PORTO VELHO

Política

CONDENADO – Desembargador afirma que Padre Ton agiu de “malandragem”

Política

Candidato derrotado ao governo em 2014, Padre Ton se tornou uma figura política decadente no estado, pouco se fala de suas ações, a não ser os processos que tramitam na justiça, fato que podem ter culminado à desmotivarem o padre a sair

 

[fvplayer src=”https://youtu.be/bM7nVVCJN7E”]

 

A 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça de Rondônia – TJ/RO, confirmou a acusação do Ministério Público do estado de Rondônia – MP/RO, que apontou o ex-deputado federal Padre Ton (PT) como responsável por crime de improbidade administrativa no período que foi prefeito do município rondoniense de Alto Alegre do Parecis.

Os órgãos fiscalizadores de justiça do estado descobriram que o padre havia contratado três servidores com recursos da prefeitura para desvio de função com interesse pessoal. Em primeira decisão, o padre político havia sido condenado à perder seus direitos políticos e proibido de manter qualquer contrato com o serviço público.

Após recorrer e com a decisão proferida, o padre terá que pagar uma multa correspondente a duas vezes o valor da remuneração percebida à época dos fatos, devidamente atualizado, porém de acordo com os desembargadores Oudivanil de Marins  e Roosevelt Queiroz Costa, observando o princípio da razoabilidade a retirada dos direitos do padre não poderia ser aplicada.

Leia Também:  Porto Velho: Prefeito explica suspensão do decreto para a abertura gradual do comércio

Entre os desembargadores que descordaram em amenizar o lado de Padre Ton está Gilberto Barbosa, que afirmou em sua decisão que o petista agiu de “malandragem”, ação não condizente para quem ocupa uma cadeira política ou veste uma batina de padre.

“A toda evidência, essa postura, longe de singela irregularidade, a meu sentir, caracteriza vistosa ‘malandragem’ que, convenha-se, não combina com o exercício do cargo, tampouco com a batina”, disse Gilberto.

Candidato derrotado ao governo em 2014, Padre Ton se tornou uma figura política decadente no estado, pouco se fala de suas ações, a não ser os processos que tramitam na justiça, fato que podem ter culminado à desmotivarem o padre a sair da vida pública.

Fonte: JH Notícias

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Está na conta da prefeitura de Cacaulândia R$ 300 mil para compra de tubos e patrolamento de estradas

Publicados

em


Já está na conta da prefeitura de Cacualândia o valor de R$ 300 mil, em duas emendas do presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), para a melhoria nas estradas vicinais e a troca de pontes de madeira por tubos corrugados.

Os R$ 300 mil em emendas, atendendo ao pedido dos vereadores Samira Pieper (PP) e João Ueverton, o popular Mongol (MDB), serão divididos em R$ 200 mil para a compra de tubos corrugados, para a troca de pontes e pontilhões de madeira na zona rural, e mais R$ 100 mil para o patrolamento das estradas vicinais do município, permitindo a locomoção e transporte da produção da zona rural.

“Os vereadores nos apresentaram os pedidos e de pronto atendemos, pois é o nosso compromisso apoiar os municípios, levando benefícios para a população, seja através de emendas ou de ações em parceria com o Governo”, afirmou Redano.

Os recursos foram liberados através do Departamento de Estradas de Rodagens (DER). Redano reforçou que o seu gabinete está à disposição do prefeito Danielzinho (DEM), e dos demais vereadores, para mais ações em favor da população de Cacaulândia.

Leia Também:  Adelino Follador vistoria Linhas em recuperação no município de Campo Novo de Rondônia

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA