PORTO VELHO

Porto Velho

Efeito mosquito Monsonia: Santo Antônio Energia deve pagar auxílio às famílias do assentamento Joana D’Arc

Porto Velho

Recomendação do MPF/RO e MP/RO aponta que a proliferação do mosquito Mansonia tem prejudicado a saúde, o trabalho, o lazer e a qualidade de vida dos moradores do Joana D’Arc I, II e III
O Ministério Público em âmbito Federal (MPF/RO) e Estadual (MP/RO) recomendaram ao Ibama que determine a Santo Antônio Energia S.A o pagamento de auxílio mensal no valor 1.500,00 reais às famílias dos assentamentos Joana D’Arc I, II e III.
Para obter as licenças necessárias ao seu funcionamento, a hidrelétrica de Santo Antônio comprometeu-se a monitorar e controlar as alterações em toda a extensão do reservatório ou áreas do entorno, a fim de garantir o meio ambiente ecologicamente equilibrado.
Mas o Ministério Público aponta que a empresa Santo Antônio Energia, mesmo sabendo da proliferação do mosquito Mansonia nos assentamentos Joana D’Arc, não tomou providências. A quantidade excessiva de mosquitos também tem prejudicado a saúde, o trabalho, o lazer, a qualidade de vida e até o sossego dos moradores.
De acordo com a recomendação, os moradores inalam substâncias químicas e tóxicas usadas no combate ao mosquito, causando problemas físicos e degradação psicológica. Além disso, a locomoção nas propriedades foi reduzida e afetou a produtividade e renda familiar da localidade.
A recomendação foi endereçada ao Ibama por ser o órgão público responsável pela concessão das licenças e fiscalização das obrigações da hidrelétrica. O documento é assinado pelo procurador da República Raphael Bevilaqua e pela promotora de Justiça Aidee Moser.
O Ministério Público também ingressou com uma ação civil pública na Justiça Federal para obrigar a Santo Antônio Energia a remanejar provisoriamente as famílias do Joana D’Arc, mediante auxílio financeiro mensal no valor de 1.500,00 reais. A ação ainda não foi julgada e pode ser consultada no site da Justiça Federal como o número 5710-93.2016.4.01.4100.
Fonte: MPF/RO
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Presidente Laerte Gomes destaca trajetória do MP em solenidade de posse dos novos procurador-geral e do corregedor geral de Justiça
Propaganda

Porto Velho

ILUMINAÇÃO PÚBLICA – Programa Proled começa a ser implantado nas avenidas de Porto Velho

Publicados

em


Na primeira etapa do programa serão investidos R$ 15 milhões

45 servidores da Emdur realizaram as trocas de iluminação A iluminação pública da capital de Rondônia começa a ganhar um novo formato de modernização nas principais avenidas com um investimento de R$ 2,5 milhões nesta primeira etapa do Programa de Eficiência Energética (Proled), iniciado na última sexta-feira (24), pela Prefeitura de Porto Velho, para reduzir custos e melhorar a eficiência.

Presidente da Emdur, Gustavo Beltrame

Na noite de sexta, a avenida José Amador do Reis, entre a Amazonas e Rua Quatro de Outubro, recebeu 45 servidores da Empresa de Desenvolvimento Urbano de Porto Velho (Emdur), distribuídos em nove equipes, que realizaram a troca das luminárias de vapor de sódio e metálico por luminárias de led.

De acordo com o presidente da Emdur, Gustavo Beltrame, a principal melhoria da implantação das lâmpadas de led é a economia, de até 85%, na conta de iluminação pública. “Somente na José Amador dos Reis, a economia será de R$ 108 mil por ano, com as trocas dos 99 pontos de iluminação. Atualmente a despesa anual é de R$ 171 mil”, explica .

Leia Também:  Em quatro meses, “Prato Fácil” beneficiou mais de 80 mil pessoas de Porto Velho com alimentação saudável e a baixo custo

Além da economia, outro ponto importante é a vida útil e a manutenção. “Também tem o custo benefício da empresa, a vida útil do equipamento de led chega a ultrapassar as 50 mil horas, enquanto as de vapor metálico ficam em torno de 20 mil horas. Dando uma durabilidade maior e reduzindo os trabalhos de manutenção. As led tem garantia de oito anos”, acrescenta o presidente da Emdur.

Neste final de semana a Emdur  substituiu 211 pontos de lâmpadas

Beltrame ressaltou ainda que a luminosidade da lâmpada de led é maior e as vias vão ficar bem iluminadas e proporcionar mais segurança. “É mais um importante serviço que o prefeito Hildon Chaves entrega à população”, destacou.

Gustavo Beltrame agradeceu o apoio dos fiscais de trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (Semtran), que realizaram os trabalhos de orientação no local.

SERVIÇO

A avenida Lauro Sodré também recebeu o serviço de troca de lâmpadas de vapor metálico por led, encerrando os trabalhos do final de semana da Emdur com 211 pontos de lâmpadas substituídos, que além de gerar economia para os cofres públicos, preserva o meio ambiente, pois o novo sistema consome menos energia.

Leia Também:  Correios abrem quase 5 mil vagas para concurso de jovem aprendiz

Nos próximos dias, a Emdur irá realizar os trabalhos nas avenidas Farquar e Calama.

Texto: Elaine Barbosa
Fotos: Saul Ribeiro

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA