PORTO VELHO

Porto Velho

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA: Situação do Planalto II tratada pelo vice-prefeito com Semur

Porto Velho

 

Prefeitura pediu à União transferência da área para o município para regularizar os imóveis

A Prefeitura de Porto Velho retomou a discussão sobre a regularização fundiária do bairro Planalto II, localizado na zona Leste da cidade. O assunto foi tratado durante reunião nesta quinta-feira (12) na qual estiveram presentes o vice-prefeito Edgar do Boi, a secretária Márcia Luna, da Semur (Regularização Fundiária e Habitação), o presidente da Ampla (Associação de Moradores do Bairro Planalto II), Laelson Lima, o deputado estadual Jesuíno Boabaid (PT do B) e a vereadora Ada Dantas (PMN).

No encontro, o vice-prefeito disse que o município tem todo o interesse em resolver as pendências fundiárias que ainda existem e a determinação do prefeito dr Hildon Chaves já foi passada para a Semur. “É até uma questão de justiça com os moradores que já ocupam essas áreas há décadas e, também, uma fonte de renda para o município. Com a legalização esses moradores passarão a pagar imposto, temos consciência disso”, afirmou.

A área está em litígio desde que a Justiça concedeu o direito de posse da área de 50 hectares, à Imobiliária IP, do Acre, que alega ser a proprietária do imóvel. A reintegração de posse foi concedida em 2010, mas ninguém foi retirado ainda do local. A no entanto, a secretária Márcia Luna adiantou que não é a totalidade da área que pertence a imobiliária, parte dela pertence a União e está sob a responsabilidade do Programa Terra Legal, do Governo Federal.

Leia Também:  Presidente Laerte Gomes confirma empenho de aproximadamente R$ 98 mil para Nova Brasilândia

“Na área que é pública, o município já solicitou à União que toda ela nos seja repassada, a fim de que a prefeitura possa iniciar o processo de legalização dos lotes. Já existe um georreferenciamento que foi feito pelo próprio Terra Legal, mas o município não pode fazer nada enquanto não tiver a área sob o seu domínio. Assim que nos for repassada vamos trabalhar no projeto urbanístico, que é a primeira etapa para a legalização”, explicou.

O presidente da associação adiantou que a área que pertence ao Terra Legal tem um total de 41 hectares onde residem cerca de 1,2 mil famílias. Outras 300 famílias ocupam os 9 hectares que pertence a imobiliária acreana. “Queremos que isso seja logo resolvido, por isso viemos aqui solicitar novamente o apoio da prefeitura”, apelou Laelson Lima.

Texto e fotos: Comdecom

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Porto Velho

VACINAÇÃO – Pessoas de 55 a 59 anos e trabalhadores do transporte coletivo serão imunizados a partir de quarta-feira (16) 

Publicados

em


Para receber o imunizante é necessário fazer o cadastramento no aplicativo SASI

Novo grupo começa a ser imunizado nesta quarta-feiraPorto Velho tem novo calendário de imunização contra a Covid-19 a partir desta quarta-feira (16). Passam a ser vacinadas as pessoas com 55 a 59 anos sem comorbidade e os trabalhadores do transporte coletivo. O atendimento será feito mediante agendamento por cadastro no aplicativo SASI. A vacinação acontecerá na quarta, quinta e sexta-feira (16, 17 e 18 de junho), no Campus I da Faculdade Uniron, no bairro Lagoinha, das 9h às 16h.

Durante os três dias de vacinação, serão disponibilizadas cerca de 6 mil doses da Astrazeneca para a primeira aplicação.

TRANSPORTE

Serão vacinados os trabalhadores do transporte coletivo que atuam no transporte de passageiros e garagem. É obrigatório apresentar um documento que comprove o vínculo com empresa do setor.

Durante os três dias serão disponibilizadas cerca de 6 mil dosesOs motoristas de aplicativo, taxistas ou similares não se enquadram na modalidade de transporte coletivo e não serão imunizados neste momento.
Segundo a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes, a partir de agora os calendários vacinais serão mais curtos e, portanto, o atendimento será mais rápido. “Esta mudança vai dar mais agilidade ao cumprimento do nosso calendário, com isso vamos acelerar a vacinação”, afirma.

Leia Também:  OAB/RO realiza prisão de falso advogado

CADASTRAMENTO

Segundo a Semusa, é obrigatório o cadastramento através do aplicativo SASI, que é o meio utilizado para programar a quantidade das doses a serem utilizadas.

O aplicativo envia mensagem por e-mail aos cadastrados indicando o dia e hora em que será feito o atendimento com a vacina. A mesma informação é encaminhada por SMS no telefone.

O SASI está disponível em todas as lojas virtuais dos smartphones e pode ser baixado gratuitamente.

Para baixar o aplicativo no sistema Android, basta acessar o link: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.sasi.app

Para baixar no sistema IOS, clique no link: https://apps.apple.com/br/app/sasi/id1467748272

Site Imuniza disponibiliza campo para consultar a situação do agendamento

CONSULTAR AGENDAMENTO

O Portal Imuniza, da Prefeitura de Porto Velho, oferece o serviço de consulta de agendamento de vacinação. Por ele, o cidadão pode saber se já foi agendado para receber a vacina contra a Covid-19.

Para fazer a consulta, basta acessar o site: https://imuniza.portovelho.ro.gov.br/agendamentovacina. No campo ‘Consultar Agendamento’ é necessário inserir número do CPF e data de nascimento. Em seguida, o sistema trará os dados referentes ao cadastro realizado no SASI.

Texto: Jefferson Carvalho e Luciane Gonçalves
Foto: Saul Ribeiro, Weslei Pontes e Leandro Morais

Leia Também:  Cleiton Roque cobra sinalização da rodovia Lucia Tereza e entrega de massa asfáltica para Espigão do Oeste

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA