PORTO VELHO

Porto Velho

PROTEÇÃO – Idosos acima de 65 anos continuam sendo imunizados contra Covid-19 em Porto Velho

Porto Velho

 

Voluntários se emocionam com as cenas registradas na fila da vacinação

Idosos passam por uma triagem para conferência do agendamento e recebem uma senha para organização da fila de espera

A Prefeitura de Porto Velho prossegue até sexta-feira (09) com a vacinação de idosos de 65 anos ou mais, que realizaram o agendamento através do link https://imuniza.portovelho.ro.gov.br/agendamentovacina. Nesta etapa serão atendidas 3 mil pessoas que integram a segunda fase do Plano de Imunização.

Marina Martellet explica como é o processo de vacinaçãoA meta do Ministério da Saúde é imunizar 11.542 idosos nessa faixa etária. A vacinação para eles iniciou no dia 30 de março. Cerca de 4 mil pessoas foram imunizadas com a primeira dose da vacina CoronaVac.

O sistema de vacinação segue no mesmo formato. Após fazer o agendamento, o idoso comparece ao Centro Universitário São Lucas – Campus 2, conforme data e hora programadas no site. Ele passa por uma triagem para conferência do agendamento e recebe uma senha para organização da fila de espera.

“Trabalhamos com blocos de horário de 9h às 17h. Tivemos o cuidado de calcular os atendimentos por blocos de horário, conforme capacidade da equipe. Tudo está transcorrendo de forma organizada. Não há necessidade de chegar antes do horário marcado. Quem agendou tem sua dose garantida”, explica a enfermeira Marina Martellet, da Divisão de Imunização.

A acadêmica de enfermagem, Jennysser Oliveira da Silva, é uma das voluntáriasO tempo de espera foi estimado em no máximo cinco minutos, caso as pessoas cheguem somente no horário marcado. Mas, muitos comparecem mais cedo por insegurança ou ansiedade. “Eles esperam um tempo maior quando chegam antes do horário marcado”, conclui a enfermeira.

Leia Também:  Governo federal destinará R$ 190,25 bilhões para a agricultura e pecuária do Brasil no Plano Safra 2017/18

EQUIPE

Cerca de 150 pessoas entre servidores e acadêmicos voluntários estão envolvidas no processo de vacinação, que iniciou no dia 19 de janeiro, em Porto Velho.

Apesar de cansativa, é uma experiência gratificante para a acadêmica do 8º período de enfermagem da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Jennysser Oliveira da Silva. Ela é voluntária e diz que se emociona ao receber os idosos para a vacinação.

“Somos voluntários na parte dos cadastros, damos explicações sobre os efeitos adversos que podem ocorrer após a vacinação, orientamos a respeito da segunda dose e preenchemos o sistema. Há pessoas que chegam com muito medo. Elas passaram um ano sem sair de casa e quando saem é para participar de um momento tão importante. Às vezes choramos também”, conta a estudante. Edina Mugrabe se vestiu de branco e levou um cartaz de agradecimento

Jennysser define o momento da vacinação como um momento de esperança, que dá ao imunizado mais razões para viver. “Nos contaminamos com este sentimento. Às vezes pensamos que não podemos fazer muita coisa, mas participar como voluntário enriquece a nossa graduação”, destacou a universitária.

GRATIDÃO

Pessoas como dona Edina Mugrabe, de 68 anos, emocionam os servidores e voluntários. A idosa chegou vestida de branco e carregando um cartaz com frases de agradecimento a Deus, aos Sistema Único de Saúde e aos cientistas. “É um dia muito importante. Vestida de branco eu presto homenagem à equipe de enfermagem. A plaquinha que trago é para agradecer a Deus pelo privilégio de estar aqui, hoje. Também agradeço ao SUS, pois se não fosse essa equipe tão maravilhosa, tão competente, ainda estaríamos meio perdidos”, disse a idosa sem esconder a alegria por estar se protegendo contra o novo coronavírus.

Leia Também:  Inmet pede que cidadãos evitem usar aparelhos ligados à tomada durante chuvas

Odenir Luzeiro da Silva disse que a vacina é seu presente de aniversárioDona Edina também agradeceu à equipe da Prefeitura, que cuida das etapas que iniciam com o agendamento até o momento da aplicação da vacina. Sua gratidão também é voltada para os cientistas, pelas pesquisas que levaram à descoberta da imunização em tempo recorde.

A senhora Odenir Luzeiro da Silva encarou a primeira dose como um presente de aniversário. Após comemorar 66 anos, foi receber o imunizante usando duas máscaras de proteção. “Agora estou feliz. O coração está acelerado. Não saía de casa para nenhum lugar. Agora vou viver mais alguns aninhos”, revelou a idosa, declarando que foi bem atendida e que vai seguir as orientações recebidas.

O agendamento para vacinação dos idosos de 65 anos ou mais está temporariamente suspenso até que novas doses sejam disponibilizadas. Assim que for reaberto, a Prefeitura fará o comunicando por seus canais oficiais.

Clique aqui e veja o vídeo.

Texto: Renata Beccária
Fotos: Wesley Pontes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

ECONOMIA – Decreto municipal beneficia empresas que dependem de licenças sanitárias para funcionar

Publicados

em


Medida minimiza os impactos na economia causados pela pandemia do novo coronavírus

Setor de hotelaria foi um dos afetados pela pandemiaUm decreto assinado pelo prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, inclui as empresas que dependem das licenças sanitárias para funcionar legalmente, como beneficiárias das medidas adotadas no enfrentamento dos impactos econômicos causados pela pandemia da Covid-19 em 2021. O decreto nº 17.254, foi assinado na sexta-feira (16) e estabelece que fica prorrogada para 30 de julho de 2021, a validade das licenças sanitárias vencidas entre janeiro e julho deste ano.

Antes, o decreto Nº 17.222 contemplava as licenças ambientais e de funcionamento das empresas, além de prorrogar o pagamento de tributos e a validade das certidões no município.

“Entendemos o momento difícil que todos estão passando. Por isso, desde o início da pandemia, procuramos adotar medidas para minimizar os impactos negativos na economia e na vida da população como um todo”, disse Hildon Chaves.

Entre as empresas beneficiadas estão bares, restaurantes e hotéis

A nova medida, entretanto, só vale para as empresas que tiveram o funcionamento suspenso ou que foram afetadas pelo Decreto Estadual nº 25.859, de 06 de março de 2021, que trata das regras do distanciamento social, como forma de evitar a propagação do novo coronavírus.

Leia Também:  Aprovado projeto de subsídio para manutenção do transporte público urbano em Porto Velho

BENEFICIADOS

Ficam beneficiadas com o disposto no decreto municipal, as empresas como hotéis, restaurantes, lanchonetes, bares, discotecas, danceterias, salões de dança, boates, espaços para artes cênicas e outras atividades artísticas, casas de shows, balneários, espaços esportivos, academias e similares.

TRIBUTOS

Também está prorrogada a data de vencimento do Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana (IPTU), cota única sem desconto, com vencimento em 31 de março de 2021, para 30 de julho do mesmo ano.

Texto: Augusto Soares
Fotos: Wesley Pontes e Emílio Tiago

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA