PORTO VELHO

Porto Velho

CONTROLE – População deve ficar atenta aos sintomas da malária

Porto Velho

 

Em casos de febre, dor de cabeça, falta de apetite e dores no corpo, serviço de saúde deve ser procurado

Em 2020 foram detectados 5.998 casos de maláriaNo primeiro semestre de 2021 foram registrados 2.512 casos de malária no município de Porto Velho. Durante todo o ano passado foram 5.998 casos. A malária é uma doença que tem cura e o tratamento é eficaz, simples e gratuito nas unidades básicas de saúde da Prefeitura Municipal.

O período em que ocorrem mais casos de transmissão da doença é no pós-chuvas, quando são maiores as condições para proliferação do mosquito vetor, o Anopheles.
“O comportamento da malária em Porto Velho é determinado pelo ciclo de chuvas, que favorece os criadouros e deixa o ambiente propício para o mosquito transmissor”, explica Rosilene Ruffato, coordenadora de malária da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Ela destaca que um dos fatores da elevação das ocorrências é o crescimento desordenado da cidade em áreas que antes eram rurais. O maior número de casos está no Assentamento São Tiago, no distrito de União Bandeirantes, no Projeto Rio Preto e em Vista Alegre do Abunã.

Leia Também:  Mega Sena 2205 sai para aposta única! Prêmio era de R$ 61 milhões! Veja o resultado!

O enfrentamento da doença é feito com a borrifação intradomiciliar, controle químico espacial, conhecido como fumacê, monitoramento e busca ativa nas áreas delimitadas e que estão distantes das unidades de saúde.

SINTOMAS

Sintomas como dores no corpo, no aparelho gastrointestinal, ou ainda dor de cabeça, falta de ar, palidez, pele e olhos amarelados ou ritmo cardíaco acelerado requerem a procura imediata do serviço de saúde mais próximo.

TRATAMENTO

O atendimento pode ser feito nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Ana Adelaide, UPA Leste, UPA Sul, que funcionam durante 24h. Também estão disponíveis o Centro de Pesquisa em Medicina Tropical (Cepem), nas UBSs Castanheiras, José Adelino, Ronaldo Aragão, com o atendimento em horário comercial, de segunda a sexta-feira.

Texto: Etiene Gonçalves
Foto: Wesley Pontes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

MELHORIAS – Avenida Tiradentes terá nova arborização, sinalização e ciclovia

Publicados

em


Obras de drenagem estão na fase final

Equipe realiza serviços de drenagem na via  As obras de drenagem na avenida Tiradentes, no bairro Pedacinho de Chão, estão chegando ao fim. A região sofria com alagamentos devido ao entupimento da rede de drenagem, ocasionados por lixo e raízes das árvores do canteiro central. A situação está sendo revertida.

“O entupimento das manilhas de drenagem que passam por baixo do canteiro central da avenida causava os transtornos”, explicou o secretário Diego Lage, da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (Semob).

Conforme um estudo realizado pela Semob, as árvores que estavam no canteiro central foram trazidas para o Brasil para fins de arborização. No entanto, não se adaptaram e passaram a ser consideradas invasoras.

Após o término dos serviços de drenagem, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) colocará em execução o projeto de arborização planejado exclusivamente para a região.

A Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran) completará a intervenção implantando sinalização e ciclovia.

Texto: Carlos Sabino
Foto: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Leia Também:  Hospital de Rondônia é o primeiro a utilizar predomínio de energia solar

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA