PORTO VELHO

Política

Adelino Follador faz visitas em Monte Negro, Buritis e entrega certificados do Curso de Pintura em tecido no distrito de Rio Branco

Política


Na sábado (09) o deputado Adelino Follador (DEM) esteve no município de Buritis, entre as várias visitas que fez, no Hospital Regional, junto com o irmão Sergio, verificou as instalações e recebeu do diretor, Roberto Oliveira, ofício solicitando emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil, para aquisição de equipamentos para transformar o Raio-X no sistema CR.

Em Monte Negro, o parlamentar esteve vereador Pedrão (DEM), e o Tobias, secretário de Obras do município. Em seguida estiveram acompanhando o trabalho de limpeza nas entradas da cidade, que tem o  apoio do deputado, através de intermediação junto ao DER na parceria com a Prefeitura.

No distrito de Rio Branco, município de Campo Novo de Rondônia, junto com o vereador Gerson (PSD), visitau a Igreja Assembleia de Deus, que está em festa, também às famílias da Mara, dona Eurides e Edinho. Ainda verificou as obras na ponte sobre o rio Emprestado, que dá acesso ao Assentamento Amir Lando, graças ao esforço do vereador Gerson Lima e o ex-vereador Mazinho da Vila União, beneficiando a população que agora deixa de fazer um desvio de cerca de 40 km.

 Por fim, participou da entrega de Certificados do Curso de Pintura em Tecidos, ministrado pela professora Izabel da Silva, para treze mulheres. “Temos nos esforçado para manter este curso, pois sabemos da importância e a diferença que faz na vida das pessoas, é sabido que, além de proporciona uma oportunidade em aumentar a renda familiar, é uma excelente terapia para redução do stress, da ansiedade e a depressão.

Aniversário de 44 anos de Ariquemes.

Adelino disse se sentir honrado em fazer parte da história de Ariquemes, cidade que viu crescer, onde nasceu seus filhos e netos. Disse ainda que Ariquemes é uma terra de grandes oportunidades, abençoada por Deus, que além das riquezas naturais, tem uma diversidade econômica que proporciona seu crescimento muito acima de muitas cidades brasileiras.

Ariquemes completa 44 anos de emancipação nesta segunda-feira (11).

Salão Solidário

Mais uma edição do Projeto Salão Solidário, que tem o propósito de atender dois domingos por mês, aconteceu no domingo (10) no Bairro Marechal Rondon. O deputado Adelino é colaborador direto da ação e parabenizou ao parceiro Marcelo Gomes Cuiabano, o Cuiabá e toda equipe, que, segundo ele, tem feito este trabalho maravilhoso, atendendo gratuitamente, com corte de cabelo masculino, dezenas de crianças e adultos.

Texto e foto: Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Deputado Jean Oliveira destaca importância do Programa Imuniza Rondônia para combater a pandemia
Propaganda

Política

Virou lei o projeto do deputado Eyder Brasil que proíbe linguagem neutra nas escolas de Rondônia

Publicados

em


Rondônia agora tem a lei nº 5.123 que trata da proibição do uso da linguagem neutra nas escolas públicas e privadas do Estado, fruto do projeto de Lei nº 948, de autoria do Deputado Estadual Eyder Brasil (PSL).

A linguagem neutra seria a utilização de outras vogais, consoantes, símbolos que não identifiquem o gênero masculino ou feminino nas palavras.

A nova lei sancionada recentemente pelo governo do Estado de Rondônia, garante aos estudantes rondonienses o direito ao aprendizado da língua portuguesa de acordo com a norma culta e legal de ensino estabelecida com base nas orientações nacionais de educação.

“A aprovação da lei evita qualquer interferência ou manifestação ideológica no uso da língua padrão, a qual continuará sendo respeitada em todos os seus níveis. A manutenção da educação de qualidade para todos os nossos alunos é uma conquista que nos deixa muito contente e realizado”, afirmou o parlamentar.

De acordo com a lei fica proibido o uso da linguagem neutra na grade curricular e nos materiais didáticos de instituições de ensino públicas ou privadas, assim como em editais de concursos públicos.

Ainda segundo a lei, em seu artigo.4º a violação do direito do estudante, estabelecido no Artigo 1°, acarretará em sanções às instituições de ensino e aos profissionais de educação que ministrarem conteúdos adversos aos alunos, prejudicando diretamente seu aprendizado à língua portuguesa sob a perspectiva da norma culta.

“O nosso foco é empreender todos os meios necessários para a valorização da Língua Portuguesa culta em suas políticas educacionais que defendem os estudantes de qualquer aprendizado que confronte as normas legais de ensino”, enfatizou Eyder Brasil.

Texto: Assessoria

Leia Também:  Projeto de Adelino Follador estende vacinação à servidores da ação social

Foto: Thyago Lorentz – ALE/RO


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA