PORTO VELHO

Política

Em plena recessão e sem aumento salarial, Governo aumenta em 25% IPVA e revolta deputado Laerte Gomes

Política


O deputado estadual Laerte Gomes (PSDB) denunciou o abuso do Governo de Rondônia ao vetar o projeto de Lei da Assembleia Legislativa para congelar os valores da Tabela Fipe e aumentar em mais de 25% o referencial de veículos nacionais e importados para majorar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Para o parlamentar, não se justifica as explicações do Governo sobre renúncia de receitas, já que o Estado não estava abrindo mão do imposto, mas tão somente mantendo os mesmos percentuais que estimam os valores do tributo, a exemplo do que fez o Governo de Minas Gerais. “Pelo contrário, o Governo aumentou a tabela Fipe e, infelizmente, nem servidores, e as demais classes de trabalhadores tiveram qualquer tipo de aumento salarial. É um contrassenso tomar esse tipo de medida em plena pandemia, falta de emprego e recessão”, disse Laerte Gomes.

O parlamentar é autor do projeto que proíbe o reajuste da tabela de referência de valores de veículos, nacionais, importados, novos e usados, para fins de cálculos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), e dos valores que constam na tabela dos serviços do Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran), relativos ao ano de 2022. Mas não a matéria foi vetada pelo governador Marcos Rocha, que pretende arrecadar mais de 500 milhões de reais com o tributo. Entenda sobre a tabela Fipe no site: https://quatrorodas.abril.com.br/tabela-fipe/

Leia Também:  Comissão do Senado aprovou nesta quarta-feira (4), fim da estabilidade para servidores públicos; entenda

Texto: Assessoria

Foto: Thyago Lorentz – ALE/RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Parceria entre governo e deputado Anderson Pereira garante maior aquisição de armas da história da Polícia Penal de Rondônia

Publicados

em


O governo do estado de Rondônia, através da Secretaria de Estado de Justiça – Sejus, anunciou na última quarta-feira (19), no palácio Rio Madeira, em Porto Velho, a entrega de armas, modelo fuzil 556, e munições que serão aplicadas em duas estratégias: aparelhamento do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (GAPE) e ativação de guaritas e postos de vigilâncias direcionados à segurança externa das unidades prisionais.

A realização deste momento histórico vem através da parceria do governo do estado e o deputado estadual Anderson Pereira (PROS), que encaminhou mais de um R$ 1 milhão de recursos, através de suas emendas parlamentares, para melhorar as condições de trabalho do policial penal.

“Quero agradecer o governador Marcos Rocha por olhar com bons olhos para a Polícia Penal, em especial ao secretário Marcus Rito, que tem atendido nossos pedidos, contribuindo no fortalecimento da nossa Polícia Penal com armamentos inéditos e de qualidade, um fato histórico que irá ajudar muito o sistema prisional na segurança das unidades e no combate às organizações criminosas dentro e fora dos presídios”, destacou.

Ao todo foram entregues 852 pistolas TS-9 da marca Taurus, 43 fuzis modelo 556 e mais de R$ 400 mil em munições, fruto de um investimento em parceria com o deputado Anderson Pereira.

O investimento inédito no sistema prisional do estado tem gerado como resultados uma Polícia Penal com autonomia que consegue gerir as demandas sem a necessidade de apoio de outras corporações como ocorria antigamente, e também tem promovido a paz nas unidades prisionais, que não têm mais registrado motins e rebeliões nos últimos anos.

“Essa é a primeira vez que este tipo de armamento é entregue ao sistema prisional e faz parte do maior volume de aquisição de armas da história da Polícia Penal de Rondônia. É mais uma ação de nossa autoria que traz resultado significativo para o sistema prisional. Nossa luta pela tão sonhada valorização salarial do policial penal continua!”, finalizou Anderson Pereira.

Texto e foto: Assessoria

Leia Também:  Deputado Jair Montes defende investimentos para evitar apagões e mais respeito às leis e aos consumidores

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA