PORTO VELHO

Porto Velho

SEGURANÇA – Pandemia não impede ações educativas no trânsito de Porto Velho

Porto Velho


Conscientização é feita, na cidade e distritos, antecedendo à campanha Maio Amarelo

Ações pontuais acontecem para conscientizar motoristas e pedestres

As limitações impostas pela pandemia de Covid-19 não paralisaram o trabalho educativo que a Prefeitura de Porto Velho faz nas ruas da capital. Ações pontuais para conscientizar motoristas, motociclistas e pedestres estão em andamento, antecedendo o lançamento oficial da programação do “Maio Amarelo”, que será feito na sexta-feira (7).

A campanha é realizada com foco na redução dos acidentes de trânsito

As atividades são desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran) e atingem também os distritos. O lançamento da campanha Maio Amarelo, por exemplo, será feito com um “pit stop” no distrito de Jaci Paraná, na BR-364.

Como as escolas do município estão fechadas, as abordagens para orientação estão ocorrendo através de pit stop e blitz educativas. Regras como uso de máscara e álcool em gel, e ainda o distanciamento são criteriosamente seguidas pelos agentes da Divisão de Educação e Treinamento para o Trânsito (DTET).

“O trabalho do departamento é a orientação para que os futuros condutores não cometam as infrações previstas no Código Nacional de Trânsito. Aos condutores é feita a conscientização sobre os riscos que a imprudência e a imperícia podem causar”, explica Bruna Biet Burak, gerente da Divisão de Educação e Treinamento para o Trânsito.

Leia Também:  Palestra Gaming, realizada pela Wise Up totalmente em inglês, aborda uso de videogames além do entretenimento

Além da zona urbana da capital, as atividades também acontecem nos distritos. Nos dias 21 e 22 haverá atividades educativas da Semtran em Jaci-Paraná e Nova Mutum. As ações também fazem parte da campanha Maio Amarelo, que foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2011, com foco na redução dos acidentes de trânsito.

Bruna Burak fala sobre os riscos que a imprudência pode causar“A campanha Maio Amarelo deste ano tem como tema ‘Respeito e Responsabilidade: Pratique no Trânsito’”. A meta é promover a empatia e chamar a atenção sobre como a impaciência e a intolerância refletem nas atitudes das pessoas quando estão dirigindo”, destaca o secretário da Semtran, Mauro Ronaldo Flores. Ele diz que a campanha é necessária mesmo com a pandemia.

Segundo a gerente da Divisão de Educação e Treinamento para o Trânsito, as ações serão pontuais para garantia da saúde da comunidade e dos servidores, sem perder o foco na redução dos acidentes. “Para a campanha vamos realizar novos pit stop em alguns cruzamentos semaforizados da capital e em alguns distritos. É notório que houve redução dos acidentes de trânsito. Os condutores estão mais conscientes quanto às medidas de segurança e quanto ao uso dos equipamentos obrigatórios. É o resultado de um trabalho contínuo e importante para a população. Nosso objetivo é garantir um trânsito seguro e de qualidade a todos”, concluiu.

Leia Também:  CORONAVÍRUS – Prefeito inicia tratativas para compra de doses da vacina CoronaVac

A Semtran mantém disponível o departamento para o trabalho educativo. Para solicitar uma ação da Educação de Trânsito, os interessados devem enviar ofício explicando a atividade que pretendem realizar e aguardar o agendamento.

Texto: Renata Beccária
Fotos: Wesley Pontes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

SEM INTERNET – Prefeitura vai vacinar idosos com mais de 60 anos por demanda espontânea

Publicados

em

 

Serão cerca de 4 mil doses que estarão disponíveis para esse público nesta quinta-feira

O objetivo é atingir a população com mais de 60 anos que não tem acesso à internet A Prefeita de Porto Velho vai vacinar idosos por demanda espontânea, nesta quinta-feira (6), das 9h às 17h, no Campus da Uniron, na Av. Mamoré, zona Leste da capital. O objetivo é atingir a população com mais de 60 anos que não tem acesso à internet e que, por consequência, não conseguiram agendar a vacinação.

A meta é imunizar, com a primeira dose, todo o público preconizado pelo Ministério da Saúde (MS) nesta faixa etária. “Essa vacinação de amanhã será para atingir todo o público de 60 anos ou mais e, principalmente, aqueles idosos que não têm acesso à internet e, por isso, não conseguiram agendar. Lembramos que vai durar o dia todo, então não é preciso ir apenas em um horário. Começamos às 9h e seguimos até às 17h. Então, se você tem 60 anos ou mais e não se vacinou, pode ir tomar a sua primeira dose amanhã”, declarou a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes

Leia Também:  MP obtém liminar para suspender lei que determinava rodízio de funerárias

Para a primeira dose é preciso levar documento com foto e cartão do SUSA titular da Semusa, Eliana Pasini, reforça o pedido e pede para que a população com mias de 60 anos atenda ao chamado e compareça no local de vacinação. “As vacinas são seguras, temos que imunizar nossa população para reduzir cada vez mais os casos de Covid-19 no nosso município, acredite nas vacinas, elas são a nossa forma de proteção mais importante. Nós estamos nesse esforço para que todo esse público compareça apenas amanhã, para fechar a vacinação dos idosos com 60 anos ou mais e seguir com o plano de imunização da nossa capital”, reforça.

Serão cerca de 4 mil doses que estarão disponíveis para esse público nesta quinta-feira. A Semusa reforça que esse público será vacinado apenas amanhã e que não é necessário ir todos no mesmo horário para evitar aglomeração.

Para receber a primeira dose é preciso levar documento de identificação com foto, além do cartão do SUS.

VEJA O VÍDEO AQUI.

Texto: Jefferson Carvalho
Fotos: Leandro Morais
Vídeo: Saul Ribeiro

Leia Também:  CORONAVÍRUS – Prefeito inicia tratativas para compra de doses da vacina CoronaVac

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA