PORTO VELHO

Polícia

Operação da polícia prende 14 milicianos no Rio de Janeiro

Polícia


Uma operação do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) do Rio de Janeiro realizada hoje (11) contra a milícia que age na zona oeste da capital e na Baixada Fluminense prendeu 14 criminosos. A finalidade da ação foi interromper comércio e serviços ilegais, que geram grande lucro e são explorados pela organização criminosa. A ação é parte da Força-Tarefa dos Mil Milicianos Presos, implementada pela Secretaria de Segurança Pública do Rio.

Crimes

Entre as ações investigadas estão exploração de atividades ilegais controladas pela milícia, cobranças irregulares de taxas de segurança e de moradia, instalações de centrais clandestinas de TV a cabo e sinal de internet, conhecida como gatonet, além de armazenamento e comércio irregular de botijões de gás e água, empresas de implantação de GNV ilegais, parcelamento irregular de solo urbano, exploração e construções irregulares, areais e outros crimes ambientais, comercialização de produtos falsificados, contrabando, descaminho, transporte alternativo irregular e estabelecimentos comerciais explorados pela milícia e utilizados para lavagem de dinheiro.

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco) prendeu duas pessoas, em Santa Cruz. Segundo os policiais, uma delas é responsável por extorsões a comerciantes nos bairros de Santa Cruz e Campo Grande. Já o outro preso é um ex-traficante que entrou para a milícia.

Leia Também:  Presidente Laerte Gomes confirma emenda de R$ 800 mil para construção de UBS em Ji-Paraná

Em Queimados e Nova Iguaçu, a Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados prendeu nove milicianos e interditou estabelecimentos de venda irregular de gás e provedores clandestinos de sinal de internet. Ainda em Nova Iguaçu, a Delegacia de Polícia Interestadual – Divisão de Capturas (Polinter) prendeu um miliciano.

Em outro ponto da Baixada, agentes da Delegacia do Consumidor e da Delegacia Fazendária prenderam duas pessoas e interditaram um estabelecimento comercial explorado pela milícia, na Baixada Fluminense.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Segurança Pública de Rondônia é fortalecida com entrega de equipamentos e materiais

Publicados

em


Equipamentos e materiais foram entregues de forma simbólica para as forças de segurança do Estado

As forças de segurança de Rondônia tem recebido diversos investimentos na atual gestão, suprindo as necessidades das corporações de Porto Velho e do interior. Iniciando o ano de 2022, o Governo do Estado promoveu a solenidade de entrega de equipamentos e materiais, para reaparelhamento dos órgãos militares, que ocorreu no Comando Geral da Polícia Militar, na Capital.

Os equipamentos de segurança foram adquiridos com recursos do Fundo Estadual de Segurança Pública (Funesp), cujo programa foi aderido pelo Poder Executivo em 2019. Os materiais que foram distribuídos para a Polícia Militar (PMRO) e Polícia Civil (PC), tem o investimento total de R$ 5.838.388,72 (cinco milhões, oitocentos e trinta e oito mil, trezentos e oitenta e oito reais e setenta e dois centavos).

Foram entregues equipamentos de menor potencial ofensivo, para a Polícia Militar e Polícia Civil, como espargidores de gás, projéteis não letais, granadas de mão, cartuchos e lançadores calibre 40 milimetros (mm).

Para os setores de inteligência da PMRO, PC e Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), foram entregues um boroscópio e fragmentadoras. Já para a Polícia Técnico-Científica (Politec), detectores de metais, maletas de equipamentos para local de crime e de levantamento e coleta de impressões digitais.

Durante a solenidade, o governador Marcos Rocha declarou que os equipamentos são necessários para os trabalhos técnicos de perícia e mantimento da ordem pública.

Marcos Rocha lembrou outros investimentos na segurança, como a valorização profissional, locação de veículos e armamentos

“Nosso contingente militar é importante para a segurança da população e merece trabalhar com materiais de qualidade nos patrulhamentos ostensivos, elucidando crimes cada vez mais, promovendo investimentos em nossas forças policiais”, reforçou Marcos Rocha.

O chefe do Poder Executivo Estadual também lembrou a promoção de novos cabos e sargentos da Polícia Militar e cabos do Corpo de Bombeiros Militar (CBM); o reajuste escalonado de mais de 25%, que passa a vigorar neste mês de janeiro; doações de equipamentos para trabalhos de perícia; ações para a Polícia Penal, entre outros investimentos feitos em 2021.

O secretário da Sesdec, José Hélio Cysneiros Pachá, ressaltou que o fortalecimento da Segurança Pública é uma das orientações do governador Marcos Rocha, para que os militares tenham condições necessárias de defesa e enfrentamento, garantindo a circulação da população.

O comandante-geral da Polícia Militar de Rondônia, coronel James Alves Padilha, agradeceu ao Governo de Rondônia pela entrega dos materiais. Em seu discurso, Padilha disse que: “todos os instrumentos serão usados dentro do uso progressivo da força, dando as melhores condições que o militar precisa para solucionar um problema”.

Estiveram participando da solenidade, o secretário-chefe da Casa Militar, Valdemir Góes, o titular da Secretaria de Estado de Obras e Serviços Públicos (Seosp), Erasmo Meireles, o diretor operacional da Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia (Caerd), Lauro Fernandes e o diretor-geral da Polícia Técnico-Científica (Politec), Domingos Sávio.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Encerrados cursos da semana na Escola do Legislativo
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA