidos na Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

População geral (Adulto e Infantil)
1ª dose – 1.319.051 (78,47%)
2ª dose + DU – 1.156.731 (68,81%)
3ª dose (reforço) – 488.784 (29,08%)
4ª dose (2ª dose reforço) – 142.208 (8,46%)
Dose adicional – 46.834 (2,79%)

População Infantil
1ª dose – 71.085 (37,35%)
2ª dose + DU – 37.683 (19,80%)
Dose de reforço – 139 (0,07%)
2ª dose de reforço – 46 (0,02%)
Dose adicional – 21 (0,01%)
Total de doses aplicadas: 108.974 (este total já está incluso no total geral)
Total geral de doses aplicadas: 3.153.608

– População adulta vacinável: 1.680.947
– População infantil vacinável: 190.328
Fonte: PNAD/IBGE.

*CoronaVac – 721.448
* AstraZeneca – 967.150
* Pfizer adulto – 1.808.820
* Pfizer pediátrica – 236.900
* Janssen – 74.500

Fonte: Painel de Vacinas

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março de 2020 até hoje (22 de novembro de 2022), por covid-19 são:

Leia Também:  COVID-19: Decreto flexibiliza uso de máscaras em locais abertos em Porto Velho
TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA 22/11/2022
Município Casos Totais Óbitos Totais
Porto Velho 121.966 2.719
Ji-Paraná 35.407 664
Ariquemes 34.867 564
Cacoal 30.053 358
Vilhena 24.316 328
Rolim de Moura 13.565 208
Jaru 13.355 209
Buritis 13.158 105
Pimenta Bueno 12.706 130
Machadinho D’Oeste 12.143 131
Alta Floresta D’Oeste 9.006 83
Ouro Preto do Oeste 8.699 171
Espigão D’Oeste 7.414 90
Nova Mamoré 7.192 98
Presidente Médici 6.727 100
Guajará-Mirim 6.652 244
Cerejeiras 6.004 73
Candeias do Jamari 5.974 86
São Francisco do Guaporé 5.735 58
Nova Brasilândia D’Oeste 4.875 40
Cujubim 4.867 45
Colorado do Oeste 4.594 54
Monte Negro 4.419 39
São Miguel do Guaporé 4.403 64
Costa Marques 4.399 45
Alto Paraíso 4.349 65
Alvorada D’Oeste 3.901 44
Campo Novo de Rondônia 3.626 29
Seringueiras 3.544 25
Chupinguaia 3.014 28
Urupá 2.973 39
Vale do Anari 2.725 26
Itapuã do Oeste 2.480 20
Santa Luzia D’Oeste 2.459 28
Alto Alegre dos Parecis 2.401 51
Cacaulândia 2.264 17
Mirante da Serra 2.185 18
Corumbiara 2.172 25
Vale do Paraíso 1.926 29
Cabixi 1.834 23
Rio Crespo 1.724 13
São Felipe D’Oeste 1.652 18
Theobroma 1.559 28
Nova União 1.512 17
Governador Jorge Teixeira 1.323 22
Novo Horizonte do Oeste 1.298 24
Ministro Andreazza 1.289 16
Teixeirópolis 1.077 9
Parecis 857 10
Pimenteiras do Oeste 775 17
Primavera de Rondônia 573 7
Castanheiras 466 10
Total geral 458.454 7.364

Fonte: Vigilâncias Epidemiológicas dos municípios de Rondônia.

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para a covid-19:

ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 23
Ji-Paraná 3
Ariquemes 5
Cacoal 5
Vilhena 5
Rolim de Moura 2
Jaru 6
Buritis 5
Pimenta Bueno 1
Machadinho D’Oeste 2
Alta Floresta D’Oeste
Ouro Preto do Oeste 1
Espigão D’Oeste
Nova Mamoré 1
Presidente Médici
Guajará-Mirim 5
Cerejeiras 3
Candeias do Jamari
São Francisco do Guaporé 1
Nova Brasilândia D’Oeste
Cujubim
Colorado do Oeste 4
Monte Negro
São Miguel do Guaporé
Costa Marques
Alto Paraíso 4
Alvorada D’Oeste
Campo Novo de Rondonia
Seringueiras
Chupinguaia
Urupá 1
Vale do Anari
Itapuã do Oeste
Santa Luzia D’Oeste
Alto Alegre dos Parecis
Cacaulândia 8
Mirante da Serra
Corumbiara
Vale do Paraíso 2
Cabixi
Rio Crespo
São Felipe D’Oeste
Theobroma
Nova União
Governador Jorge Teixeira
Novo Horizonte do Oeste
Ministro Andreazza 1
Teixeirópolis
Parecis
Pimenteiras do Oeste
Primavera de Rondônia
Castanheiras
Total geral 88
Leia Também:  Proibido: Corpo de cunhado de deputado morto pelo corona vírus está vindo via terrestre e vai passar por Rondônia, PRF já foi notificada

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES:

  • Nas últimas 24 horas não foi registrado óbito em Rondônia por covid-19;
  • Com a diminuição do número de casos de covid-19 em todos os municípios do Estado de Rondônia, as equipes das vigilâncias epidemiológicas municipais estão sendo desmobilizadas gradativamente nos finais de semana, acarretando a diminuição do número de casos lançados ou mesmo a falta de lançamento de dados, em feriados e finais de semana, no sistema e-SUS VE, que é o sistema oficial do Ministério da Saúde utilizado pelo CIEVS/RO, para divulgação dos dados diários.

Segundo a Agevisa, os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde – Cievs/Agevisa, que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de Saúde nos municípios para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, por meio do endereço: coronavirus.ro.gov.br

Os dados de vacinação são adicionados ao sistema diretamente pelos municípios e são dinâmicos.

Para mais informações acerca da vacinação por grupos acesse:
https://infoms.saude.gov.br/extensions/DEMAS_C19_Vacina_v2/DEMAS_C19_Vacina_v2.html

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

saúde

Anvisa aprova vacinas bilaventes contra covid-19

Publicados

em

Após duas horas de sessão, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) formou maioria na noite desta terça-feira (22) para aprovar o uso emergencial de duas vacinas bivalentes contra a covid-19. Três dos cinco diretores aprovaram o uso dos imunizantes produzidos pela Pfizer para proteger contra as subvariantes da Ômicron do novo coronavírus.

A reunião ainda está em andamento, mas a autorização pode ser considerada aprovada porque a maioria dos diretores votaram a favor. A Anvisa autorizou a aplicação como doses de reforço em pessoas a partir de 12 anos, três meses depois da última dose de reforço.

Consideradas de segunda geração, as vacinas bivalentes protegem contra a variante original do novo coronavírus, da Província de Wuhan (China), e contra as últimas subvariantes da Ômicron. Esta última é mais transmissível, porém mais branda, com o vírus se concentrando na garganta e não atingindo os pulmões. A variante original é menos contagiosa, porém mais perigosa e mais mortal.

Os imunizantes bivalentes terão frascos na cor cinza para facilitar a identificação. As vacinas da Pfizer usam a tecnologia do RNA mensageiro, em que uma parte da proteína spike, responsável pela fixação do vírus nas células, é injetada para estimular a produção de anticorpos.

Leia Também:  Pacientes recuperados voltam a se infectar na Coreia do Sul

Compra

Caberá agora ao Ministério da Saúde comprar as vacinas bivalentes. Atualmente, a pasta tem um contrato para a aquisição de 100 milhões de doses da Pfizer a serem entregues a partir deste ano. O acordo prevê o acréscimo de 50 milhões de doses, inclusive imunizantes atualizados ou pediátricos, caso o ministério peça.
 
Durante seu voto, a diretora Meiruze Souza Freitas, relatora do processo, disse que as vacinas bivalentes já são usadas em várias partes do mundo e que, apesar das vacinas originais continuarem eficazes, as bivalentes acrescentam uma opção de imunização. Ela conclamou a importância da vacinação porque, segundo ela, ainda não é possível saber a gravidade das variantes BA4/BA5.

Histórico

Em agosto, a Pfizer enviou à Anvisa o primeiro pedido de análise da vacina bivalente que protege contra a subvariante Ômicron BA.1. No fim de setembro, a fabricante entrou com o segundo pedido de análise, contra as subvariantes BA.4 e BA.5.

A decisão da agência ocorre no momento de aumento de casos no país ligados à circulação de uma nova subvariante da Ômicron. Na semana passada, o Ministério da Saúde emitiu alerta sobre a circulação de novas linhagens no país. Uma delas reduz as barreiras para o vírus entrar nas células humanas. A outra aumenta o risco de reinfecção.

Leia Também:  Ministério Público com inscrições abertas para capacitação sobre implementação do Formulário Nacional de Risco e Proteção à Vida

De acordo com o Ministério da Saúde, a média móvel de casos subiu 120% na semana de 6 a 11 de novembro em relação à semana anterior. Os óbitos aumentaram 28% na mesma comparação.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA