PORTO VELHO

Política

Projeto garante matrícula de irmãos em uma mesma escola

Política

De acordo com o projeto do deputado Jair Montes (Avante), a presença de irmãos e parentes, até terceiro grau, na mesma unidade escolar, proporcionará uma maior segurança no convívio escolar, permitindo um maior aproveitamento no aprendizado. 

Conforme o projeto, tem sido noticiada a possibilidade da prática de bullying e o assédio escolar em várias escolas, e a presença de irmãos e parentes próximos seria motivo suficiente para desmotivar a incitação de conflitos. A iniciativa também visa facilitar a rotina dos pais ao priorizar matrícula para irmãos na mesma unidade de ensino.

As unidades escolares deverão, no momento da matrícula, questionar o interessado sobre a existência de irmão e parentesco, oferecendo a oportunidade da matrícula em conjunto.

Texto e Foto: Assessoria

.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Projeto de Mariana Carvalho prevê mais segurança para animais de estimação
Propaganda

Política

Presidente da Assembleia rejeita pedido da defesa e quer decisão judicial que manda cassar Geraldo da Rondônia acatada

Publicados

em

 

Alex Redano disse que não pode tomar a decisão sozinho, mas adiantou o seu posicionamento

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), disse que rejeitou pedido da defesa do deputado Geraldo da Rondônia, para suspender o procedimento que pode levar à cassação de seu mandato, e defendeu que a decisão judicial seja acatada pela Casa de Leis.

“Nesta manhã (09), estava convocada uma reunião da Mesa Diretora, para tratar sobre o procedimento de cassação do deputado Geraldo da Rondônia, em razão de condenação e suspensão dos seus direitos políticos. A defesa do parlamentar apresentou um pedido de suspensão dessa decisão da Mesa, até que seja julgada uma liminar impetrada na justiça, mas não acatei esse pedido”, disse Redano.

De acordo com o presidente, “rejeitei o pedido da defesa e o procedimento continua, vamos convocar nova reunião da Mesa Diretora, pois infelizmente hoje não reunimos quórum para a deliberação. Mas, quero registrar o meu posicionamento, lavrado em ata, de que sou favorável ao cumprimento da determinação judicial, pela perda do mandato de Geraldo da Rondônia. Mas, não é uma decisão que posso tomar sozinho, mas sim pelo colegiado”.
Geraldo da Rondônia foi condenado a dois anos de prisão e a suspensão de seus direitos políticos. O juiz da 3ª Vara Criminal Federal, Walisson Gonçalves Cunha, encaminhou a decisão ao Parlamento, para a cassação de seu mandato, após o trânsito em julgado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Deputado Ismael Crispin garante ambulância para Vale do Anari
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA