PORTO VELHO

Porto Velho

Defesa Civil define ações em parcerias com as comunidades

Publicados

Porto Velho

Prefeito determina implantação de base fixa da Defesa Civil em cada distrito do Baixo Madeira.

Equipe Multidisciplinar da Defesa Civil Municipal realizou reunião com moradores do distrito de São Carlos e comunidades vizinhas. Marcelo Santos, coordenador da Defesa Civil, explicou aos moradores que recebeu uma determinação direta do prefeito Hildon Chaves para criar uma base fixa da Defesa Civil nas principais comunidades ribeirinhas (São Carlos, Nazaré e Calama), para tratar diretamente com os moradores, as ações a serem tomadas, caso o nível do rio continue subindo.

Ainda segundo o coordenador, o prefeito solicitou que todas as demandas oriundas das comunidades sejam repassadas, imediatamente, à Sala de Situação instituída pela Prefeitura, para que a solução seja viabilizada com a maior brevidade possível.

A equipe informou aos participantes todas as ações já iniciadas pela prefeitura e que, na próxima semana, um barco cedido pela Seas (Secretarias Estadual de Ação Social), descerá o rio Madeira, com ajuda humanitária para os moradores atingidos pelas águas, principalmente os que tiveram suas fontes de renda prejudicadas pela cheia.

Leia Também:  ELEIÇÕES2018: Veja como será a ordem de votação na urna eletrônica neste domingo

Balanço

O número atualizado de famílias impactadas diretamente pela enchente, até esta quarta-feira (6/2), era 729. Outras 530 foram atingidas indiretamente. 145 famílias estão desabrigadas e todas são assistidas pela Prefeitura. As desalojadas somam 137. Algumas delas foram levadas para casa de parentes, outras alugaram um local para ficar até as águas baixarem.

Comdecom
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

COVID-19 – Prefeitura apresenta balanço da Operação Argos III

Publicados

em


Equipe fiscalizou mais de uma centena de estabelecimentos comerciais de Porto Velho

A fiscalização é para garantir o cumprimento das restrições do decretoUma força-tarefa composta órgãos fiscalizadores da Prefeitura de Porto Velho, policiais militares e bombeiros militares realizou, sábado (10), a 3ª edição da Operação Argos. No total, 115 estabelecimentos comerciais foram visitados. O grupo atua para sensibilizar o comércio local quanto ao cumprimento das restrições relacionadas ao controle a pandemia de Covid-19.

A equipe percorreu algumas das principais avenidas da cidade como Sete de Setembro, Nações Unidas, Amazonas e José Amador dos Reis. Foram feitas orientações em 105 estabelecimentos, além de sete notificações e quatro autuações por motivos variados.

A atuação da força-tarefa de servidores da Prefeitura de Porto Velho é parte do cumprimento das medidas de restrição ao funcionamento de estabelecimentos comerciais previstas em legislação especifica.

“A fiscalização é feita para que não seja necessário ampliar o período de restrições ou fechar o comércio durante a semana. É ruim para economia, pior ainda para as vidas que são perdidas no decorrer da pandemia”, justifica o diretor do Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Huéliton Mendes.

Leia Também:  Hildon Chaves explica que não decretará lockdown, ao contrário do que diz a oposição

A fiscalização vai permanecer enquanto durar a vigência dos decretos Mendes destaca que a sociedade precisa colaborar seguindo as regras impostas pelas autoridades sanitárias e que a classe empresarial também precisa ajudar o poder público neste momento.

Segundo a Semfaz, a fiscalização vai permanecer enquanto durar a vigência dos decretos que tratam do isolamento social controlado.

OPERAÇÃO

A Operação Argos é coordenada pelo Setor de Fiscalização da Semfaz e tem apoio do Departamento de Postura Urbana da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), além do apoio da Polícia Militar.

Texto: Etiene Gonçalves
Fotos: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA