PORTO VELHO

Esporte

Endrick entra para a história do Palmeiras como o único campeão em todas as categorias do futebol

Esporte

A conquista do título brasileiro nesta quarta-feira (02) rendeu ao atacante Endrick a marca de ser o primeiro atleta da história do Palmeiras campeão em todas as categorias do futebol: Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional.

Vestindo a camisa 8, Endrick marcou o gol do título do Campeonato Paulista Sub-11 na final contra o Santos em 2017 (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

Só nesta temporada de 2022, a Cria da Academia faturou a Copa São Paulo de Juniores, o Campeonato Brasileiro Sub-20 e a Copa do Brasil Sub-17, além do Brasileirão – e, em todos, marcou gols nas partidas decisivas. No clube desde 2016, quando chegou aos 10 anos de idade, o jovem já havia faturado o Campeonato Paulista Sub-11, Sub-13, Sub-15 (duas vezes) e Sub-20 e outros seis torneios nacionais e internacionais.

Vale destacar que a maioria das conquistas veio com Endrick atuando em categorias acima da sua idade. Na Copinha, por exemplo, em meio a adversários de até 21 anos, o jovem de 15 anos foi eleito o melhor jogador da competição e ainda amealhou a artilharia com seis gols em sete partidas.

No Paulista Sub-13 de 2018, Endrick marcou três gols nos dois jogos da decisão contra o São Paulo (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

Titular pela primeira vez com Abel Ferreira na quarta-feira (02), Endrick anotou diante do Fortaleza o seu terceiro gol em cinco jogos na equipe profissional (o primeiro no Allianz Parque, mesmo local onde marcou o gol do título paulista sub-11 em 2017). Pela base, foram no total 161 gols em 188 partidas, considerando jogos oficiais e amistosos. Só em jogos de campeonato, foram 86 bolas na rede em 121 duelos.

Leia Também:  Fluminense vence o Atlético-MG por 5 a 3 no Maracanã

Este não é o primeiro recorde que Endrick atinge desde que passou a frequentar o time profissional, ao completar 16 anos, em julho passado – o regulamento das competições nacionais impede jovens de até 15 anos jogar pelas equipes principais.

O atacante foi campeão do Paulista Sub-15 em 2019, quando ainda tinha 13 anos (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

Ao estrear aos 23 minutos do segundo tempo diante do Coritiba, no dia 06 de outubro, no Allianz Parque, pela 30ª rodada do Brasileirão, o atacante se tornou o atleta mais jovem a atuar pelo clube em toda a história. Com 16 anos, dois meses e 15 dias, superou Rodrigo Taddei, antigo dono da marca, que tinha 16 anos, 3 meses e 5 dias quando entrou em campo diante do Botafogo-RJ, em duelo amistoso disputado em 1996.

Depois da Copinha, Endrick ainda conquistou a Copa do Brasil Sub-17 contra o Vasco, com direito a dois gols no jogo decisivo (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

Já o recorde de mais jovem atleta a balançar as redes pelo Verdão em todos os tempos veio pouco depois, no dia 25 de outubro, diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, pela 34ª rodada do Brasileiro. Com 16 anos, 3 meses e 4 dias de idade, o camisa 16 marcou os dois primeiros gols da vitória por 3 a 1 e superou o antigo recordista, Heitor, maior artilheiro da história alviverde, que marcou o primeiro de seus 323 gols pelo clube aos 16 anos, 11 meses e 14 dias, em uma vitória do Palestra Italia por 4 a 1 sobre a Associação Atlética das Palmeiras, em dezembro de 1916, pelo Campeonato Paulista.

Leia Também:  Em reta final de preparação, Flamengo treina forte visando à decisão do Cariocão

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte

Quem marcou o primeiro gol do Brasil em cada Copa do Mundo

Publicados

em

Quem será o autor do primeiro gol da seleção brasileira na Copa do Mundo FIFA Qatar-2022? E quanto tempo demorará para a equipe canarinho balançar as redes na competição? Se depender do histórico do único tempo do pentacampeão mundial, a contagem de gols será inaugurada ainda na etapa inicial da partida contra o Sérvia, nesta quinta-feira. Afinal, em 21 participações anteriores em Copas, o Brasil balançou as redes ainda no primeiro tempo da sua estreia em 13 oportunidades. Em outras sete edições, o gol saiu depois do intervalo da rodada inaugural. E na Alemanha-1974, só na terceira partida: foram dois empates por 0 a 0 antes da vitória sobre o Zaire.

  • Brasil só passou em branco em uma estreia em Mundiais

  • Leônidas e Sócrates são os únicos que abriram contagem em duas Copas

  • No Qatar-2022, primeiro compromisso da Seleção será contra Sérvia

Apenas dois jogadores foram responsáveis ​​pelo primeiro gol brasileiro em mais de um Mundial. Leônidas abriu o placar na Itália-1934 e também na França-1938. Sócrates foi o responsável pela marca na Espanha-1982 e no México-1986.

Leia Também:  Jogo histórico: Palmeiras vence Atlético-MG nos pênaltis, após jogar com dois jogadores expulsos

Do atual elenco de Tite, somente Neymar já teve a honra de inaugurar o marcador canarinho em uma Copa. Oito anos atrás, quando jogou em casa, ele abriu caminho para a vitória por 3 a 1 sobre a Croácia.

Uruguai-1930 Preguinho, 15min do 2º tempo Iugoslávia 2 x 1 Brasil

Itália-1934 Leônidas, 10min do 2º tempo Espanha 3 x 1 Brasil

França-1938 Leônidas, 18min do 1º tempo Brasil 6 x 5 Polônia

Brasil-1950 Ademir de Menezes, 30min do 1º tempo Brasil 4 x 0 México

Suíça-1954 Baltazar, 23min do 1º tempo Brasil 5 x 0 México

Suécia-1958 Mazzola, 37min do 1º tempo Brasil 3 x 0 Áustria

Chile-1962 Zagallo, aos 11min do 2º tempo Brasil 2 x 0 México

Inglaterra-1966 Pelé, aos 15min do 1º tempo Brasil 2 x 0 Bulgária

México-1970 Rivellino, aos 24min do 1º tempo Brasil 4 x 1 Tchecoslováquia

Alemanha Ocidental-1974 Jairzinho, aos 12min do 1º tempo Zaire 0 x 3 Brasil (3ª rodada)

Argentina-1978 Reinaldo, aos 45min do 1º tempo Brasil 1 x 1 Suécia

Espanha-1982 Sócrates, aos 30min do 2º tempo Brasil 2 x 1 União Soviética

México-1986 Sócrates, aos 17min do 2º tempo Espanha 0 x 1 Brasil

Itália-1990 Careca, aos 40min do 1º tempo Brasil 2 x 1 Suécia

Leia Também:  Treinadora avalia preparação do Brasil para a Copa do Mundo Sub-17

EUA-1994 Romário, aos 26min do 1º tempo Brasil 2 x 0 Rússia

França-1998 César Sampaio, aos 5min do 1º tempo Brasil 2 x 1 Escócia

Coreia do Sul e Japão-2002 Ronaldo, aos 5min do 2º tempo Brasil 2 x 1 Turquia

Alemanha-2006 Kaká, aos 44min do 1º tempo Brasil 1 x 0 Croácia

África do Sul-2010 Maicon, aos 10min do 2º tempo Brasil 2 x 1 Coreia do Norte

Brasil-2014 Neymar, aos 29min do 1º tempo Brasil 3 x 1 Croácia

Rússia-2018 Philippe Coutinho, aos 20min do 1º tempo Brasil 1 x 1 Suíça

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA