PORTO VELHO

Polícia

PF desarticula organização criminosa responsável por planejar atentado contra policiais penais federais

Polícia

As investigações tiveram início em junho de 2.020, após um atentado frustrado contra a vida de um homem que se passava por policial penal federal

 

A Polícia Federal, em ação conjunta com o Departamento Penitenciário Federal (DEPEN), deflagrou na manhã desta quinta-feira (22) a Operação Onix, para desmantelar uma organização criminosa responsável por atentado contra a vida de servidores públicos federais em Porto Velho.

As investigações tiveram início em junho de 2.020, após um atentado frustrado contra a vida de um homem que se passava por policial penal federal, na cidade de Porto Velho, a mando de uma facção criminosa estruturada no Estado de São Paulo e que tem líderes presos em penitenciárias federais.

Após meses de investigação, a Polícia Federal conseguiu identificar diversos responsáveis pela organização do plano criminoso, tendo a 3ª Vara Federal de Porto Velho decretado a prisão preventiva de seis pessoas no Estado de Rondônia e deferido o pedido de busca em três imóveis.

A operação realizada em conjunto entre a Polícia Federal e o Depen representa uma resposta das forças de segurança contra os ataques planejados por facções criminosas no país, buscado responsabilizar todos aqueles que integrem organizações estruturadas para atentados contra o Estado e seus servidores.

Leia Também:  OPERAÇÃO CARNAVAL: Limite de transito para gargas, embriaguez, ultrapassagens, transporte de crianças, motociclistas e celular serão os alvos da PRF

Os presos, após serem ouvidos na sede da Polícia Federal, deverão ser transferidos para penitenciária federal e responderão pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado e organização criminosa, com penas que ultrapassam 18 dezoito anos de reclusão.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia apreende 300 quilos de cocaína no Rio de Janeiro

Publicados

em

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu hoje (5) 300 quilos de cocaína durante uma operação no Arco Metropolitano do Rio de Janeiro (BR-493). Segundo a PRF, essa foi a terceira maior apreensão da droga na história da instituição, no Rio de Janeiro.

A cocaína foi encontrada em um compartimento especial, dentro de um veículo de carga, durante uma abordagem na altura de Seropédica. Para encontrar a droga, os policiais pediram ajuda da concessionária CCR Nova Dutra para cortar a carroceria do caminhão.

O motorista, cujo nome ainda não foi revelado, foi preso em flagrante e contou que trazia a droga de Belo Horizonte. Ele entregaria a carga em um posto na BR-040, no Rio de Janeiro. Estima-se que o carregamento ilícito vale R$ 12 milhões no mercado ilegal de venda de cocaína.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  No mês de dezembro, PRF em Rondônia realiza leilão de veículos
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA