PORTO VELHO

Porto Velho

COVID-19 – Prefeitura apresenta balanço da Operação Argos III

Porto Velho


Equipe fiscalizou mais de uma centena de estabelecimentos comerciais de Porto Velho

A fiscalização é para garantir o cumprimento das restrições do decretoUma força-tarefa composta órgãos fiscalizadores da Prefeitura de Porto Velho, policiais militares e bombeiros militares realizou, sábado (10), a 3ª edição da Operação Argos. No total, 115 estabelecimentos comerciais foram visitados. O grupo atua para sensibilizar o comércio local quanto ao cumprimento das restrições relacionadas ao controle a pandemia de Covid-19.

A equipe percorreu algumas das principais avenidas da cidade como Sete de Setembro, Nações Unidas, Amazonas e José Amador dos Reis. Foram feitas orientações em 105 estabelecimentos, além de sete notificações e quatro autuações por motivos variados.

A atuação da força-tarefa de servidores da Prefeitura de Porto Velho é parte do cumprimento das medidas de restrição ao funcionamento de estabelecimentos comerciais previstas em legislação especifica.

“A fiscalização é feita para que não seja necessário ampliar o período de restrições ou fechar o comércio durante a semana. É ruim para economia, pior ainda para as vidas que são perdidas no decorrer da pandemia”, justifica o diretor do Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Huéliton Mendes.

Leia Também:  URBANISMO: Prefeitura começa mutirão de limpeza no bairro Socialista

A fiscalização vai permanecer enquanto durar a vigência dos decretos Mendes destaca que a sociedade precisa colaborar seguindo as regras impostas pelas autoridades sanitárias e que a classe empresarial também precisa ajudar o poder público neste momento.

Segundo a Semfaz, a fiscalização vai permanecer enquanto durar a vigência dos decretos que tratam do isolamento social controlado.

OPERAÇÃO

A Operação Argos é coordenada pelo Setor de Fiscalização da Semfaz e tem apoio do Departamento de Postura Urbana da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), além do apoio da Polícia Militar.

Texto: Etiene Gonçalves
Fotos: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

SEM INTERNET – Prefeitura vai vacinar idosos com mais de 60 anos por demanda espontânea

Publicados

em

 

Serão cerca de 4 mil doses que estarão disponíveis para esse público nesta quinta-feira

O objetivo é atingir a população com mais de 60 anos que não tem acesso à internet A Prefeita de Porto Velho vai vacinar idosos por demanda espontânea, nesta quinta-feira (6), das 9h às 17h, no Campus da Uniron, na Av. Mamoré, zona Leste da capital. O objetivo é atingir a população com mais de 60 anos que não tem acesso à internet e que, por consequência, não conseguiram agendar a vacinação.

A meta é imunizar, com a primeira dose, todo o público preconizado pelo Ministério da Saúde (MS) nesta faixa etária. “Essa vacinação de amanhã será para atingir todo o público de 60 anos ou mais e, principalmente, aqueles idosos que não têm acesso à internet e, por isso, não conseguiram agendar. Lembramos que vai durar o dia todo, então não é preciso ir apenas em um horário. Começamos às 9h e seguimos até às 17h. Então, se você tem 60 anos ou mais e não se vacinou, pode ir tomar a sua primeira dose amanhã”, declarou a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes

Leia Também:  INFRAESTRUTURA - Mês de abril encerra com obras em bairros de Porto Velho

Para a primeira dose é preciso levar documento com foto e cartão do SUSA titular da Semusa, Eliana Pasini, reforça o pedido e pede para que a população com mias de 60 anos atenda ao chamado e compareça no local de vacinação. “As vacinas são seguras, temos que imunizar nossa população para reduzir cada vez mais os casos de Covid-19 no nosso município, acredite nas vacinas, elas são a nossa forma de proteção mais importante. Nós estamos nesse esforço para que todo esse público compareça apenas amanhã, para fechar a vacinação dos idosos com 60 anos ou mais e seguir com o plano de imunização da nossa capital”, reforça.

Serão cerca de 4 mil doses que estarão disponíveis para esse público nesta quinta-feira. A Semusa reforça que esse público será vacinado apenas amanhã e que não é necessário ir todos no mesmo horário para evitar aglomeração.

Para receber a primeira dose é preciso levar documento de identificação com foto, além do cartão do SUS.

VEJA O VÍDEO AQUI.

Texto: Jefferson Carvalho
Fotos: Leandro Morais
Vídeo: Saul Ribeiro

Leia Também:  Ministro garante inauguração da Ponte do Madeira em dezembro na Ponta do Abunã

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA