PORTO VELHO

Eleições

#ELEIÇÕES2018: Bagattoli retira apoio e manda recado sobre Raupp e Confúcio: ´Se Marcos Rocha se aliar a essas pessoas será o maior traidor´

Eleições

Acompanhado de apoiadores e simpatizantes, Bagattoli retirou seu apoio à candidatura de Coronel Marcos Rocha, que disputa o governo do Estado, e explicou o motivo: Rocha estaria ignorando o vilhenense.

Na coletiva, o empresário lembrou que obteve nas urnas mais 212 mil votos e que disse que queria ajudar mais, principalmente, quando Rocha visita a cidade de Vilhena e as do Cone Sul.

“Não vou acompanhá-lo porque ele não quer a minha presença. Então, acho que ele acredita que eu posso atrapalhar. Ele não me liga, fez agenda no Cone Sul. Tive 212 mil votos, e quero sair com ele pedindo votos. Mas ele não quer que eu participe. O pior é não ser convidado a estar junto quando ele visita a minha terra. Desejo sucesso a sua campanha, mas eu não participo mais”, justificou.

ORIENTAÇÃO DE CONFÚCIO

Durante a coletiva, Bagattoli mostrou um vídeo do ex-governador Confúcio Moura dando conselhos a Marcos Rocha, que foi secretário estadual de segurança pública na gestão do emedebista.  “Este vídeo deixou-me preocupado”, analisou.

Leia Também:  Vai ter que usar a sua assessoria paga pelo povo de novo? Cristiane Lopes é denunciada na Polícia Federal por Samuel Costa

Em outros vídeos, o ex-secretário geral do PSL, João Cipriano, e o deputado federal eleito Coronel Chrisóstomo elogiam o trabalho de Bagattoli e o consideram nova liderança do partido em Rondônia. “Você é um homem de honra, vitorioso, nosso líder maior da sigla no Estado. Você conquistou Rondônia”, disse Cipriano, que deixou o PSL neste sábado. Relembre AQUI

PSL E PSDB APOIAM BOLSONARO

O empresário também disse que o presidenciável não sabe de sua decisão, mas garantiu que está firme no propósito de eleger Bolsonaro.

Ele comenta que assim como o PSL, o PSDB, que tem Expedito Júnior como candidato ao governo, está abraçando a campanha de Jair em Rondônia. “Jair tem só a agradecer aos dois partidos que estão disputando”, frisou.

SUPOSTO APOIO DO CASAL RAUPP

Bagattoli também criticou o suposto apoio do senador Valdir Raupp, da sua esposa deputada federal Marinha Raupp e de Confúcio Moura. “Isto a população ainda não enxerga. O casal Raupp gastou mais de R$ 4 milhões do Fundo Partidário, dinheiro público, dinheiro que levaram da saúde, educação e nem mandatos têm mais. E digo mais uma vez: Se Marcos Rocha se aliar a essas pessoas será o homem mais traidor que possa existir, vai trair todo o povo de Rondônia”, desabafou.

Leia Também:  #ELEIÇÕES2018: Expedito Junior votou agora pela manhã e se mostra confiante

O vilhenense encerrou a entrevista dizendo que não irá se afiliar a outro partido ou pedir voto ao adversário.

EXTRA DE RONDONIA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Eleições

Ministério Público opina favorável ao recurso de defesa e Hildon Chaves tem contas de campanha aprovadas pela Justiça Eleitoral

Publicados

em

Por

A promotora Tânia Garcia Santiago opinou pelo deferimento dos embargos de declaração com efeito infringente , modificando a decisão anterior do Juízo Eleitoral

O juiz eleitoral Johnny Gustavo Clemes acatou o recurso da defesa do prefeito Hildon Chaves, requerido pelo advogado Bruno Valverde, e garantiu a aprovação de suas contas de campanha. A promotora Tânia Garcia Santiago opinou pelo deferimento dos embargos de declaração com efeito infringente , modificando a decisão anterior do Juízo Eleitoral. No entendimento do magistrado, convencido pelos argumentos técnicos levados aos autos, o comitê financeiro do candidato não cometeu irregularidades porque sanou a dúvida sobre o repasse irregular de recursos, comprovado pela devolução em tempo hábil, e apresentou provas do pagamento de despesas com pessoal.

No primeiro ponto atacado pela defesa do escritório de Valverde comprovou-se que, apesar do vice-prefeito Maurício Carvalho ter feito um repasse fora do padrão exigido pela legislação eleitoral, havia verbas disponíveis suficientes em conta para o pagamento de despesas, dissipando qualquer dúvida sobre a utilização desse recurso. “Como pode ser observado, nesse ponto o embargante está com a razão, havia um saldo na conta do embargante no valor de R$ 40.967,68 proveniente de outros tipos de recursos, o qual não foi considerado pelo analista de contas”, diz o juiz em trecho da sentença.
Um segundo eixo do processo foi a discussão sobre a regularidade de pagamentos ao pessoal contratado. Na verdade, os analistas não observaram que o comitê comprovou através de recibos e transferências a contraprestação financeira pelos serviços de vários profissionais utilizados na campanha. “… No caso, verifica-se que não se trata de falta de comprovação de gastos de campanha, mas sim de falta de documentos que comprovassem que os profissionais contratados tinham vasta experiência”, analisou o magistrado. O fato de esses profissionais não comprovarem sua experiência de seu ofício por si só não acarreta em reprovação das contas, segundo a defesa.

Leia Também:  #ELEIÇÕES2018: Expedito Junior votou agora pela manhã e se mostra confiante

Após a análise dos pontos controversos, Jonnhy Gustavo sentenciou: “… Ante o exposto, conheço dos presentes embargos de declaração, e lhes dou parcial provimento para, atribuindo-lhes efeitos modificativos, suprir a omissão/erro existente e julgar aprovadas, com ressalvas, as contas de HILDON DE LIMA CHAVES, relativas à campanha eleitoral de 2020…”

Com destaque no Estado em virtude de sua atuação diligente , o escritório Valverde Chahaira Advocacia Especializada, liderado pelo Prof. Dr. Bruno Valverde, emitiu nota informando que a aprovação das contas da campanha do prefeito Hildon Chaves é resultado da comprovação de argumentos técnicos/ jurídicos acerca da regularidade das ações e despesas da campanha, que foi também transparente, proba e de ímpar lisura.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA