PORTO VELHO

Porto Velho

FISCALIZAÇÃO – Serviço de Inspeção Municipal traz garantia de qualidade aos produtos de origem animal

Porto Velho

Produtores ou empresas devem procurar a Semagric para regularização da produção

Produtores e empresas devem regularizar a produção pecuária A qualidade dos produtos produzidos e comercializados em Porto Velho é uma das prioridades da Prefeitura. Para isso, o município vem fortalecendo o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric).

Atualmente, 15 empresas encontram-se na condição de certificadas no município através de diferentes frentes de trabalho do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal e Vegetal (Dipoav). No caso de frigoríficos, a fiscalização é permanente, sendo acompanhada por um Médico Veterinário durante todo o processo.

A primeira etapa da inspeção acontece no curral, onde a equipe do SIM e o responsável técnico contratado pela indústria realizam o exame ante mortem do rebanho. Também são analisadas a documentação de Guia de Transporte Animal (GTA), emitida pela Idaron, condições sanitárias do rebanho que vai ser abatido, bem-estar animal dentro dos padrões que a legislação impõe, entre outros detalhes.

O processo, segundo a Semagric, evita a transmissão de possíveis zoonoses, doenças transmitidas pelos animais aos seres humanos, além de outras possíveis contaminações. Outro cuidado é referente a temperatura da carne, apenas quando ela atinge a temperatura de sete graus ou menos é que pode ser levada para a comercialização. Este processo evita a proliferação de microorganismos até que a carne chegue nos açougues e supermercados.

Leia Também:  Faculdade Porto FGV abre novas turmas de MBA em Gestão e Direito

Já para os produtores, a recomendação é se enquadrar na legislação municipal e buscar a Semagric para solicitar a regularização da produção com garantia de segurança alimentar.

Texto: Renata Beccária
Foto: Semagric

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

MELHORIA – Investimento em tecnologia traz mais celeridade aos processos do município

Publicados

em

Programas estão sendo implantados em diversas secretarias

Investimento busca dar ainda mais transparência aos processos do municípioUm amplo investimento em tecnologia tem trazido ainda mais transparência aos processos da Prefeitura de Porto Velho. Com mais de R$ 30 milhões investidos, o município busca otimizar esse sistema e continuar a prestar um serviço de qualidade à população.

“Esse valor é distribuído em várias melhorias, entre elas a aquisição de servidores, mais de 90 quilômetros de implantação de fibra ótica e a implantação do sistema e-TCDF, incluindo a capacitação de servidores, entre várias outras melhorias que seguem sendo aplicadas”, explica Saulo Nascimento, titular da Superintendência Municipal de Tecnologia da Informação (SMTI).

e-TCDF

O e-TCDF é um sistema que dá mais celeridade, segurança e autenticidade aos processos eletrônicos que são feitos dentro das secretarias. Ele é uma parceria, desde 2019, entre a Prefeitura de Porto Velho e o Tribunal de Contas do Distrito Federal, responsável pelo desenvolvimento e segurança do sistema.

Saulo Nascimento, superintendente da SMTI “Ele começou a ser implantado em 2021 através da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur), que hoje está com cerca de 98% dos processos já inseridos no programa e segue em expansão para as demais. Atualmente, já são atendidas a Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric), entre outras”, explica o superintendente.

Leia Também:  #SEJADIGITAL: Mais duas moradoras de Porto Velho ganham R$2 mil reais na promoção Instalação Premiada

TRANSPARÊNCIA

Para a população, um dos benefícios desta implantação é poder acompanhar os processos de interesse comum. “Não apenas ligado à transparência, o e-TCDF está linkado ao sistema de licenciamento unificado que são, por exemplo, licenciamentos ambientais, de obras, de trânsito; é acompanhar o que a prefeitura está fazendo”, comenta Saulo.

Mais de 30 analistas foram treinados para implantar e utilizar o novo sistema. O treinamento segue sendo feito para servidores de diversas secretarias. O objetivo é concluir o treinamento e a implantação do sistema em 2023.

Texto: Larissa Vieira
Foto: Felipe Ribeiro

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Fonte: Prefeitura de Porto Velho – RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA