PORTO VELHO

Porto Velho

PERICULUM IN MORA FUMUS BONI IURIS: Juiz decide marcar audiência para resolver lockdown em Porto Velho só na segunda feira

Porto Velho

A audiência será entre o governador Marcos Rocha e o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves para decidir sobre o pedido, feito pela Procuradoria Geral do Município

Justiça determina “lockdown” em Cuiabá e VG, impõe multa diária de R$ 100 mil e exige ampliação de leitos

O juiz Edenir Sebastião, da 2ª Vara de Fazenda Pública marcou para o próximo dia 29, segunda-feira, uma audiência entre o governador Marcos Rocha e o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves para decidir sobre o pedido, feito pela Procuradoria Geral do Município, exigindo que o governo decrete lockdown para combater o coronavírus.

Além do governador, o magistrado determinou a intimação do Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, Representante do CREMERO, bem como da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado.

A audiência será por videoconferência. E provavelmente, Porto Velho deve registrar mais uns 2000 novos casos até que sejam adotadas as medidas exigidas pelo prefeito.

com informações do TJRO e blog do painel

CLIC AQUI E VEJA A DECISÃO

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Aneel aprova edital para novo leilão de transmissão de energia elétrica em Rondônia
Propaganda

Porto Velho

VACINA – Pessoas com comorbidade serão atendidas por demanda espontânea

Publicados

em


A vacinação acontece das 9h às 16hA Prefeitura de Porto Velho informa que, nesta terça-feira (10) e quarta-feira (11), das 9h às 16h, o público com comorbidades, que deve receber a primeira dose da vacina contra a covid-19, será atendido por demanda espontânea na faculdade Uniron, campus Mamoré, na zona Leste de Porto Velho.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), a decisão vem após a baixa procura deste público pelo imunizante.

Serão atendidos o grupo da primeira parte desta etapa:

• Pessoas com Síndrome de Down acima de 18 anos;

• Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise) acima de 18 anos;

• Gestantes e puérperas acima de 18 anos;

• Pessoas com Deficiência Permanente, cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos.

• pessoas com comorbidade de 55 a 59 anos

A pessoa deverá comprovar a doença pré-existente através de exames, receitas, relatório médico, prescrição médica, laudo, cartão do BPC, cartão do hiperdia, entre outros.

Leia Também:  Mega acumula pela 7ª vez e prêmio será de R$ 47 mi no sábado; veja dezenas

Texto: Semusa
Fotos: Saul Ribeiro

​Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA