PORTO VELHO

Porto Velho

EDUCAÇÃO – Professores da rede municipal de Porto Velho iniciam curso de mestrado

Porto Velho

Curso é uma parceria da Prefeitura com a Faculdade Católica e contempla 45 professores aprovados em processo seletivo

Nascido e criado em São Carlos, distrito do Baixo Madeira, o professor de português Jonir Tavares começou nesta segunda-feira (30) um novo ciclo na carreira de educador. A partir de agora ele passa a ser aluno mestrando em Educação através de uma parceria da Prefeitura de Porto Velho com a Faculdade Católica de Rondônia (FCR). A aula inaugural aconteceu no auditório da Biblioteca Municipal Francisco Meirelles.

Jonir Tavares é um dos alunos do curso de Mestrado

Assim como Jonir, outros 44 professores da rede municipal fazem parte da turma financiada através da parceria. Um investimento da Prefeitura de Porto Velho de aproximadamente R$ 81 mil com cada professor. Os educadores foram aprovados por meio de processo seletivo com cerca de 500 candidatos. As inscrições foram realizadas em março deste ano. “A gente lutava muito em busca deste mestrado, mas, infelizmente, nosso poder aquisitivo não permitia. E hoje São Carlos está de parabéns porque nós estamos com quatro alunos, quatro mestrandos de lá. Eu sou filho de São Carlos, a gente sempre tentou, buscou, e nós conseguimos”, comemorou o mestrando.

Leia Também:  FISCALIZAÇÃO - Empreendimentos em Porto Velho devem seguir legislação ambiental para evitar transtornos à população

“É a realização de uma meta esse pontapé inicial na formação dos professores que foram selecionados entre muitos. Tivemos a participação até de profissionais que atuam no baixo madeira e que tiveram a sua experiência curricular aprovada, isso demonstra a inclusão e transparência no processo seletivo realizado por uma banca muito competente. O Mestrado vai fortalecer a nossa educação municipal e, em breve, traremos outros cursos de mestrado e também o doutorado para ofertar aos servidores da educação que têm compromisso com a rede municipal de educação”, comentou Gláucia Negreiros, titular da pasta de educação municipal.

Keila Gonçalves fala da felicidade de ser aprovada para o cursoPara participar da seleção, os profissionais apresentaram o diploma de graduação plena de bacharelado ou de cursos superiores de tecnologia e comprovaram estar em efetivo exercício nas escolas de educação básica ou atuando em cargo técnico na secretaria municipal de educação. Keila Gonçalves, professora da Escola Municipal Antonio Ferreira da Silva também foi uma delas. “Esse ano eu completo 14 anos de trabalho na rede municipal de educação e pra mim foi uma felicidade ser aprovada dentre as 45 vagas”, comemorou a professora que aguarda com ansiedade os próximos passos.

Leia Também:  #MPRO obtém no TJ aumento de pena para pai condenado por estupro dos filhos em Machadinho

O Curso de Mestrado tem como objetivo facilitar a formação de docentes e cobrir o atual déficit regional. A formação tem duração de 24 meses. Durante a aula inaugural, o prefeito Hildon Chaves destacou a importância dessa formação. “Os ganhos para a nossa educação serão extraordinários, em breve serão 45 professores com o título de mestrado. Em breve anunciaremos outra parceria, onde serão cerca de mais 100 vagas”, disse.

Também participou da aula inaugural o diretor acadêmico da FCR, professor doutor Pedro Abib.

https://drive.google.com/file/d/1l7VRfz7fupJ7ezex7tgppOR3tpjM90dE/view?usp=sharing

 

Texto: Renata Beccária
Fotos: Saul Ribeiro

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

MELHORIA – Investimento em tecnologia traz mais celeridade aos processos do município

Publicados

em

Programas estão sendo implantados em diversas secretarias

Investimento busca dar ainda mais transparência aos processos do municípioUm amplo investimento em tecnologia tem trazido ainda mais transparência aos processos da Prefeitura de Porto Velho. Com mais de R$ 30 milhões investidos, o município busca otimizar esse sistema e continuar a prestar um serviço de qualidade à população.

“Esse valor é distribuído em várias melhorias, entre elas a aquisição de servidores, mais de 90 quilômetros de implantação de fibra ótica e a implantação do sistema e-TCDF, incluindo a capacitação de servidores, entre várias outras melhorias que seguem sendo aplicadas”, explica Saulo Nascimento, titular da Superintendência Municipal de Tecnologia da Informação (SMTI).

e-TCDF

O e-TCDF é um sistema que dá mais celeridade, segurança e autenticidade aos processos eletrônicos que são feitos dentro das secretarias. Ele é uma parceria, desde 2019, entre a Prefeitura de Porto Velho e o Tribunal de Contas do Distrito Federal, responsável pelo desenvolvimento e segurança do sistema.

Saulo Nascimento, superintendente da SMTI “Ele começou a ser implantado em 2021 através da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur), que hoje está com cerca de 98% dos processos já inseridos no programa e segue em expansão para as demais. Atualmente, já são atendidas a Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric), entre outras”, explica o superintendente.

Leia Também:  #MPRO obtém no TJ aumento de pena para pai condenado por estupro dos filhos em Machadinho

TRANSPARÊNCIA

Para a população, um dos benefícios desta implantação é poder acompanhar os processos de interesse comum. “Não apenas ligado à transparência, o e-TCDF está linkado ao sistema de licenciamento unificado que são, por exemplo, licenciamentos ambientais, de obras, de trânsito; é acompanhar o que a prefeitura está fazendo”, comenta Saulo.

Mais de 30 analistas foram treinados para implantar e utilizar o novo sistema. O treinamento segue sendo feito para servidores de diversas secretarias. O objetivo é concluir o treinamento e a implantação do sistema em 2023.

Texto: Larissa Vieira
Foto: Felipe Ribeiro

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Fonte: Prefeitura de Porto Velho – RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA