PORTO VELHO

Política

Em parceria com prefeito Hildon Chaves, Deputado Anderson participa da entrega de novo refeitório e salas climatizadas da Escola Municipal 12 de Outubro

Política


Nesta última segunda-feira (11), o deputado estadual Anderson Pereira (PROS), realizou a entrega oficial de um novo ambiente para os alunos e profissionais da Escola de Educação Infantil e Fundamental 12 de Outubro, localizada no bairro Três Marias, Zona Leste de Porto Velho.

Durante a solenidade, foram entregues um refeitório amplo com cozinha totalmente climatizada, 22 centrais de ar condicionado que irão climatizar 100% das salas de aulas e uma subestação de energia elétrica para solucionar de vez o problema da queda de energia na escola.

A revitalização da escola foi realizada por meio de emenda parlamentar do deputado Anderson, atendendo a um pedido feito pelo vereador Edevaldo Neves, com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino das crianças matriculadas na instituição.

A cerimônia de entrega realizada pela prefeitura de Porto Velho contou com a participação do prefeito Hildon Chaves (PSDB), da secretária de Educação Gláucia Negreiros e do vereador Edevaldo Neves (PROS).

Para a diretora, Lígia Felício as melhorias realizadas somam uma conquista grandiosa, que vai dar conforto e comodidade aos alunos durante suas jornadas letivas. De acordo com a profissional de educação, as salas contavam com equipamentos de climatização velhos e inadequados.

“A construção do refeitório era um sonho de mais de 16 anos em que estou à frente dessa escola. Sempre sonhei em ver essas crianças estudando em uma sala confortável e climatizada, podendo fazer suas refeições em um local próprio e arejado. O deputado Anderson realizou esse sonho que não era só meu, mas também dos estudantes, responsáveis e servidores do bairro Três Marias, que agora contam com uma escola com total condições que nossas crianças merecem. Eu só tenho a agradecer”, comemorou.

O prefeito Hildon destacou e agradeceu a atuação que o parlamentar tem feito pela população rondoniense. “O senhor está no seu segundo mandato de deputado estadual, aliás, tem feito mandatos extraordinários que servem de exemplo para todos, um homem extremamente simples, humilde e que faz um trabalho incansável de pautas que regem a sua vida e que escolheu para defender. É um deputado muito sério, muito correto e tem a minha total admiração e respeito”, disse.

De acordo com Anderson, que tem investido em educação por entender que é dela que parte os grandes homens e mulheres do amanhã, afirmou que todos os investimentos são necessários para construir uma sociedade melhor.

O parlamentar aproveitou para agradecer a Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), que em tempo hábil resolveu todo o trâmite para que o projeto entrasse em execução, a parceria da prefeitura de Porto Velho e principalmente do vereador Edevaldo Neves.

“Levar benefícios aos estudantes é uma grande vitória e satisfação. Sempre estudei em escola pública e senti na pele a falta de investimentos. Agora, como deputado estadual, trabalho para que projetos na área da educação sejam contemplados e contribuam para o desenvolvimento desde a primeira infância. ”, finalizou Anderson Pereira.

Texto e foto: Assessoria

Leia Também:  Jean Oliveira participa do lançamento do Projeto de Formação Continuada aos profissionais da Educação em Nova Mamoré

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Virou lei o projeto do deputado Eyder Brasil que proíbe linguagem neutra nas escolas de Rondônia

Publicados

em


Rondônia agora tem a lei nº 5.123 que trata da proibição do uso da linguagem neutra nas escolas públicas e privadas do Estado, fruto do projeto de Lei nº 948, de autoria do Deputado Estadual Eyder Brasil (PSL).

A linguagem neutra seria a utilização de outras vogais, consoantes, símbolos que não identifiquem o gênero masculino ou feminino nas palavras.

A nova lei sancionada recentemente pelo governo do Estado de Rondônia, garante aos estudantes rondonienses o direito ao aprendizado da língua portuguesa de acordo com a norma culta e legal de ensino estabelecida com base nas orientações nacionais de educação.

“A aprovação da lei evita qualquer interferência ou manifestação ideológica no uso da língua padrão, a qual continuará sendo respeitada em todos os seus níveis. A manutenção da educação de qualidade para todos os nossos alunos é uma conquista que nos deixa muito contente e realizado”, afirmou o parlamentar.

De acordo com a lei fica proibido o uso da linguagem neutra na grade curricular e nos materiais didáticos de instituições de ensino públicas ou privadas, assim como em editais de concursos públicos.

Ainda segundo a lei, em seu artigo.4º a violação do direito do estudante, estabelecido no Artigo 1°, acarretará em sanções às instituições de ensino e aos profissionais de educação que ministrarem conteúdos adversos aos alunos, prejudicando diretamente seu aprendizado à língua portuguesa sob a perspectiva da norma culta.

“O nosso foco é empreender todos os meios necessários para a valorização da Língua Portuguesa culta em suas políticas educacionais que defendem os estudantes de qualquer aprendizado que confronte as normas legais de ensino”, enfatizou Eyder Brasil.

Texto: Assessoria

Leia Também:  Deputado Lazinho da Fetagro apresenta novas proposições em defesa das mulheres

Foto: Thyago Lorentz – ALE/RO


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA