PORTO VELHO

Porto Velho

Prefeito apresenta projeto da EFMM e bairro Lagoa à Comissão de Obras da Câmara Municipal

Publicados

Porto Velho

Comissão parabenizou pelos projetos que trarão benefícios à população da capital

Os projetos de revitalização da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM) e de drenagem no bairro Lagoa foram apresentados na tarde de quarta-feira (3), pelo Prefeito Hildon Chaves à Comissão de Obras da Câmara Municipal. Importantes para a capital, as ações foram mostradas durante visita com detalhamento.

Orgulhoso do projeto, o prefeito fez questão de apresentar cada detalhe da revitalização do Complexo Turístico Madeira Mamoré à comissão, que é composta pelos vereadores Edmilson Dourado, Everaldo Fogaça e Pastor Vanderley.

Sobre o complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, mostrou que a estrutura foi totalmente revitalizada e algumas construções foram acrescentadas ao complexo.

A revitalização foi realizada nos galpões 1, 2 e 3, sendo um galpão oficina, onde serão instaladas 12 lojas, nos moldes de uma pequena galeria comercial. Os galpões 1 e 2 serão destinados para as peças de museu da EFMM, onde também haverá um mezanino.

O galpão 3 será reservado para instalar quatro restaurantes, com mezanino com vista para o Rio Madeira.

Também foi construída uma pista de caminhada, calçada, pavimentação de toda área verde, um teatro de arena, estacionamento para mais de 200 carros, quiosques que vão comportar seis lanchonetes e exposição das locomotivas que estão na EFMM.

Leia Também:  Escola Estadual Josino Brito recebe nova estrutura para atender alunos quando aulas presenciais forem retomadas, em Cacoal

“É um prazer receber a comissão de obras neste espaço, que é o principal patrimônio turístico do estado. Aqui é o ponto zero, onde tudo começou. Aqui há um investimento de quase R$ 30 milhões, recursos do Ministério do Turismo, Prefeitura e também compensação social da Usina Hidrelétrica Santo Antônio”, disse o prefeito aos vereadores.

Hildon Chaves destacou ainda que quando assumiu a Prefeitura, em 2017, a revitalização não estava iniciada. “Conseguimos realizar tudo com muito trabalho. Acredito que nesse semestre vamos entregar o complexo totalmente revitalizado”, disse o prefeito.

Localizado às margens do Rio Madeira, numa área de 114.000 m², o Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, além da importância histórica, será de grande relevância para o fomento do turismo e da economia local.

DRENAGEM

Já no bairro Lagoa, zona Leste da cidade, foi apresentada a evolução da galeria subterrânea de esgoto que está sendo construída na rua Dourado.

A obra de drenagem profunda compreende o trecho entre a Avenida Chiquilito Erse (antiga Avenida Rio Madeira) até as proximidades da rua Piratininga, uma galeria que, completa, terá aproximadamente 1,5 quilômetros. “É por esta galeria que será escoada toda a água que passa pelo bairro, um problema antigo que será solucionado”, detalhou Hildon.

Leia Também:  Fecomércio atua em defesa do Comércio e dos Empresários de Rondônia

A galeria faz parte do pacote de obras destinadas ao bairro Lagoa, que também receberá 10 quilômetros de ruas asfaltadas. A obra utiliza recursos do governo federal com contrapartida do município. A fiscalização é responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras (Semob).

Ao término das visitas, a comissão parabenizou o prefeito pelos dois projetos que trarão benefícios à população da capital. “São empreendimentos sonhados pela nossa população, tanto a revitalização da Estrada de Ferro, um espaço público onde as pessoas poderão prestigiar o turismo da nossa cidade e essa obra grandiosa de drenagem do Lagoa, que já era aguardada há muito tempo pela comunidade”, disse o presidente da comissão, Edmilson Dourado.

Texto: Renata Beccária
Fotos: Wesley Pontes e Leandro Morais

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Porto Velho

COVID-19 – Prefeitura apresenta balanço da Operação Argos III

Publicados

em


Equipe fiscalizou mais de uma centena de estabelecimentos comerciais de Porto Velho

A fiscalização é para garantir o cumprimento das restrições do decretoUma força-tarefa composta órgãos fiscalizadores da Prefeitura de Porto Velho, policiais militares e bombeiros militares realizou, sábado (10), a 3ª edição da Operação Argos. No total, 115 estabelecimentos comerciais foram visitados. O grupo atua para sensibilizar o comércio local quanto ao cumprimento das restrições relacionadas ao controle a pandemia de Covid-19.

A equipe percorreu algumas das principais avenidas da cidade como Sete de Setembro, Nações Unidas, Amazonas e José Amador dos Reis. Foram feitas orientações em 105 estabelecimentos, além de sete notificações e quatro autuações por motivos variados.

A atuação da força-tarefa de servidores da Prefeitura de Porto Velho é parte do cumprimento das medidas de restrição ao funcionamento de estabelecimentos comerciais previstas em legislação especifica.

“A fiscalização é feita para que não seja necessário ampliar o período de restrições ou fechar o comércio durante a semana. É ruim para economia, pior ainda para as vidas que são perdidas no decorrer da pandemia”, justifica o diretor do Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Huéliton Mendes.

Leia Também:  MP/RO e MPF obtêm decisão liminar que determina distribuição de livros que abordam diversidade familiar e de gênero

A fiscalização vai permanecer enquanto durar a vigência dos decretos Mendes destaca que a sociedade precisa colaborar seguindo as regras impostas pelas autoridades sanitárias e que a classe empresarial também precisa ajudar o poder público neste momento.

Segundo a Semfaz, a fiscalização vai permanecer enquanto durar a vigência dos decretos que tratam do isolamento social controlado.

OPERAÇÃO

A Operação Argos é coordenada pelo Setor de Fiscalização da Semfaz e tem apoio do Departamento de Postura Urbana da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), além do apoio da Polícia Militar.

Texto: Etiene Gonçalves
Fotos: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA