PORTO VELHO

Eleições

TRE-RO celebra o Dia da Memória do Poder Judiciário com estreia de Websérie e Cápsula do Tempo

Eleições

O Dia da Memória é celebrado em 10 de maio e integra uma série de ações voltadas à preservação da história dos tribunais do país

Em celebração ao Dia da Memória do Poder Judiciário, comemorado nesta terça-feira, 10 de maio, o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia lança a Websérie “Memória Eleitoral – construindo a história da Justiça Eleitoral Rondoniense”, resgatando depoimentos de personalidades que fizeram parte da história deste Regional.

A Websérie que será transmitida de forma mensal no canal oficial do TRE-RO, no Youtube, é um convite a uma viagem ao passado, valorizando as histórias daqueles que escreveram páginas de importância cultural para a Justiça Eleitoral rondoniense. 

Memória Eleitoral – Zélia Rolim Jorge Badra

No seu episódio de estreia, será abordada a história da primeira diretora-geral do TRE-RO, Zélia Rolim Jorge Badra (in memorian), como reconhecimento da importância de sua passagem por este Tribunal.

Zelinha, como era conhecida entre familiares e amigos, natural de belo horizonte/MG, foi a primeira Diretora-Geral do TRE-RO, no período de 31 de março de 1982 a 1º de janeiro de 1984. Servidora pública pioneira na formação do Estado de Rondônia, além de ex-Diretora do TRE-RO era também professora e atuou como tabeliã no município de Guajará-Mirim. Faleceu em Brasília, no dia 24 de outubro de 2020. À Justiça Eleitoral rondoniense deixou inestimável legado de profissionalismo e dedicação para a consolidação da democracia.

Leia Também:  Cartório Eleitoral em Vilhena terá atendimento suspenso nos dias 26 a 29 de dezembro

No ano de 2019, Zélia também fez sua última visita presencial no prédio-Sede do TRE-RO, em Porto Velho. Em 2020 foi homenageada na revista “Construtoras da Democracia – Mulheres Ontem e Hoje”, criada pela Comissão de Memória Eleitoral (disponível para consulta neste link).

 

Cápsula do Tempo

O Dia da Memória é celebrado em 10 de maio e integra uma série de ações voltadas à preservação d...

No dia da Memória do Poder Judiciário, a Comissão de Gestão da Memória do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia lança o Projeto Cápsula do Tempo em comemoração aos “90 anos da Justiça Eleitoral” e “40 anos do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia”.

O Público interno enviará suas participações até o dia 20 de maio, data do fechamento da “Cápsula do Tempo”. O conteúdo obtido ficará sob a guarda do Centro de Memória da Justiça Eleitoral de Rondônia e a Cápsula será aberta após dez anos, no dia 10 de maio de 2032, em ato comemorativo ao “Primeiro Século da Justiça Eleitoral” e ao “Meio Século do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia”.

O tema base dos questionamentos visa reunir os pensamentos e as perspectivas dos profissionais da Justiça Eleitoral e suas previsões sobre como estarão a Justiça Eleitoral e o próprio Tribunal quando dos atos comemorativos de Centenário da Justiça Eleitoral e do “Cinquentenário do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia”.

Leia Também:  #ELEIÇÕES2018: Carlos Magno lança pré-candidatura ao Senado no próximo sábado (21)

 

Dia da Memória do Poder Judiciário

Criada em maio de 2020, por meio da Resolução 316/2020 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Dia da Memória do Poder Judiciário é o reconhecimento da importância da Memória como parte do Patrimônio Cultural brasileiro (art. 216 da Constituição Federal) e como componente indispensável ao aperfeiçoamento das instituições.

A data escolhida foi o dia 10 de maio, considerando a relevância da criação da Casa de Suplicação do Brasil pelo Alvará Régio de 10 de maio de 1808 para história do Poder Judiciário nacional.

Acesse aqui o #EP1 da Websérie Memória Eleitoral: Construindo a história da justiça eleitoral rondoniense.

Seção de Comunicação Social do TRE-RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Eleições

Justiça Eleitoral lança plataforma digital de combate as ‘fake news’

Publicados

em

A Justiça Eleitoral lançou na última semana, o Sistema de Alerta de Desinformação Contra as Eleições, onde a população poderá comunicar sobre o recebimento de notícias falsas ou manipuladas sobre o processo eleitoral brasileiro.

No site, é possível enviar vídeos, áudios e textos julgados como contendo inverdades, que serão repassadas às plataformas digitais e as agências de checagem parceiras da Corte Eleitoral.

De acordo com a gravidade do caso, os relatos recebidos poderão ser encaminhados ao Ministério Público Eleitoral (MPE) e demais autoridades para adoção das medidas legais cabíveis.

A ferramenta está disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Para registrar um alerta, basta escolher o tipo de denuncia, indicar qual a plataforma onde a informação está disposta, inserir um link ou anexar um arquivo e enviar.

“A partir de agora, qualquer pessoa poderá acessar esse sistema, que já está disponível no site do TSE, e reportar episódios envolvendo a circulação de notícias falsas, portadoras de inverdades sobre o sistema eleitoral brasileiro, que atentem contra a imagem de segurança e integridade do processo de votação e que possam afetar a normalidade do pleito eleitoral”, disse o ministro Edson Fachin.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA