PORTO VELHO

Política

Liberados R$ 500 mil de Alex Redano para a Federação de Futebol 7 Society adquirir material esportivo para clubes

Política

 

Já está na conta da Federação Rondoniense De Futebol 7 Society e Entorno (FRF7SE) o recurso da ordem de R$ 500 mil, fruto de emenda do presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), para a entidade adquirir material esportivo para clubes de 15 municípios de Rondônia.

“É importante apoiar o esporte, a realização de eventos esportivos e o estímulo às equipes amadoras. A prática esportiva precisa ser estimulada e o pedido da Federação agora vira realidade, com o recurso empenhado e à disposição para a realização do plano de trabalho, beneficiando equipes de 15 municípios de Rondônia com material esportivo”, destacou Redano.

O recurso da emenda foi alocado via Superintendência da Juventude, Esportes, Cultura e Lazer (Sejucel), através da celebração de termo de fomento com a Federação de Futebol 7 Society.

As equipes que irão receber o material esportivo são dos municípios de Ariquemes, Campo Novo, Cacaulândia, Cujubim, Monte Negro, Vale do Anari, Rolim de Moura, Cacoal, Alto Paraíso, Nova União, Machadinho do Oeste, Itapuã D’Oeste, Chupinguaia, Costa Marques e São Miguel do Guaporé.

Leia Também:  Luizinho Goebel pede limpeza de vias em Presidente Médici e distritos

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Virou lei o projeto do deputado Eyder Brasil que proíbe linguagem neutra nas escolas de Rondônia

Publicados

em


Rondônia agora tem a lei nº 5.123 que trata da proibição do uso da linguagem neutra nas escolas públicas e privadas do Estado, fruto do projeto de Lei nº 948, de autoria do Deputado Estadual Eyder Brasil (PSL).

A linguagem neutra seria a utilização de outras vogais, consoantes, símbolos que não identifiquem o gênero masculino ou feminino nas palavras.

A nova lei sancionada recentemente pelo governo do Estado de Rondônia, garante aos estudantes rondonienses o direito ao aprendizado da língua portuguesa de acordo com a norma culta e legal de ensino estabelecida com base nas orientações nacionais de educação.

“A aprovação da lei evita qualquer interferência ou manifestação ideológica no uso da língua padrão, a qual continuará sendo respeitada em todos os seus níveis. A manutenção da educação de qualidade para todos os nossos alunos é uma conquista que nos deixa muito contente e realizado”, afirmou o parlamentar.

De acordo com a lei fica proibido o uso da linguagem neutra na grade curricular e nos materiais didáticos de instituições de ensino públicas ou privadas, assim como em editais de concursos públicos.

Ainda segundo a lei, em seu artigo.4º a violação do direito do estudante, estabelecido no Artigo 1°, acarretará em sanções às instituições de ensino e aos profissionais de educação que ministrarem conteúdos adversos aos alunos, prejudicando diretamente seu aprendizado à língua portuguesa sob a perspectiva da norma culta.

“O nosso foco é empreender todos os meios necessários para a valorização da Língua Portuguesa culta em suas políticas educacionais que defendem os estudantes de qualquer aprendizado que confronte as normas legais de ensino”, enfatizou Eyder Brasil.

Texto: Assessoria

Leia Também:  DESTAQUE NACIONAL: Prefeito Hildon Chaves consegue fim de obras embargadas em todo Brasil

Foto: Thyago Lorentz – ALE/RO


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA