PORTO VELHO

Política

Presidente da Câmara de Campo Novo apresenta demandas na Assembleia Legislativa

Política


O chefe de gabinete da presidência da Assembleia Legislativa, Rogério Gago e o chefe de gabinete parlamentar do deputado Alex Redano (Republicanos), Erique Marques, se reuniram com o presidente da Câmara de Campo Novo de Rondônia, Claudecir Alexandre Alves, o Ci da C-10 (PDT), que apresentou demandas do município.

O vereador iniciou a reunião, solicitando apoio para a recuperação da rodovia RO-462, que liga o município de Campo Novo a Buritis, e da rodovia BR-421 ao distrito de Três Coqueiros, ambas com muitos buracos.

Na oportunidade, o vereador apresentou alguns requerimentos, entre eles, o pedido de caminhões para o transporte de 600 toneladas de calcário e solicitação de emendas para a aquisição de implementos agrícolas.

Ci da C-10 também apresentou a necessidade de tubos corrugados para bueiros, que irão atender a dez linhas, onde cerca de 700 famílias serão beneficiadas e um pedido especial para asfalto nos distritos de Três Coqueiros, Vila União e Rio Branco.

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Presidente Laerte Gomes destaca trajetória do MP em solenidade de posse dos novos procurador-geral e do corregedor geral de Justiça
Propaganda

Política

Presidida pelo deputado Anderson Pereira, CCJ arquiva projeto supérfluo que não beneficiaria produtores de leite em Rondônia

Publicados

em


A Comissão de Constituição, Justiça e Redação – CCJR, sob a presidencia do deputado estadual Anderson Pereira (PROS), e com relatoria do deputado Laerte Gomes (PSDB), arquivou de forma definitiva, o Projeto de Lei 1016/2021 de autoria do Poder Executivo, que autorizava o governo a abrir Crédito Adicional Suplementar por Superávit Financeiro de mais de 7,2 milhões, em favor da Unidade Orçamentária Fundo de Investimento e Apoio ao Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira do Estado de Rondônia (Proleite), que não beneficiaria em nada os produtores de leite em Rondônia.

O valor seria remetido para a compra de veículos, notebooks, combustível para um ano, manutenção de caminhonetes e carros de pequeno porte e quase 2300 apostilas para o produtor rural fazer anotações.

O arquivamento dessa matéria se deu devido a situação caótica enfrentada pelos produtores de leite do Estado, que tiveram o preço do produto entregue aos laticínios reduzido de forma brusca, sem nenhum aviso prévio, o que tem inviabilizado a atividade, uma vez que o custo da produção é maior do que o valor pago atualmente.

Leia Também:  Jean Oliveira solicita POC Itinerante em Alta Floresta D’Oeste

Anderson se declarou favorável aos incentivos fiscais para os laticínios, que geram emprego e renda para o Estado, mas defendeu colocar um condicionante na lei para que obrigue as empresas a pagar um preço mínimo aos produtores. Ele também pediu por mais fiscalização no valor dos produtos ao consumidor final e sugeriu uma parceria entre Sefin e o Procon para esse fim. O parlamentar destacou também que existe uma falha na gestão dos recursos do Fundo Pró-leite e sugeriu a criação de um auxílio para os produtores que ajude os produtores nos períodos de crise do setor.

“Como presidente da CCJ, pautei esse projeto que foi aprovado pelo conselho que cuida dos recursos do ProLeite, e esse conselho aprovou a compra de materiais supérfluo que não iria contribuir em nada com a situação atual dos produtores de leite do estado, passei a relatoria para o deputado Laerte Gomes e hoje votamos pelo arquivamento”, finalizou Anderson Pereira.

Texto e foto: Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA