PORTO VELHO

Porto Velho

NEGÓCIOS – Setor educacional debate caminhos para retomada econômica no pós-pandemia

Porto Velho


Encontros realizados pela Prefeitura discutem estratégias para o futuro dos negócios

Encontros são realizados de forma on-lineRepresentantes de instituições educacionais e municipais debateram, na terça-feira (6), propostas para a recuperação dos impactos negativos causados pelo novo coronavírus (Covid-19) no setor. A reunião, por meio virtual, faz parte de um conjunto de ações da Prefeitura de Porto Velho para promover a retomada econômica no período após o controle da pandemia.

Outras reuniões como esta, sempre virtuais, estão programadas pela Agência de Desenvolvimento de Porto Velho, que é responsável pela interlocução com o setor produtivo na busca por uma realidade otimista no ambiente de negócios da capital.

“Ser o principal canal de comunicação entre os setores é a nossa missão fundamental”, explica Marcelo Thomé, presidente da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho. Segundo ele, além de ouvir os setores, a Agência promove as mudanças necessárias para facilitar a geração de emprego e renda no município. “Este encontro é um marco, é um despertar para articular definitivamente o setor da educação com a prefeitura”, acrescenta.

A série de encontros, com os variados segmentos da economia de Porto Velho, tem como meta traçar estratégias para a retomada do setor, no período pós-pandemia, uma das orientações do prefeito Hildon Chaves.

Leia Também:  ENCHENTE: Prefeito visita área ribeirinha e tranquiliza moradores

EMPREGO

Durante a reunião, Marcelo Thomé ressaltou a importância da discussão para articular e promover a educação, geração de emprego e renda no Município. Ele destacou que o encontro não esgota e nem conclui o diálogo com todos os que queiram contribuir com o ambiente de negócios em Porto Velho.

“Contamos com a participação e a percepção de todos na forma como puderem contribuir com os negócios locais”, disse Guilherme Gonzales, diretor técnico da Agência durante a reunião.

O setor educacional foi um dos primeiros a sofrer o impacto por conta das medidas de distanciamento social impostas pelas autoridades sanitárias para o enfrentamento da pandemia.

Cerca de vinte pessoas participaram do encontro virtual. Além do presidente da Agência, Marcelo Thomé, e do diretor técnico, Guilherme Gonzales, estavam presentes o vereador Aleks Palitot, e o presidente do Sindicato das Instituições Particulares de Ensino, Augusto Pellúcio.

INSCRIÇÃO

Os encontros virtuais acontecem a partir das 16h.

Nesta quarta-feira (7), acontece o encontro com os setores de Turismo e Hotelaria, os interessados podem fazer a inscrição através do link:
https://www.sympla.com.br/encontro-setorial–hotelaria-e-turismo__1171582 .

Leia Também:  MEIO AMBIENTE Viveiro municipal bate recorde na produção de mudas diversas

Na quinta-feira (8), é a vez do encontro com representantes de bares e restaurantes. Para participar do Encontro Setorial deste segmento, basta fazer uma inscrição acessando o link a seguir: https://www.sympla.com.br/encontro-setorial–bares-e-restaurantes__1172932 .

Confira as datas dos encontros setoriais:
Bares e Restaurantes – 08/04 às 16h
Lojistas – 13/04 às 16h
Vestuário – 15/04 às 16h
Conselhos Profissionais – 22/04 às 16h
Academias, Pilates – 04/05 às 16h
Bebidas – 05/05 às 16h
Comércio – 06/05 às 16h
Agropecuária – 11/05 às 16h
Indústria de base – 12/05 às 16h
Metal e Autopeças – 13/05 às 16h
Supermercados / Atacadistas – 14/05 às 16h
OAB/RO – 18/05 às 16h
Saúde e Beleza – 20/05 às 16h
Gráficos – 25/05 às 16h

Texto: Carlos Sabino
Fotos: Wesley Pontes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

ECONOMIA – Decreto municipal beneficia empresas que dependem de licenças sanitárias para funcionar

Publicados

em


Medida minimiza os impactos na economia causados pela pandemia do novo coronavírus

Setor de hotelaria foi um dos afetados pela pandemiaUm decreto assinado pelo prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, inclui as empresas que dependem das licenças sanitárias para funcionar legalmente, como beneficiárias das medidas adotadas no enfrentamento dos impactos econômicos causados pela pandemia da Covid-19 em 2021. O decreto nº 17.254, foi assinado na sexta-feira (16) e estabelece que fica prorrogada para 30 de julho de 2021, a validade das licenças sanitárias vencidas entre janeiro e julho deste ano.

Antes, o decreto Nº 17.222 contemplava as licenças ambientais e de funcionamento das empresas, além de prorrogar o pagamento de tributos e a validade das certidões no município.

“Entendemos o momento difícil que todos estão passando. Por isso, desde o início da pandemia, procuramos adotar medidas para minimizar os impactos negativos na economia e na vida da população como um todo”, disse Hildon Chaves.

Entre as empresas beneficiadas estão bares, restaurantes e hotéis

A nova medida, entretanto, só vale para as empresas que tiveram o funcionamento suspenso ou que foram afetadas pelo Decreto Estadual nº 25.859, de 06 de março de 2021, que trata das regras do distanciamento social, como forma de evitar a propagação do novo coronavírus.

Leia Também:  Convênio inédito com universidade estadual permite ao Instituto Fecomércio ofertar cursos de pós-graduação em Porto Velho

BENEFICIADOS

Ficam beneficiadas com o disposto no decreto municipal, as empresas como hotéis, restaurantes, lanchonetes, bares, discotecas, danceterias, salões de dança, boates, espaços para artes cênicas e outras atividades artísticas, casas de shows, balneários, espaços esportivos, academias e similares.

TRIBUTOS

Também está prorrogada a data de vencimento do Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana (IPTU), cota única sem desconto, com vencimento em 31 de março de 2021, para 30 de julho do mesmo ano.

Texto: Augusto Soares
Fotos: Wesley Pontes e Emílio Tiago

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA