PORTO VELHO

Porto Velho

EDUCAÇÃO INFANTIL: Dr Hildon visita creches em obras e determina conclusão

Porto Velho

São seis creches, cujas obras se arrastam desde a gestão do prefeito Roberto Sobrinho

Pais e mães que precisam trabalhar e não tem onde nem com quem deixar suas crianças em idade de quatro e cinco anos poderão contar, ainda este ano, com cerca de 2.100 novas vagas nas creches municipais. Na tarde de segunda-feira (9) o prefeito dr Hildon Chaves, acompanhado do secretário municipal de educação, Zenildo de Souza Santos e do adjunto Marcos Aurélio Marques, inspecionou as instalações das novas creches nos bairros Novo Horizonte e Areia Branca.

São creches padrões do Ministério da Educação, com salas de aula, refeitório, banheiros com chuveiros, área de recreação, com capacidade para atender até 350 crianças cada. Desse mesmo modelo, existem seis em Porto Velho, cujas obras tiveram início em 2012, no último ano da gestão de Roberto Sobrinho. Depois disso, foram mais quatro anos de obras durante a administração passada e mesmo assim nem uma criança foi atendida até agora.

O prefeito dr Hildon determinou ao secretário que sejam agilizadas as providências para a conclusão das seis creches. Embora ainda não esteja mobilizada e não tenha funcionado nem um dia sequer, no bairro Novo Horizonte a creche já foi entregue à comunidade e tem até nome: Ronilza Cordeiro Afonso Dias, em homenagem a uma falecida professora da rede municipal.

A diretora Idelúcia Marinho foi autorizada a acompanhar a data da chamada escolar para coloca-la em funcionamento no início do ano letivo tanto o pré I quanto o pré II. Para corrigir uma distorção no quadro de pessoal, dr Hildon sugeriu a realização de estudo para a contratação de estagiários. Isso porque no quadro, há professores, mas não cuidadores de crianças.

Texto e fotos Comdecom

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MP obtém liminar que obriga Município de Colorado a recuperar estradas, garantindo transporte escolar na Linha Zero Um
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Porto Velho

GENEROSIDADE – Campanha Vacina Contra a Fome continua com a arrecadação de alimentos em Porto Velho

Publicados

em


Quem for se vacinar, pode contribuir voluntariamente com alimentos para quem precisa

Doação pode ser feita no ponto de vacinaçãoSe receber a dose da vacina contra a Covid-19 significa esperança, doar um quilo de alimento não perecível para ajudar quem tanto precisa, ainda mais neste cenário de pandemia, é um gesto de amor e generosidade ao próximo.

Em Porto Velho, quem deseja contribuir com a campanha Vacina Contra a Fome, pode fazer a doação em um dos pontos de vacinação. Neste final de semana, as doações podem ser feitas na Faculdade São Lucas, Campus I; Centro Universitário Fimca; Faculdade Uniron, Campus I, e na sede da Prefeitura de Porto Velho, conforme cronograma ao final.

A ideia é sensibilizar a população quanto à doação de alimentos não perecíveis a quem mais precisa neste momento crítico ajudando na ação de combate à fome.

“A doação não é obrigatória, é uma ação que estamos fazendo, pois neste momento há muitas pessoas necessitadas e passando fome”, lembra a primeira-dama, Ieda Chaves, que é uma das coordenadoras do movimento no âmbito do município.

Leia Também:  Novo Decreto e portaria conjunta coloca Porto Velho na fase 4 e classifica os demais munícipios de Rondônia

Nos locais de vacinação, a população vai encontrar pontos de coleta de alimentos devidamente identificados e sem a necessidade de contato físico com outras pessoas, reduzindo assim a possibilidade de contágio pelo vírus.

Os alimentos arrecadados, serão transformados em cestas básicas, que serão destinadas às famílias já cadastradas junto à Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), que fazem parte dos grupos socialmente vulneráveis e que enfrentam algum grau de insegurança alimentar.

CONFIRA O CRONOGRAMA DE VACINAÇÃO DOS PRÓXIMOS DIAS:

Texto: SMC
Foto: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA