PORTO VELHO

Política

Equipe da deputada Cássia realiza visita ao Hospital João Paulo II

Política


A equipe técnica da Comissão de Saúde, presidida pela deputada estadual Cassia Muleta (PODE), realizou visita ao Hospital João Paulo II na última sexta-feira (18), a fim de averiguar a situação  dos pacientes que necessitam do hospital.

Na visita, acompanhada por um dos médicos responsáveis pela unidade de saúde, as instalações do hospital foram analisadas pela equipe que realizou registros, visto que a Comissão de Saúde havia recebido denúncias de pacientes sendo atendidos no chão no João Paulo II. Os servidores do hospital, muito solícitos, explicaram a dinâmica da unidade de saúde e de como vem trabalhando sobrecarregados, necessitando de contratação de mais profissionais da saúde para auxiliar na grande demanda de atendimento, principalmente neste momento de pandemia.

Foi constatado que o hospital conta com estrutura para atendimento, servidores que trabalham incansavelmente dando seu melhor, porém, necessita do olhar do Poder Público para que a prestação de serviços à população possa ser realizada com maior êxito. Há a necessidade de contratação urgente de profissionais da saúde, bem como de convênios com outros hospitais para que os pacientes que necessitem de cirurgias de grande porte possam ser transferidos, desafogando assim o Hospital João Paulo II, que acaba por sofrer com superlotação quase que constantemente.

Leia Também:  Terra Prometida recebe recursos destinados pelo deputado Adelino Follador

O hospital conta com cerca de 120 leitos, tendo recebido, ao dia da visita, 169 pacientes em caráter de emergência. Salienta-se ainda que recebe também pacientes do interior, e do Sul do Amazonas, restando clara a urgência de se oferecer uma solução para esta questão.

A Parlamentar, atual Presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, afirma que sua maior bandeira neste momento é a saúde. Que somente com um trabalho atuante e em conjunto com o Governo do Estado poderá se observar melhoras na saúde pública de Rondônia.

Texto: Assessoria

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO


COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Governador sanciona Lei de Laerte Gomes, e produtor poderá buscar empréstimo nos bancos apresentando gado como garantia

Publicados

em


O governador Marcos Rocha sancionou a Lei 5.069 de 2021 de autoria do deputado estadual Laerte Gomes inserindo novo texto legal à Lei 982 de 2001, regulamentado a política de Defesa Sanitária Animal do Estado de Rondônia. Na prática, os novos dispositivos permitem ao produtor rural obter financiamento junto as instituições bancárias com carência e juros baixos apresentando como garantia o rebanho bovino disponível na propriedade rural com anuência do Idaron, que ficará tutelando a guarda dos animais disponibilizados na negociação financeira. Hoje, o produtor tem dificuldade para buscar empréstimos em razão da exigência de avalista e a escritura da propriedade.

Laerte Gomes explica que com a alteração da Lei nº 982, os produtores poderão realizar todas as negociações comerciais com os bancos, permitindo a alienação fiduciária, ou seja, a quantidade de gado negociada fica bloqueada na Idaron, possibilitando o penhor de suas criações de gado, como garantia no empréstimo financeiro, sem a burocracia que acontece atualmente, sem avalista e sem dar a sua propriedade rural como garantia para o empréstimo financeiro.

Leia Também:  Escola do Legislativo retoma atividades após fim do recesso

“Isso será muito bom para milhares de produtores rurais, principalmente para aqueles que ainda não possuem a documentação de sua propriedade, que moram em regiões onde não há Regularização Fundiária, fator que dificulta e até os impede de realizarem seus financiamentos bancários. A ideia é que esses produtores rurais, que tenham seus rebanhos bovinos em suas terras, possam dar como garantia em suas operações de crédito financeiro, as suas criações de gado em todas as agências bancárias como BASA, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, cooperativas e todas as demais”, explicou Laerte Gomes. Os produtores que trabalham com arrendamento também poderão ser contemplados com as linhas de crédito, segundo o parlamentar, pois a nova lei também prevê alienação do gado até o montante do empréstimo.

Por fim, o deputado reforça que sua iniciativa tem como principal objetivo, desburocratizar o sistema de financiamentos para o produtor rural que existe hoje e alavancar ainda mais o setor produtivo, oferecendo mais oportunidades aos produtores rurais de Rondônia “Oportunidade de investimentos tecnológicos, melhoramento genético, aumento do rebanho e todas as demais possibilidades que possam vir a colaborar com nossos produtores rurais, responsáveis pelo pilar da nossa economia que é a renda que vem lá da roça e que tanto queremos ver crescer”, acrescentou o deputado.

Leia Também:  Maurão recebe presidente da Câmara de Vereadores de Ji-Paraná

Texto: Assessoria

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA