PORTO VELHO

Política

Setembro amarelo: deputado Alex Silva realiza caminhada de combate ao suicídio no espaço alternativo

Política


Mais uma ação realizada pelo Deputado Alex Silva (Republicanos), em alusão à campanha Setembro Amarelo. Desta vez, Alex Silva promoveu em parceria com o vereador Vanderlei Silva (Republicanos), no domingo (19), uma caminhada de conscientização e combate ao suicídio, no Espaço Alternativo, em Porto Velho.

A ação teve por objetivo, chamar a atenção da sociedade para o tema e levar a mensagem de que pedir ajuda, é a melhor opção para superar a depressão, e afastar os pensamentos de suicídio. Anualmente no Brasil, são registrados cerca de 12 mil suicídios, e mais de 1 milhão em todo o mundo.

“Essa caminhada é uma maneira que encontramos de fazer um alerta às pessoas que enfrentam um momento difícil, estão depressivas e pensam em acabar com a própria vida. É necessário, conversar com alguém e buscar ajudar, pois desta forma, terá mais chances de mudar o rumo da situação e dá a volta por cima”, relatou o parlamentar.

Durante a caminhada também houve a entrega de adesivos e mensagens de superação, além de folders contendo as proposituras de Alex Silva referentes ao tema, já apresentadas na ALE-RO.

Leia Também:  Presidente Alex Redano discute investimentos nos municípios com chefe da Casa Civil

NÃO DESISTA! VOCÊ É MAIOR DO QUE A SUA DOR!

Texto e foto: Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Virou lei o projeto do deputado Eyder Brasil que proíbe linguagem neutra nas escolas de Rondônia

Publicados

em


Rondônia agora tem a lei nº 5.123 que trata da proibição do uso da linguagem neutra nas escolas públicas e privadas do Estado, fruto do projeto de Lei nº 948, de autoria do Deputado Estadual Eyder Brasil (PSL).

A linguagem neutra seria a utilização de outras vogais, consoantes, símbolos que não identifiquem o gênero masculino ou feminino nas palavras.

A nova lei sancionada recentemente pelo governo do Estado de Rondônia, garante aos estudantes rondonienses o direito ao aprendizado da língua portuguesa de acordo com a norma culta e legal de ensino estabelecida com base nas orientações nacionais de educação.

“A aprovação da lei evita qualquer interferência ou manifestação ideológica no uso da língua padrão, a qual continuará sendo respeitada em todos os seus níveis. A manutenção da educação de qualidade para todos os nossos alunos é uma conquista que nos deixa muito contente e realizado”, afirmou o parlamentar.

De acordo com a lei fica proibido o uso da linguagem neutra na grade curricular e nos materiais didáticos de instituições de ensino públicas ou privadas, assim como em editais de concursos públicos.

Ainda segundo a lei, em seu artigo.4º a violação do direito do estudante, estabelecido no Artigo 1°, acarretará em sanções às instituições de ensino e aos profissionais de educação que ministrarem conteúdos adversos aos alunos, prejudicando diretamente seu aprendizado à língua portuguesa sob a perspectiva da norma culta.

“O nosso foco é empreender todos os meios necessários para a valorização da Língua Portuguesa culta em suas políticas educacionais que defendem os estudantes de qualquer aprendizado que confronte as normas legais de ensino”, enfatizou Eyder Brasil.

Texto: Assessoria

Leia Também:  Deputado Anderson declara apoio às forças de segurança na discussão salarial com o governo

Foto: Thyago Lorentz – ALE/RO


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA