PORTO VELHO

Eleições

Confira quais são os documentos válidos para votar

Eleições

Eleitores poderão votar sem o título, mas deverão apresentar obrigatoriamente documento oficial com foto que comprove a identidade ou o e-Título com fotografia

 

No dia 2 de outubro, primeiro turno das Eleições Gerais de 2022, eleitoras e eleitores vão às urnas para escolher os novos presidente, governadores, senadores, deputados federais e estaduais ou distritais. Para que exerçam o direito ao voto, é necessário que levem apenas um documento de identificação oficial com foto, pois a apresentação do título eleitoral no dia do pleito não é obrigatória.

Dessa forma, no momento da votação, serão aceitos a identidade, a carteira de motorista com foto, o certificado de reservista, a carteira de trabalho, o passaporte e a identidade funcional emitida por órgão de classe. Esses documentos poderão ser usados ainda que a data de validade esteja vencida. As certidões de nascimento ou de casamento, no entanto, não valem como prova de identidade na hora de votar.

Segundo o secretário Judiciário do TSE, Fernando Alencastro, o voto é um instrumento da soberania popular, um direito e um dever constitucional que não deve ser impedido por conta da ausência do título de eleitor. “Para assegurar esse direito e esse dever constitucional, a Justiça Eleitoral admite que o eleitor ou a eleitora possa votar apresentando outros documentos que comprovem a identidade, desde que tenha uma foto”, explica.

Leia Também:  PL realiza encontro em Vilhena

E-Título

Há ainda a possibilidade de a eleitora ou o eleitor votar apresentando o e-Título. O aplicativo, que funciona como uma versão digital do título de eleitor, permite que a pessoa visualize o número do documento de votação, justifique o voto e consulte as informações cadastradas na Justiça Eleitoral, entre outras opções.

A ferramenta criada pela Justiça Eleitoral permite que cidadãs e cidadãos apresentem apenas o respectivo perfil no aplicativo para ingressar na seção eleitoral e exercer o direito ao voto.

Embora não seja necessário apresentar o título para votar, é importante saber qual é a seção eleitoral, informação que poderá ser obtida mediante o número do próprio título, por meio da consulta ao local de votação no Portal do TSE, ou ainda pelo e-Título.

Recadastramento

Caso a pessoa já tenha feito o cadastramento biométrico (com as impressões digitais) na Justiça Eleitoral, o perfil no e-Título virá acompanhado de uma foto. Isso facilita a identificação no momento do voto. A imagem da eleitora ou do eleitor só aparecerá se já tiver feito o esse cadastro. Caso a fotografia não apareça, será necessário levar também um documento oficial com foto na hora de votar.

Leia Também:  Estudantes do distrito de Calama, no Baixo Madeira, recebem visita de profissionais da Mediação Tecnológica

O pedagogo Pedro Gustavo, de 29 anos, é um exemplo de eleitor que levou apenas o e-Título para votar nas últimas eleições gerais. Para ele, o aplicativo é prático, fácil de utilizar e tem todas as informações necessárias para localizar a zona e a seção eleitoral.  “Ele [o e-Título] facilita muito caso esteja sem outro documento e, na verdade, nem precisa, pois no aplicativo já estão todas as informações”, destaca.

Veja a lista de documentos aceitos na hora de votar.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Eleições

ELEIÇÕES 2022: Léo Moraes e Expedito Junior promovem ‘adesivaço’ nesta sexta

Publicados

em

Mobilização será às 16h, na confluência das avenidas Rio Madeira com Tiradentes, na capital

Com uma agenda cada vez mais apertada, o candidato ao governo pelo Podemos, Léo Moraes, estará nesta sexta-feira (19) de volta a Porto Velho, onde cumprirá agendas que inclui entrevista às 12h20 na TV Meridional (Band) e a tarde, a partir das 16h, juntamente com o candidato ao Senado, Expedito Junior (PSD) promovem um ‘adesivaço’ na confluência das avenidas Rio Madeira com Tiradentes.

Na quarta e quinta-feira, Léo Moraes participou de várias visitas e reuniões acompanhado do candidato ao Senado, Expedito Junior, união que ampliou muito a base de eleitores pelo interior do Estado. Na quarta eles estiveram em Cacoal e nesta quinta-feira estão em Vilhena, onde juntou-se aos cabeças da chapa majoritária, o candidato a vice-governador de Léo Moraes, Rildo Flores, que tem sua base no Cone Sul.

Amanhã, sábado (20) o candidato Léo Moraes participa de mais duas mobilizações de “adesivaço”. A primeira, às 9h, promovida pela candidata a deputada federal Ellis Regina e a tarde, às 16h, outra na avenida Rio Madeira, próximo à Amazonas. Logo em seguida participa de reunião no setor Chacareiro, atrás da escola Elenilson Negreiros e encerra a programação de sábado com duas reuniões à noite. Uma no bairro Areal e outra no Tancredo Neves.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  #ELEIÇÕES2018: Expedito se compromete com investimentos em pesquisas
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA