PORTO VELHO

H1N1

Campanha de vacinação contra a gripe inicia com cuidados reforçados

Porto Velho

 

As vacinas serão aplicadas no período da manhã nas Unidades Básicas de Saúde

Neste primeiro momento serão atendidas crianças de 6 meses a menores de 2 anosA campanha de Vacinação contra a gripe começou na segunda-feira (12) em Porto Velho e, por conta da pandemia (Covid-19), o esquema de vacinação neste ano acontece com cuidados reforçados.

Segundo a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes, neste primeiro momento, cinco grupos prioritários serão contemplados: crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, puérperas, indígenas e trabalhadores de saúde.

A partir de hoje, crianças de 6 meses a menores de 2 anos e as gestantes serão atendidas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) no período da manhã. No período da tarde, as UBSs são dedicadas exclusivamente a atendimentos voltados à Covid-19.

Conforme o calendário do Ministério da Saúde (MS), a vacinação começará com o grupo de crianças a partir dos 6 meses e será estendida para as outras faixas etárias até chegar aos 6 anos de idade. “Estamos pensando em todos os cuidados para evitar aglomeração nas unidades de saúde, então vamos fazer essa vacinação por partes”, explicou Elizeth.

Leia Também:  #SEMÁFOROS: Prefeitura investe em tecnologia de comunicação em rede

Para os profissionais de saúde, segundo a gerente de imunização, será disponibilizado um formulário para que, com base no preenchimento, possa ser programado um dia específico de vacinação para este grupo.

RECOMENDAÇÕES

Quem tomou a vacina contra a Covid-19 deve esperar um intervalo de pelo menos 14 dias Seguindo a recomendação do Ministério da Saúde (MS), a prioridade nesse momento é a vacina contra o coronavírus. “Temos a recomendação de que não seja feita a aplicação das vacinas contra a Covid-19 e contra a influenza de forma conjunta. Neste momento, a prioridade é a vacina contra a Covid-19, então se você faz parte do grupo da atual ação, seja primeira ou segunda dose, se imunize contra a Covid e depois contra a gripe”, explicou.

Segundo o MS, nesses casos é recomendado um intervalo de pelo menos 14 dias entre uma vacina e outra.

De acordo com a Semusa, o município de Porto Velho tem ao todo 17.610 doses para vacinação contra a gripe, com exceção dos indígenas que serão atendidos em 100%, os demais grupos têm, nesse primeiro momento, 25% do total de doses destinadas a cada grupo prioritário.

Leia Também:  Definidos finalistas do Festival da Canção da Advocacia Rondoniense

Outros grupos serão atendidos posteriormente, os chamamentos para os demais serão feitos pelos canais oficiais da Semusa. A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe segue até o dia 9 de julho.

Texto: Jefferson Carvalho
Fotos: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

IMUNIZAÇÃO – Novas doses de Coronavac serão enviadas a distritos de Porto Velho

Publicados

em


A Semusa depende do envio de doses do Ministério da Saúde para seguir atendendo a população

Doses serão enviadas para a imunização nos distritos

Porto Velho recebeu na sexta-feira (14) 2 mil doses de Coronavac, o quantitativo será enviado aos distritos da capital que também estão com a segunda aplicação do imunizante atrasado.

Segundo Elizeth Gomes, da divisão de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), o planejamento da distribuição já está sendo alinhado. “Essas doses já estão confirmadas para envio aos nossos distritos que, assim como a capital, estão com a segunda aplicação atrasada. Estamos, agora, organizando a logística para distribuição”.

Na quinta-feira (13), a capital já havia recebido 4.060 doses de Coronavac. Desse quantitativo, 1.060 estavam separadas para os distritos, porém com uma procura maior que a esperada, todas as doses foram utilizadas para a segunda aplicação na capital. Agora, com as novas doses recebidas, todas serão envidas aos distritos.

“Aguardamos o envio de novas doses por parte do Ministério da Saúde para atender aqueles que ainda têm a segunda aplicação atrasada”, declarou a gerente de imunização.

Leia Também:  Porto Velho: Prefeitura faz mutirão de limpeza em praças e outros espaços públicos

Foram imunizados com a segunda aplicação pessoas que receberam a primeira dose nos dias 30 e 31 de março e no dia 1° de abril.

A Semusa reforça que o planejamento de aplicação de segunda dose da Coronavac está sendo feito o mais rápido possível para atender todos que tem a segunda aplicação atrasada, mas a secretaria depende do envio de doses do MS para seguir atendendo a população.

Texto: Jefferson Carvalho
Fotos: Saul Ribeiro e Wesley Pontes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA