PORTO VELHO

Porto Velho

CUIDADOS – Lar do Bebê é uma das unidades referência no acolhimento e adoção de crianças em Porto Velho

Porto Velho

Unidade passou por ampla reforma pelo município

Crianças são acolhidas em uma estrutura revitalizadaEntregue no início do mês pela Prefeitura de Porto Velho, o Lar do Bebê funciona como um espaço de proteção provisória e de acolhimento institucional, oferecendo um ambiente acolhedor para crianças em situação de vulnerabilidade social.

Nos últimos dois anos, cerca de 80 crianças, de 0 a 10 anos, deram entrada na unidade. Deste total, 15% ganharam um novo lar após a finalização do processo de adoção, realizado pela Vara de Proteção à Infância e Juventude de Porto Velho.

Segundo a psicóloga responsável pelo acolhimento das crianças no Lar do Bebê, Aciê Iguchi, o processo de adoção, que começa pelo juizado, pode levar até dois anos para ser finalizado. Ela explica que após passar pela fila de espera, os futuros pais adotivos, junto a criança adotada, passam por um período de aproximação, que é executado pela equipe técnica do Departamento de Proteção Social Especial (DPSE), da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), em conjunto com a Vara de Infância e Juventude.

Leia Também:  Energisa leva mutirão de atendimento ao bairro Tancredo Neves no próximo sábado

Espaço foi montado para dar acolhimento e aconchego para as criançasO município também trabalha em outro tipo de cenário. O de retorno da criança e adolescente ao antigo lar. “Antes das crianças entrarem para adoção, todo um trabalho é feito no núcleo familiar de onde ela saiu para tentar melhorar o ambiente e inseri-la de volta no seio familiar. Caso não seja possível, nós procuramos outros parentes mais próximos que possam contribuir para o desenvolvimento da criança”, destacou a profissional.

Ainda segundo Aciê Iguchi, entre os fatores que levam crianças e adolescentes à unidade de acolhimento estão o não comparecimento à escola, privação de alimento adequado, abandono e conflitos familiares.

Além dos serviços de acolhimento, no Lar do Bebê também é desenvolvido o projeto Apadrinhando Uma História, que consiste em receber pessoas físicas e jurídicas dispostas a desenvolverem atividades de ensino voltadas às crianças.

Texto: Carlos Sabino
Foto: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

MELHORIA – Investimento em tecnologia traz mais celeridade aos processos do município

Publicados

em

Programas estão sendo implantados em diversas secretarias

Investimento busca dar ainda mais transparência aos processos do municípioUm amplo investimento em tecnologia tem trazido ainda mais transparência aos processos da Prefeitura de Porto Velho. Com mais de R$ 30 milhões investidos, o município busca otimizar esse sistema e continuar a prestar um serviço de qualidade à população.

“Esse valor é distribuído em várias melhorias, entre elas a aquisição de servidores, mais de 90 quilômetros de implantação de fibra ótica e a implantação do sistema e-TCDF, incluindo a capacitação de servidores, entre várias outras melhorias que seguem sendo aplicadas”, explica Saulo Nascimento, titular da Superintendência Municipal de Tecnologia da Informação (SMTI).

e-TCDF

O e-TCDF é um sistema que dá mais celeridade, segurança e autenticidade aos processos eletrônicos que são feitos dentro das secretarias. Ele é uma parceria, desde 2019, entre a Prefeitura de Porto Velho e o Tribunal de Contas do Distrito Federal, responsável pelo desenvolvimento e segurança do sistema.

Saulo Nascimento, superintendente da SMTI “Ele começou a ser implantado em 2021 através da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur), que hoje está com cerca de 98% dos processos já inseridos no programa e segue em expansão para as demais. Atualmente, já são atendidas a Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric), entre outras”, explica o superintendente.

Leia Também:  SOLIDARIEDADE - Servidores da Prefeitura promovem campanha de doação de sangue

TRANSPARÊNCIA

Para a população, um dos benefícios desta implantação é poder acompanhar os processos de interesse comum. “Não apenas ligado à transparência, o e-TCDF está linkado ao sistema de licenciamento unificado que são, por exemplo, licenciamentos ambientais, de obras, de trânsito; é acompanhar o que a prefeitura está fazendo”, comenta Saulo.

Mais de 30 analistas foram treinados para implantar e utilizar o novo sistema. O treinamento segue sendo feito para servidores de diversas secretarias. O objetivo é concluir o treinamento e a implantação do sistema em 2023.

Texto: Larissa Vieira
Foto: Felipe Ribeiro

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Fonte: Prefeitura de Porto Velho – RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA