PORTO VELHO

Cabixi

Maurão de Carvalho acompanha lançamento do projeto asfalto novo no Cone Sul

Cabixi

O Presidente da Assembleia Legislativa e deputado Maurão de Carvalho (PMDB), prestigiou na manhã desta segunda-feira (30) na RO-370 no acesso ao município de Cabixi, o lançamento do projeto “Asfalto Novo”, lançado pelo governo do estado, que visa a recuperação das Rodovias do estado. O lançamento contou com a presença do governador Confúcio Moura (PMDB), do Diretor Geral do DER/ Ezequiel Neiva e servidores do órgão que trabalharão nessa missão inaugural.

A ação do DER trata-se de “Micro revestimento nas rodovias estaduais”, a primeira que visa à restauração de 100% das rodovias estaduais pavimentadas até o final de 2018 será na RO-370, no acesso ao município de Cabixi, Sul de Rondônia. O evento aconteceu no trevo de acesso a Cabixi e Corumbiara. Uma revolução na recuperação das rodovias estaduais.

O Deputado Maurão de Carvalho falou da importância dessa ação do governo do estado para as Rodovias. “Sabemos que o Homem do Campo precisa de boas estradas para o escoamento da produção, por essas rodovias transitam ainda alunos, rondonienses de uma cidade pra outra, ambulâncias que salvam vidas e sitiantes que vão até a cidade para compras, por isso essas estradas de responsabilidade do estado, devem estar em boas condições de ir e vir”. Fortaleceu o parlamentar.

Leia Também:  Viagem de ônibus mais longa do mundo passa por Rondônia

De acordo com o diretor do DER, o Projeto Asfalto Novo será executado em três vertentes: com a restauração com micro revestimento asfáltico; restauração com asfalto usinado quando a necessidade de refazer a base; e com projetos de pavimentação de rodovia”, explicou Ezequiel Neiva, ressaltando que nos últimos anos o governo de Rondônia tem investido maciçamente na pavimentação de rodovias, mas os asfaltos antigos estão desgastados, precisando de urgente recuperação.

Nessa aplicação do micro revestimento, o governo de Rondônia fez a aquisição de “duas carretas”, com estrutura completa para a fabricação do material asfáltico. A aplicação é realizada pelas próprias carretas, com maquinário e servidores próprios do DER. O micro revestimento pode ser utilizado como selamento, impermeabilização, rejuvenescimento e conservação dos pavimentos. Assim o DER terá capacidade de fazer ao menos seis quilômetros de micro revestimento asfáltico por dia, desde que a via esteja já em condições de receber os equipamentos.

Stanislany Sena Brito

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Abunã

CONFIRA OS DADOS DE RONDÔNIA: IBGE divulga PIB 2017 dos municípios brasileiros

Publicados

em

Por

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga, na manhã desta sexta-feira (13), os valores do Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios brasileiros referentes ao ano de 2017. São Paulo continua como o maior PIB e o Rio de Janeiro é o segundo maior.

Em Rondônia, houve um crescimento de 5,4% em volume comparando com 2016, representando 0,7% do PIB nacional. Em 2017, o PIB rondoniense foi de R$ 43,5 bilhões, sendo 36,79% de serviços; 27,4% de administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social; 20,85% de indústria e 14,96% de agropecuária.

Em 2017, os maiores PIB municipais em valores absolutos foram registrados em Porto Velho (R$ 16,5 bilhões), Ji-Paraná (R$ 3,02 bilhões), Vilhena (R$ 2,55 bilhões), Ariquemes (R$ 2,29 bilhões), Cacoal (R$ 2,12 bilhões), Jaru (R$ 1,41 bilhão), Rolim de Moura (R$ 1,29 bilhão), Pimenta Bueno (R$ 1,07 bilhão), Guajará-Mirim (R$ 804 milhões) e Ouro Preto do Oeste (R$ 777 milhões).

Já os maiores PIB per capita ocorreram nos municípios de Pimenteiras do Oeste, Corumbiara, Porto Velho, Castanheiras, Pimenta Bueno, Rio Crespo, São Miguel do Guaporé, Vilhena, Chupinguaia e Jaru, nesta ordem.

Leia Também:  Deputado Federal Lindomar Garçon comemora avanço de regularização fundiária em Rondônia com LEI 13.465 

Quando se trata de participação no PIB estadual, os maiores são: Porto Velho (37,96%), Ji-Paraná (6,96%), Vilhena (5,87%), Ariquemes (5,28%), Cacoal (4,89%), Jaru (3,25%), Rolim de Moura (2,98%), Pimenta Bueno (2,47%), Guajará-Mirim (1,85%) e Ouro Preto do Oeste (1,79%). Ou seja, dez municípios são responsáveis por quase três quartos do PIB rondoniense.

Analisando os valores do PIB estadual em cada setor, a capital corresponde a 10,04% do valor da agropecuária, 63% da indústria, 40% dos serviços e 29,61% de administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social. Cacoal é o segundo maior em agropecuária (4,34%), Vilhena o segundo em indústria (5,04%) e Ji-Paraná fica em segundo em serviços (9,62%) e em administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social (6,8%).

Os maiores crescimentos em valores absolutos entre 2017 e 2016 ocorreram nos municípios de Castanheiras, Alto Alegre dos Parecis, Corumbiara, Candeias do Jamari e São Miguel do Guaporé.

Com os menores PIB estão: Primavera de Rondônia (R$ 63 milhões), Teixeirópolis (R$ 83 milhões), São Felipe do Oeste (R$ 91 milhões), Pimenteiras do Oeste (R$ 99 milhões), Parecis (R$ 102 milhões), Rio Crespo (R$ 106 milhões), Castanheiras (R$ 111 milhões), Nova União (R$ 121 milhões), Cabixi (R$ 138 milhões) e Vale do Paraíso e Cacaulândia com R$ 140 milhões.

Leia Também:  KID DUAS CARAS E A BANCADA POLEIRO DE PATO

Amabile Casarin
Analista Censitária – Jornalismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA