PORTO VELHO

Rondônia

Instalação de vigas pré-moldadas da obra da ponte do rio Jamari, na Rodovia-459 avança para a fase de conclusão

Rondônia

Ao todo, foram instaladas 16 vigas pré-moldadas, com 38 metros de comprimento e 45 toneladas cada uma

A obra da ponte sobre o rio Jamari, na Rodovia-459, que liga o município de Alto Paraíso a outras localidades, está se concretizando. Na última semana, a empresa contratada pelo Governo de Rondônia, responsável pela execução da obra, concluiu a instalação das vigas pré-moldadas protendidas.

Ao todo, foram instaladas 16 vigas pré-moldadas, com 38 metros de comprimento e 45 toneladas cada uma. Ações desenvolvidas pelo Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER).

O diretor-geral do DER, Eder Fernandes explicou que, a obra é relevante e que, quando pronta, a nova ponte de concreto no rio Jamari terá mão dupla, com 130 metros de extensão e 8,80 metros de largura. “Essa é uma obra que conta com um grande aparato de equipamentos e maquinários. Para se ter uma ideia, para realizar o lançamento das vigas pré-moldadas, a empresa utilizou um equipamento chamado treliças lançadeiras. Após o lançamento das vigas, ocorrido no mês de outubro, a obra avança nas outras etapas de laje final, guarda-corpo e aterros das cabeceiras para ser entregue em breve para a população”, salientou.

Leia Também:  Defesa Civil de Rondônia monitora níveis dos rios e orienta moradores que residem em áreas com risco de inundação

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a ponte solucionará um problema que aflige a população. “A população sofre há anos sem a ponte, e a travessia é realizada por balsa, o que gera atrasos na viagem de quem precisa seguir para vários locais do Estado, já que a RO-459 é uma via de acesso importante. A ponte impulsionará o progresso na região do Vale do Jamari”, disse.

Vale ressaltar que as despesas das pessoas que precisam se deslocar, utilizando a balsa, estão sendo pagas pelo Governo de Rondônia desde o mês de abril deste ano.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Curso de panetone garante renda extra no período natalino

Publicados

em

Aulas acontecem na Escola Móvel de Panificação e Confeitaria do Idep

Os alunos que fizeram o Curso de Panetone no Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep) estão aproveitando o aprendizado para ganhar uma renda extra no período natalino. Nas aulas ministradas na Escola Móvel de Panificação e Confeitaria, localizada na sede da Escola Técnica Estadual (Etec) do Idep em Porto Velho, os participantes aprenderam entre outros conteúdos, a planejar e desenvolver a elaboração de projetos caseiros, utilizando equipamentos, utensílios e tecnologias aplicadas aos processos, conforme as boas práticas de manipulação de alimentos.

Para o governador de Rondônia Marcos Rocha, as oportunidades que os concluintes dos cursos ofertados pelo Idep estão tendo no mercado de trabalho, são resultados do planejamento estratégico da gestão Estadual, que prioriza a qualificação da mão de obra como uma política público, ou seja, um benefício acessível a todo cidadão.

“Quem estuda no Idep se prepara, visando ocupar postos de trabalho que surgem em empresas consolidadas ou preferem abrir o próprio negócio”, observou Marcos Rocha, ressaltando que, a meta do Governo de Rondônia é incentivar a geração de emprego e renda com foco no progresso econômico, aliado ao desenvolvimento social.

Leia Também:  #DÍVIDAS: Prazo para contribuintes aderirem ao Refis encerra em dezembro

EMPREENDEDORISMO

Leideléia Vieira de Souza, 43 anos, moradora no Setor Chacareiro, Bairro Jardim Santana, em Porto Velho, já tinha feito o curso de Panificação e voltou ao Idep neste mês para aprender a fazer uma das iguarias mais saboreadas nas festas de fim de ano. “Postei nas minhas redes sociais que vou vender panetone e já tenho várias encomendas”, comemorou a empreendedora que vende pão, bolos caseiros e para festas.

Cursos profissionalizantes geram oportunidades para jovens no mercado de trabalho

Foi com esse mesmo intuito de ter novidades para seus clientes na época de Natal, que o morador do bairro Lagoa Azul, na Zona leste da Capital, José Batista da Silva procurou apender a fazer panetone.

Com 19 anos, o jovem que comercializa desde o início da adolescência pão caseiro e sonho fabricados pelo pai quer agora, além de vender os produtos, colocar a mão na massa. “Depois do curso, vou ajudar na produção”, adiantou o empreendedor, cuja família terá um fim de ano mais próspero devido ao ensino profissionalizante.

Leia Também:  Governo de Rondônia realiza 2º “Feirão Limpa Nome”, em Porto Velho

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA