PORTO VELHO

Esporte

Cruzeiro vence mais uma partida pela 8ª rodada do Campeonato Mineiro

Esporte


O  início da noite de quarta-feira foram de alegria para o torcedor cruzeirense, que pôde comemorar mais uma vitória da equipe celeste. Mesmo atuando como visitante, o Cruzeiro superou o Coimbra por 2 a 0, no Independência, em duelo válido 1.

A agremiação estrelada dominou as ações ofensivas durante todo o jogo. No primeiro tempo, Bruno José acertou a trave. Já na etapa complementar, William Pottker e Felipe Augusto foram os responsáveis por balançar as redes e garantir o triunfo, que foi o segundo consecutivo da Raposa pelo estadual.

O próximo desafio do Maior de Minas será o clássico contra o Atlético-MG, às 16h de domingo, no Mineirão.

O jogo

O Cruzeiro iniciou o duelo se fazendo presente no campo ofensivo e criou uma boa chance logo aos 4 minutos. Pelo lado esquerdo, Marcinho acionou Airton, que cortou para o meio e bateu colocado, levando perigo à meta de Jori.

O time celeste quase inaugurou o placar aos 25 minutos. Matheus Barbosa deu lindo passe para Bruno José que, na ponta direita, ajeitou o corpo e chutou rasteiro, com categoria, mas a bola caprichosamente acertou a trave da Coimbra.

  Atacante Zé Eduardo almeja manter desempenho como Goleador do Cruzeiro

Leia Também:  Com experiência na bagagem, lateral Eduardo é contratado pelo América

Dez minutos mais tarde, Raúl Cáceres recebeu próximo à linha lateral da grande área e tentou driblar Jori, que acabou interceptando a jogada, com o peito.

Logo depois, Bruno José apareceu novamente. Desta vez, o camisa 16 se aproximou da linha de fundo e fez o cruzamento. A bola passou pelo goleiro adversário e ficaria limpa para Airton só escorar de cabeça para o gol vazio, mas Filipi Sousa deu um leve desvio e impediu o gol cruzeirense.

Já aos 43 minutos, Bruno José recebeu dentro da área, limpou a marcação e soltou uma bomba de pé direito, mas o arremate saiu acima do travessão do Coimbra.

Bruno José foi muito participativo no duelo – Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O início da segunda etapa teve a mesma tônica de todo o primeiro tempo, com o Cruzeiro na busca incessante pelo gol. Aos 2 minutos, Matheus Barbosa encontrou Bruno José na ponta. O atacante tentou cruzar para Rafael Sóbis, mas a bola foi em direção ao gol e por pouco não encobriu Jori, que se esticou todo para espalmar.

  Atlético MG vence do América e amplia invencibilidade

Leia Também:  América realiza treino de olho na 2ª rodada da Copa do Brasil

Só dava Cruzeiro. Aos 12 minutos, Matheus Barbosa foi na linha de fundo e cruzou rasteiro. Após desvio, Rafael Sóbis ficou com a sobra e finalizou, mas foi interceptado por Gustavo, já dentro da área.

Com o passar do tempo, os comandados de Felipe Conceição iam aumentando a pressão em cima do rival, tentando chegar de todas as formas. Essa postura ofensiva deu resultado na marca dos 30 minutos, quando Weverton fez lançamento magistral para William Pottker. O atacante entrou livre na área e tocou na saída do goleiro, balançando a rede a favor da Raposa. Cruzeiro 1 x 0.

Próximo ao fim do jogo, o Clube Azul fez o segundo. Aos 49 minutos, Rômulo realizou ótimo lançamento para Felipe Augusto, que avançou com liberdade e concluiu com categoria. Cruzeiro 2 x 0.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte

Renan marca pela primeira vez como profissional e se torna 3º mais jovem a fazer gol pelo clube na Liberta

Publicados

em


“Foi um jogo muito difícil, falta de concentração não teve, mas perdemos um jogador (Alan Empereur, expulso) e logo em seguida tomamos o gol. Lutamos até o fim, concentramos novamente e saímos com a vitória. Tomar dois gols muito rápido dá um frio na barriga da equipe, a equipe se desconcentra, mas o importante é que conseguimos voltar rápido para o jogo. Sempre bom vencer fora de casa em uma competição como a Libertadores”, analisou o defensor a importância do gol marcado.

  Elenco profissional do Palmeiras realiza treino tático e técnico

Leia Também:  Saiba quais são os dias e horários dos jogos do Brasil na Copa do Mundo 2018

De quebra, o gol trouxe ao jogador uma marca extremamente relevante para a sua carreira: ele se tornou o terceiro jogador mais jovem a atuar pelo Palmeiras na história da Libertadores, hoje com 18 anos, 11 meses e 2 dias, apenas alguns dias mais velho do que Gabriel Jesus, segundo mais novo a ter estufado as redes pelo Verdão no Continental, que tinha 18 anos, 11 meses e 2 dias quando marcou contra o River Plate do Uruguai, em 16/02/2016. Contudo, o mais jovem a ter feito um gol como profissional do Verdão por esta competição continua sendo Gabriel Veron, que em 21/10/2020 marcou um gol pela Libertadores na goleada por 5 a 0 sobre o Tigre, da Argentina, aos 18 anos, 1 mês e 19 dias.

Antes, figurava ainda neste top 3 Gabriel Menino, que anotou contra o Bolívar-BOL, na vitória do Palmeiras fora de casa por 2 a 1 aos 19 anos, 11 meses, e 16 dias, isso no dia 16/09/2020. Porém, agora como Renan desbancou Menino, o camisa 25 passou a ser o novo quarto colocado no geral.

O zagueiro chegou ao Verdão em 2015, aos 13 anos de idade, e desde o início de 2019 começou a jogar também como lateral-esquerdo pelo Sub-17. O bom desempenho agradou, e o jovem ganhou a polivalência como uma de suas características. Na base, conquistou importantes troféus pelo Palmeiras e pela Seleção Brasileira – entre eles, o bicampeonato paulista sub-15 (2016 e 2017), o Campeonato Paulista Sub-17 (2018), a Copa do Brasil Sub-17 (2019), a Supercopa do Brasil Sub-17 (2019) e o bicampeonato do Mundial de Clubes Sub-17 (2018 e 2019), além da Copa do Mundo Sub-17 em 2019 pelo Brasil.

  Com um jogador a menos, Palmeiras é derrotado pelo Coritiba

Leia Também:  América realiza treino de olho na 2ª rodada da Copa do Brasil

Em 2020, seu primeiro ano de transição ao time principal, o jovem e habilidoso canhoto teve participação direta no título da Copa Libertadores, com um jogo disputado, e da Copa do Brasil, com duas partidas. A partir de então, foi efetivado no plantel profissional e teve a oportunidade de sair jogando nos quatro primeiros duelos da temporada 2021, quando liderou o ranking de desarmes no elenco – curiosamente, o duelo desta noite foi a sua primeira partida desde a sequência de jogos que participou a partir do início da temporada.

Confira abaixo a lista dos palmeirenses mais jovens a balançarem as redes em Libertadores:

Gabriel Veron
18 anos, 1 mês e 19 dias
16/02/2016: River Plate-URU 2×2 Palmeiras

Gabriel Jesus
18 anos, 10 meses, e 13 dias
16/02/2016: River Plate-URU 2×2 Palmeiras

Renan
18 anos, 11 meses e 2 dias
21/04/2021: Universitário-PER 2×3 Palmeiras

Gabriel Menino
19 anos, 11 meses, e 16 dias
16/09/2020: Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras

Keirrison
20 anos, 1 mês, e 26 dias
21/09/2009: Palmeiras 5×1 Real Potosí-BOL

Caio Mancha
20 anos, 6 meses, e 9 dias
02/04/2013: Palmeiras 2×0 Tigre-ARG

Patrick Vieira
21 anos, 1 mês, e 3 dias
14/02/2013: Palmeiras 2×1 Sporting Cristal-PER

Paulo Isidoro
21 anos, 5 meses, e 2 dias
04/04/1995: Palmeiras 7×0 El Nacional-QUE

Gildo
21 anos, 5 meses, e 20 dias
04/05/1961: Independiente-ARG 0x2 Palmeiras

Júlio Amaral
22 anos, 1 meses, e 28 dias
04/04/1968: Palmeiras 2×1 Guaraní-PAR

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA