PORTO VELHO

Porto Velho

ECONOMIA – Prefeitura de Porto Velho implanta novo sistema de monitoramento e regulação médica no SAMU

Porto Velho


Plataforma de última geração agiliza atendimento e acompanha ocorrências em tempo real

A plataforma vai tornar o atendimento mais preciso, inclusive no deslocamento das ambulânciasUma plataforma moderna e acessível, tanto pela internet quanto via satélite, foi implantada pela Prefeitura de Porto Velho para colocar o Serviço Móvel de Urgência de Porto Velho (Samu) na era digital. A novidade fará com que a equipe de regulação acompanhe em tempo real o andamento das ocorrências, além de agregar agilidade, eficácia e economia de gastos.

A novidade é o sistema Vsky Samu, que faz parte da plataforma interna do serviço. Ele vai tornar o atendimento mais preciso, inclusive no deslocamento das ambulâncias, que terão monitoramento em tempo real. O sistema será operacionalizado por telefone celular ou computador, sem a necessidade de papel, caneta ou rádios de comunicação.

O Samu é um serviço oferecido pela Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). A proposta da tecnologia em produzir eficácia e economia no atendimento à população também avança em diversos setores da administração municipal.

ECONOMIA

A diretora do Departamento de Média e Alta Complexidade da Semusa (Dmac), Francisca Nery, argumenta que o sistema vai gerar economia e ampliar a eficiência. “Um software vai armazenar todos os dados das ocorrências e emitir as informações para a equipe da ambulância mais próxima, logo após a regulação médica. É a otimização do serviço, considerando que a ambulância não precisará retornar à base do Samu para atender outra ocorrência. E isto gera economia no combustível”, explica.

Leia Também:  VICINAIS - Meta da Prefeitura é ultrapassar 5 mil quilômetros de estradas rurais recuperadas em Porto Velho

O sistema diminuirá o tempo entre o chamado e o socorro à vítimaEla aponta mais vantagens: “O sistema diminuirá o tempo entre o chamado e o socorro à vítima, pois haverá integração com as ambulâncias. Também será muito útil para o registro de trotes, já que as ambulâncias são equipadas com GPS”.

A Semusa fará o monitoramento das ocorrências em tempo real e terá maior controle, por meios de relatórios diários, dos serviços realizados.

Segundo o assessor técnico do Samu, Raymisson Correia, as equipes já foram treinadas para interagir com o Vsky Samu. Ele destaca que faltam apenas alguns ajustes para que o sistema inicie a fase operacional, o que deve ocorrer ainda esta semana.

FUNCIONALIDADE

Renato Almeida, técnico da empresa Velp Tecnologia, responsável pela implantação da plataforma digital do Samu, explica que o sistema, que agrega solução de regulação, monitoramento e comunicação, é o mesmo utilizado em 600 municípios de Minas Gerais.

Ele explica que quando alguém ligar para o telefone 192 informando uma ocorrência, o atendente registrará nome, endereço, ponto de referência e demais dados da ocorrência. “O chamado será encaminhado automaticamente para o médico regulador na central, que fará orientações e o encaminhamento necessário, inclusive sobre o tipo de ambulância a ser utilizada”, acrescenta.

Leia Também:  Prefeitura de Porto Velho implanta 87 pontos de luz no bairro Terra Prometida

PRECISÃO

Raymisson Correia diz que as equipes já foram treinadas para interagir com o VskyPara que a equipe da ambulância não perca tempo à procura do endereço da ocorrência, o sistema fará conexão imediata com os aplicativos Waze ou Google Maps, que mapeiam a cidade via satélite e indicam a localização exata de onde o serviço está sendo pedido.

FACILIDADE

Posteriormente, a Semusa disponibilizará ao público o aplicativo “192 Fácil”, que será utilizado quando o cidadão precisar acionar o Samu. Ao invés de fazer uma ligação por telefone, bastará fornecer as informações do paciente no aplicativo e a Central de Regulação fará o encaminhamento com a maior rapidez possível.

Para a área rural, onde a telefonia é deficitária, serão oferecidos serviços via internet.

Segundo Raymisson Correia, a alta tecnologia no Samu será um marco: “Vamos sair do tempo do papel e caneta e ingressar no campo virtual”.

VEJA O VÍDEO AQUI.

Texto: Augusto Soares
Fotos: George Luiz e Leandro Morais
Vídeo: George Luiz

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

COVID-19 – Pessoas a partir de 45 anos começam a ser vacinadas nesta terça-feira (22)

Publicados

em


Para receber o imunizante é necessário realizar o cadastramento no aplicativo SASI e aguardar a confirmação de agendamento

4 mil doses devem ser aplicadas somente na terça-feiraPessoas a partir de 45 anos serão vacinadas contra a Covid-19 a partir desta terça-feira (22), em Porto Velho. O atendimento será feito mediante cadastro e agendamento no aplicativo SASI, da Prefeitura Municipal, no Campus I da Faculdade Uniron, no bairro Cascalheira, das 9h às 16h.

Segundo a Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), serão aplicadas doses da vacina AstraZeneca. “Estão disponíveis cerca de 4 mil doses para o atendimento nesta terça-feira. Mas é fundamental estar cadastrado e fazer o agendamento no SASI”, destaca a gerente da divisão Elizeth Gomes.

Os cadastrados recebem uma notificação por e-mail ou por telefone indicando a hora exata de receber a vacina.

É necessário efetuar o cadastro no SASI e aguardar o agendamentoO SASI está disponível em todas as lojas virtuais dos smartphones e pode ser baixado gratuitamente.

Para baixar o aplicativo no sistema Android, basta acessar o link:
https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.sasi.app

Para baixar no sistema IOS, clique no link:
https://apps.apple.com/br/app/sasi/id1467748272

CONSULTA

O Portal Imuniza, da Prefeitura de Porto Velho, também oferece o serviço de consulta de agendamento de vacinação.
Basta acessar o site: https://imuniza.portovelho.ro.gov.br/agendamentovacina

Leia Também:  Prefeitura de Porto Velho implanta 87 pontos de luz no bairro Terra Prometida

Mais de 170 mil doses já foram aplicadas em Porto VelhoNo campo ‘Consultar Agendamento’ é necessário inserir número do CPF e data de nascimento. Em seguida, o sistema trará os dados referentes ao cadastro realizado no SASI.

BALANÇO

A Prefeitura de Porto Velho já aplicou 177.602 doses da vacina, sendo que 130.894 pessoas receberam a primeira dose. Outras 46.708 já completaram o ciclo de imunização com a segunda dose.

Das 220.346 doses recebidas do Ministério da Saúde (MS), o município já usou 80%.

VACINA CONTRA FOME

Quem deseja contribuir com a campanha Vacina Contra a Fome, pode fazer a doação de alimentos não-perecíveis no local vacinação. Os alimentos arrecadados, serão transformados em cestas básicas, que serão destinadas às famílias já cadastradas junto à Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), que fazem parte dos grupos socialmente vulneráveis e que enfrentam algum grau de insegurança alimentar.

Texto: Jefferson Carvalho Potter
Foto: Wesley Pontes e Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA