PORTO VELHO

Porto Velho

GENEROSIDADE – Campanha Vacina Contra a Fome continua com a arrecadação de alimentos em Porto Velho

Porto Velho


Quem for se vacinar, pode contribuir voluntariamente com alimentos para quem precisa

Doação pode ser feita no ponto de vacinaçãoSe receber a dose da vacina contra a Covid-19 significa esperança, doar um quilo de alimento não perecível para ajudar quem tanto precisa, ainda mais neste cenário de pandemia, é um gesto de amor e generosidade ao próximo.

Em Porto Velho, quem deseja contribuir com a campanha Vacina Contra a Fome, pode fazer a doação em um dos pontos de vacinação. Neste final de semana, as doações podem ser feitas na Faculdade São Lucas, Campus I; Centro Universitário Fimca; Faculdade Uniron, Campus I, e na sede da Prefeitura de Porto Velho, conforme cronograma ao final.

A ideia é sensibilizar a população quanto à doação de alimentos não perecíveis a quem mais precisa neste momento crítico ajudando na ação de combate à fome.

“A doação não é obrigatória, é uma ação que estamos fazendo, pois neste momento há muitas pessoas necessitadas e passando fome”, lembra a primeira-dama, Ieda Chaves, que é uma das coordenadoras do movimento no âmbito do município.

Leia Também:  TRANSPARÊNCIA - Prefeito recebe representantes da Procuradoria, Controladoria, Fiscais e Auditores do Município

Nos locais de vacinação, a população vai encontrar pontos de coleta de alimentos devidamente identificados e sem a necessidade de contato físico com outras pessoas, reduzindo assim a possibilidade de contágio pelo vírus.

Os alimentos arrecadados, serão transformados em cestas básicas, que serão destinadas às famílias já cadastradas junto à Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), que fazem parte dos grupos socialmente vulneráveis e que enfrentam algum grau de insegurança alimentar.

CONFIRA O CRONOGRAMA DE VACINAÇÃO DOS PRÓXIMOS DIAS:

Texto: SMC
Foto: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

SERVIÇOS – Lideranças rurais do município apresentam demandas em oficinas

Publicados

em


Encontros promovem também a troca de experiências entre líderes comunitários

Durante os treinamentos são debatidos temas como regularização ambiental As oficinas de Sócio Agricultura e Sustentabilidade que são realizadas pela Prefeitura de Porto Velho com produtores rurais da região vão levantar demandas e propor soluções de melhorias na oferta dos serviços para o setor.

Os treinamentos são marcados pela troca de experiências entre os participantes. Os primeiros encontros aconteceram em Nova Mutum Paraná e Extrema.

Os produtores rurais de Porto Velho serão os próximos a participar da oficina, que vai acontecer no dia 13 de agosto.

Os encontros são destinados a líderes comunitários rurais destas regiões e realizados por técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semagric) com apoio da Federação da Agricultura e Pecuária de Rondônia (Faperon) e Emater-RO.

“Com o resultado destas oficinas iremos realizar uma conferência, em outubro, para apresentar um projeto que vai atender a estas localidades”, explica Luiz Cláudio, secretário da Semagric.

Durante os treinamentos são debatidos temas como regularização ambiental de propriedades rurais e fatores ambientais que geram entraves financeiros para os produtores.

Leia Também:  LICENCIAMENTO AMBIENTAL: Porto Velho vai incentivar micro e pequenas empresas

O credenciamento, que garante participação e certificado, deve ser feito na sede da Emater, na avenida Farquar, 3055, bairro Pedrinhas.

Texto: Carlos Sabino
Foto: Semagric

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA